Campeonato Amazonense de Futebol de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Amazonense de 2017
Barezão 2017
Amazonas
Dados
Participantes 8
Anfitrião Amazonas Amazonas
Período 14 de março10 de junho
Gol(o)s 81
Partidas 28
Média 2,89 gol(o)s por partida
Campeão Manaus (1º título)
Vice-campeão Nacional
Maiores goleadas
(diferença)
São Raimundo-AM Bandeira de Manaus.svg 0 - 4 Bandeira de Manaus.svg Manaus
ColinaManaus
25 de março, 3ª rodada
 
Penarol Bandeira de Itacoatiara am.jpg 5 - 1 Bandeira de Rio Preto da Eva.gif Holanda
Floro de MendonçaItacoatiara
8 de abril, 7ª rodada
Público 3.540 pessoas
◄◄ Amazonas 2016 Soccerball.svg 2018 Amazonas ►►

O Campeonato Amazonense de Futebol de 2017 será a 101ª edição da principal competição de futebol do estado, realizada entre Março e Maio de 2017, logo após o fim da Série B do mesmo ano, com a participação das 6 equipes que participaram e se mantiveram na elite através da edição anterior e mais as 2 promovidas da Segunda Divisão. Como premiação, o campeão ganha uma vaga na Copa Verde, na Copa do Brasil e na Série D. O vice disputa as duas últimas e o vencedor da partida entre os dois eliminados nas semifinais herda a segunda vaga na Copa Verde.[1]

História[editar | editar código-fonte]

En 2017 campeonato volta ao primeiro semestre e se alinha ao calendário nacional,depois de em 2016 a disputa ter sido realizada no segundo, com apenas sete clubes depois de sucessivas desistências.

A FAF fixou o número de participantes em 8 equipes, rebaixando em 2016 o Clube Nacional Borbense e promovendo duas agremiações da Série B que passou a ser disputada imediatamente antes do torneio, como uma fase preliminar, contando neste ano com quatro equipes, das quais obtiveram o acesso o Holanda Esporte Clube e o Penarol Atlético Clube, este último voltando depois de ausência de uma temporada.

Para esta temporada devem ser rebaixadas duas equipes, e o formato deve perdurar para 2018 com as equipes rebaixadas podendo disputar a Série B 2018 e a Série A em seguida, reforçando o conceito de fase preliminar da Série B.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

O torneio adota oficialmente o nome fantasia de Barezão e passa a ter uma logomarca oficial nas transmissões da TVAcritica, detentora de seus direitos de transmissão. Os jogos serão transmitidos às 15h15min dos Sábados no canal 4 da TV aberta.

Perspectiva[editar | editar código-fonte]

Os péssimos resultados a nível regional obtidos pelos clubes locais aponta para um estadual enfraquecido, com clubes nivelados por baixo. O futebol do estado tem decaido ano após ano, chegando ao nível crítico de perder posição dentro da Região Norte.

A volta ao primeiro semestre e a extinção dos jogos às 11h tendem a ajudar na volta do público que se ausentou em 2016.

  • Fast Clube - O fim do jejum em 2016 deu ao tricolor o favoritismo para 2017. Tendo a organização como marca, o clube da Boulevard deixou seu torcedor apreensivo depois da eliminação na Copa Verde diante de uma equipe de pequeno porte. Outrora amplo favorito, agora o Fast terá de mostrar a quê veio.
  • Holanda - voltando à 1ª divisão, a equipe de Rio Preto da Eva está longe de surpreender como fez em 2008. A morte de seu mais importante dirigente foi um marco negativo antes da estreia. Os laranjas tendem a voltar à Série B.
  • Manaus FC - clube organizado mas sem grandes recursos, o Gavião do Norte vai para sua 4ª temporada na Série A, mas não é indicado como candidato ao título, mas quem sabe surpreende e chega às semifinais.
  • Nacional - O maior campeão amazonense pela 1ª vez na década inicia um campeonato sem ser considerado um dos favoritos. Eliminações precoces em torneios nacional, mudança de direção de crise financeira perseguem o clube que pena para se organizar no futebol. Tem camisa e elenco para estar entre os quatro, mas o título parece um sonho mais distante.
  • Penarol - o clube de Itacoatiara está se reorganizando, para essa temporada está longe de ter a força de outros anos. Sua luta tende a ser para não cair.
  • Princesa - finalista das últimas quatro edições, tudo indica que os rubros de Manacapuru tendem a estar lá mais uma vez.
  • Rio Negro - com novas parcerias, o alvinegro começa 2017 com ares de favorito a estar ao menos na Final. A crise financeira da última decada parece contornada e dessa vez o Barriga-Preta vem pra brigar pelo título sem ser considerado uma surpresa como foi em 2016. Com 17 títulos estaduais, o Galo pode estar voltando ao protagonismo no futebol do estado.
  • São Raimundo - Dos clubes que permaneceram na elite em 2016, o Tufão tende a ser o mais cotado a ser um dos rebaixados. Parceria com um Selecionado Amador do interior do Estado e crise interna colaboram pra uma equipe fraca que terá como maior objetivo fugir do rebaixamento.

