Campeonato Amazonense de Futebol de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Campeonato Amazonense de Futebol de 2020 (dados da edição reformulada)
Barezão de 2020
Dados
Participantes 7
Organização FAF
Anfitrião Amazonas
Período 15 de fevereiro de 20211 de março de 2021
Gol(o)s 26
Partidas 13
Média 2 gol(o)s por partida
Campeão Penarol (3º título)
Vice-campeão Manaus
Rebaixado(s) Não houveram rebaixados
Público Torneio realizado sem presença de público, em decorrência do enfrentamento da pandemia de COVID−19
Média pessoas por partida
◄◄ Amazonas 2019 Soccerball.svg 2021 Amazonas ►►

O Campeonato Amazonense de Futebol de 2020 foi a 104.ª edição da divisão principal do campeonato estadual do Amazonas, cujo nome oficial foi Barezão 2020. O torneio começou no dia 21 de janeiro de 2020, mas foi dado como encerrado pelos clubes participantes em conjunto com a Federação Amazonense de Futebol no dia 20 de março do mesmo ano, por conta dos efeitos financeiros acarretados pela Pandemia de COVID-19. Após aproximadamente 9 meses (contados da paralisação do campeonato) de discussões sem consenso formado entre as partes envolvidas, sobretudo quanto ao cancelamento ou ao encerramento da referida edição, quanto à existência ou não de um campeão, quanto à ocorrência ou não de rebaixamento e quanto à indicação dos representantes do estado do Amazonas no Campeonato Brasileiro da Série D de 2021, na Copa do Brasil de 2021 e na Copa Verde de 2021, o que levou a questão a ser discutida no âmbito da Justiça Desportiva (em primeiro grau no Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas e em grau de recurso, no STJD), decidiu-se no mês de dezembro de 2020 de maneira definitiva pelo cancelamento e consequente invalidação das partidas realizadas entre 21 de janeiro à 20 de março de 2020 e pelo início de uma nova edição do torneio, a ser realizado no início do ano de 2021 com nova programação de jogos e novo regulamento. Assim, no dia 15 de fevereiro de 2021 teve início a nova edição do Barezão de 2020, com os jogos finais ocorridos no dia 1º de março de 2021. O campeão e o vice-campeão garantiram vaga na Copa do Brasil de 2021 e na Copa Verde de 2021, e os dois melhores posicionados (fora o Manaus Futebol Clube, que estará na Série C de 2021) garantiram vaga no Série D de 2021.

O início da competição: o torneio cancelado[editar | editar código-fonte]

A Covid-19 e o Barezão 2020: do cancelamento até a definição pela realização de uma nova edição[editar | editar código-fonte]

Primeiras reuniões entre clubes e FAF:suspensão e encerramento da competição[editar | editar código-fonte]

Era a terceira semana do mês de março do ano de 2020. De acordo com a programação da tabela da competição, a quarta rodada da primeira fase da Taça Cidade de Manaus, correspondente ao segundo turno do torneio, deveria ser realizada durante aquele período. Entretanto, por conta da ocorrência naquele mesmo período dos primeiros casos registrados de pessoas infectadas no âmbito da Pandemia de Covid-19 no estado do Amazonas, a FAF determinou no dia 17 de março, como medida que objetivava garantir o distanciamento social no âmbito das competições futebolísticas no Amazonas durante o período pandêmico, a paralisação do Barezão 2020 pelo período de duas semanas [21].

Entretanto, considerando o possível agravamento da situação epidemiológica da pandemia tanto no Brasil quanto no Amazonas, a FAF convocou reunião com os representantes das oito equipes participantes do torneio na data de 20 de março de 2020, com o intuito de se deliberar qual seria o desfecho da competição. Na aludida reunião, apenas um único ponto entre os oito clubes foi unânime: de que a partir daquela data não ocorreriam mais partidas válidas pelo Barezão de 2020, tendo em vista as dificuldades financeiras impostas aos clubes pela Pandemia de Covid-19 [22]. Entretanto, não se chegou a um consenso geral a discussão sobre a validade das partidas realizadas até então, visto que na reunião, seis equipes (Nacional, Princesa do Solimões, Fast Clube, São Raimundo, Iranduba e Manaus) opinaram pelo cancelamento do campeonato, o que acarretaria na invalidação de todas as partidas até então realizadas; e duas equipes (Amazonas e Penarol) opinaram pelo simples encerramento do campeonato, o que tornariam válidas apenas as partidas que haviam sido realizadas até então. Questões como a existência de um campeão e de um vice-campeão, quanto à indicação dos representantes amazonenses nas competições regionais e nacionais do ano de 2021 e quanto ao rebaixamento à Série B de 2021 sequer foram discutidas naquele momento, conforme demonstra a ata da reunião. Como moderadora da deliberação, a FAF se limitou apenas a afirmar que Tendo em vista a falta de unanimidade na decisão (quanto ao cancelamento ou ao encerramento do campeonato), a Federação estudará o caso e em reunião posterior com os clubes definirá todos os assuntos decorrentes da decisão. Tal "reunião posterior" jamais ocorreu. A Federação, por conta das medidas de distanciamento social impostas naquele momento, suspendeu suas atividades presenciais até que se houvesse uma melhora nos indicadores epidemiológicos da pandemia no Amazonas, o que ocorreu durante o mês de junho de 2020 e possibilitou o retorno das atividades presenciais da entidade em julho do mesmo ano. Durante o período em que a Federação esteve com suas atividades presenciais suspensas (março a junho de 2020) as questões decorrentes do Barezão 2020 sequer foram cogitadas a serem discutidas. Após o retorno de suas atividades presenciais, a FAF, ao invés de convocar a reunião que se comprometera em 20 de março com os clubes participantes, decidiu as questões atinentes ao Barezão 2020 de maneira unilateral, o que causou discórdia entre os clubes participantes (principalmente entre aqueles que eram a favor do cancelamento da competição e aqueles que eram a favor do simples encerramento da competição) e levou o caso a ser discutido no âmbito da justiça desportiva.