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O campeonato será disputado em três fases: Primeira (Classificatória), Semifinais (Eliminatórias) e Finais. A Primeira Fase será disputada em turno e returno, com os quatro primeiros ao final dos dois turnos avançando para as Semifinais. Do mesmo modo, os clubes que ocuparem as duas últimas colocações da tabela disputarão a Série B em 2018. Em caso de empate entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate são, em ordem:

  1. Vitórias;
  2. Saldo de Gols;
  3. Gols Pró;
  4. Confronto Direto (em caso de empate entre dois clubes apenas);
  5. Gols Sofridos;
  6. Sorteio;

Nas Semifinais os confrontos serão em ida e volta, com as equipes de melhor critério técnico jogando pelo empate e com a vantagem do mando de jogo. Os dois vencedores avançam para as Finais e os eliminados se enfrentam na preliminar da segunda partida das Finais na Arena da Amazônia valendo a segunda vaga do Amazonas na Copa Verde de 2018, sem nenhuma vantagem e com penalidades se houver empate durante o tempo regulamentar.

As Finais serão realizadas em ida e volta, com o clube com melhor índice técnico jogando pelo empate e com mando de campo, sendo a segunda partida obrigatoriamente sendo realizada na Arena da Amazônia.[2][3]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Colocação em 2016 Estádios (capacidade)[4] Títulos (Último)
Nacional Fast Clube Bandeira de Manaus.svg Manaus 1º (Série A 2016) Carlos Zamith (5.500) 7 (último em 2016)
Holanda Esporte Clube* Bandeira de Rio Preto da Eva.gif Rio Preto da Eva 1º (Série B 2017) Carlos Zamith (5.500) 1 (em 2008)
Manaus Futebol Clube Bandeira de Manaus.svg Manaus 6º (Série A 2016) Carlos Zamith (5.500) 4 (último em 739 a.C.
Nacional Futebol Clube Bandeira de Manaus.svg Manaus 3º (Série A 2016) Arena da Amazônia (44.000) 44 (último em 2015)
Penarol Atlético Clube Bandeira de Itacoatiara am.jpg Itacoatiara 2º (Série B 2017) Floro de Mendonça (5.000) 2 (último em 2011)
Princesa do Solimões Esporte Clube Bandeira-manacapuru.jpg Manacapuru 2º (Série A 2016) Gilberto Mestrinho (8.000) 1 (em 2013)
Atlético Rio Negro Clube Bandeira de Manaus.svg Manaus 4º (Série A 2016) Carlos Zamith (5.500) 19 (último em 2001)
São Raimundo Esporte Clube Bandeira de Manaus.svg Manaus 5º (Série A 2016) Ismael Benigno (10.451) 7 (último em 2006)

Localização das equipes[editar | editar código-fonte]

Localização das equipes participantes do Amazonense 2015.

Manaus possui cinco clubes sediados:

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Fase Final[editar | editar código-fonte]


  Semifinais Final
                     
 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM 2 2 4  
 Bandeira-manacapuru.jpg Princesa do Solimões 2 0 2  
   Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM 0 1 1
   Bandeira de Manaus.svg Manaus 1 1 2
 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube 0 1 1
 Bandeira de Manaus.svg Manaus 2 1 3

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Amazonense de 2017
Manaus
Manaus
Campeão
(1º título)

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação ou rebaixamento
1 Bandeira de Manaus.svg Manaus 31 17 7 7 3 26 16 +10 Copa do Brasil de 2018, Série D de 2018 e Copa Verde de 2018
2 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM[b] 31 17 9 4 4 32 23 +9 Copa do Brasil de 2018 e Série D de 2018
3 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube 24 16 6 6 4 24 15 +9 Eliminados nas Semifinais
4 Bandeira-manacapuru.jpg Princesa do Solimões 24 16 6 6 4 21 19 +2
5 Bandeira de Manaus.svg Rio Negro[b] 21 14 6 3 5 24 21 +3 Eliminados na Primeira Fase
6 Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol 20 14 5 5 4 23 17 +6
7 Bandeira de Rio Preto da Eva.gif Holanda 16 14 4 4 6 22 25 -3 Série B 2017.2
8 Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM 1 14 0 1 13 6 44 -38

p. ^ As equipes Nacional-AM e Rio Negro foram punidas com a perda de 20 e 7 pontos, respectivamente, devido a escalação de jogadores irregulares. Contudo, em 16 de Maio, foi realizado novo julgamento no qual os clubes foram absolvidos.[6]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Referências