A Resolução da Presidência nº 001/2020 da FAF e a judicialização do Barezão 2020[editar | editar código-fonte]

Ignorando a promessa feita na reunião de 20 de março de que se reuniria com os clubes participantes para discutir todos os assuntos decorrentes da decisão pelo encerramento da disputa do Barezão 2020, a FAF, em 8 de julho de 2020, através da Resolução da Presidência nº 001/2020 [23], decidiu de maneira unilateral os tais assuntos, determinando que o campeonato não teria campeão, vice-campeão e rebaixados, bem como delimitou os representantes amazonenses nas competições nacionais de 2021 através da classificação geral do campeonato estabelecida levando em consideração somente as partidas realizadas até a data de 20 de março.

Tal decisão da Federação beneficiou os seguintes clubes:

  • Princesa do Solimões, que naquela altura da competição era o sétimo colocado geral da competição e seria rebaixado para a Série B de 2021 se não fosse a decisão da Federação.
  • Iranduba, que naquela altura da competição era o oitavo e último colocado geral da competição e seria rebaixado para a Série B de 2021 se não fosse a decisão da Federação.

Após a publicação da decisão, Fast Clube e Nacional, clubes que terminaram respectivamente em quarto e quinto lugares na classificação geral, demonstraram insatisfação com o conteúdo da resolução, pelo fato de terem feito parte da maioria dos clubes que votaram a favor do cancelamento da competição na reunião do dia 20 de março e pelo fato de que, por entenderem que a maioria dos clubes decidiu pelo cancelamento do torneio, seriam os clubes beneficiados com vagas na Série D de 2021 por conta de serem os clubes amazonenses melhores posicionados no Ranking da CBF do ano de 2020 atrás do Manaus, o clube amazonense melhor posicionado, integrante da Série C do Campeonato Brasileiro. Baseados nestes motivos, ambos os clubes recorreram ao Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas [24] objetivando a derrubada da decisão da Federação e assim saírem vitoriosos em seus intuitos.

As decisões da Justiça Desportiva: o retorno do Barezão 2020, em nova fórmula e regulamento[editar | editar código-fonte]

Em 17 de agosto de 2020, o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas, ao julgar a ação movida por Fast Clube e Nacional, anulou a Resolução da Presidência nº 001/2020 de 8 de julho de 2020 [25], como queriam os clubes. Entretanto, ao invés de cancelar o campeonato, como também queriam os clubes requerentes, determinaram o retorno do Barezão 2020 a partir da 4ª rodada da primeira fase do segundo turno, momento exato em que a disputa havia sido paralisada. Tal decisão, dessa vez, gerou insatisfação por parte da FAF, que alegando não ter condições técnicas de retomar a disputa do Barezão 2020, recorreu ao STJD a fim de recuperar a vigência da Resolução da Presidência nº 001/2020 de 8 de julho de 2020 e assim restabelecer as indicações já realizadas dos representantes amazonenses nas competições nacionais do ano de 2021 [26].

Em 30 de setembro de 2020, julgando recurso da FAF, o STJD entendeu que válida era a decisão dos oito clubes participantes da competição, tomada na reunião de 20 de março de 2020 em cancelar o Barezão 2020. Em assim sendo, foi determinado o cancelamento definitivo de todos os jogos da competição, realizados desde o seu início até o momento de sua paralisação [27].

Naquele momento, entendeu-se que faziam jus às vagas nas competições nacionais do ano de 2021 apenas os clubes amazonenses melhores posicionados no Ranking da CBF. Assim, Manaus e Fast Clube, respectivamente, o melhor e o segundo melhor amazonense bem posicionado no ranking, fariam jus às vagas da Copa do Brasil de 2021 e da Copa Verde de 2021; e Fast Clube e Nacional, respectivamente o melhor e o segundo melhor amazonense bem posicionado no ranking sem estarem nas séries A, B ou C do Campeonato Brasileiro, visto que o Manaus era integrante da Série C do Campeonato Brasileiro, fariam jus às vagas da Série D de 2021.

Entretanto, em nova manifestação no dia 3 de dezembro de 2020 no mesmo processo, o STJD determinou que as vagas de representantes amazonenses nas competições nacionais do ano de 2021 não poderiam ser indicadas através do Ranking da CBF, mas sim, por meio de um novo torneio a ser realizado pela FAF [28], visto que o Barezão de 2020, da forma que havia sido disputado, já se encontrava definitivamente cancelado.

Assim, a FAF, cumprindo determinação do STJD, reuniu representantes das oito equipes do Barezão 2020 no dia 11 de dezembro de 2020, onde na ocasião, foi decidido que o novo torneio que seria realizado para indicar os representantes amazonenses nas competições nacionais do ano de 2021 corresponderia à edição 2020 do Campeonato Amazonense [29], bem como foi decidida a nova fórmula de disputa, a nova programação de jogos e as datas de início e de término do torneio (que deveriam ser antes da realização do Barezão 2021).

A nova edição do Barezão de 2020[editar | editar código-fonte]

Em 11 de Dezembro de 2020 a Federação Amazonense de Futebol e os clubes definiram em comum acordo que o Campeonato Amazonense de 2020 seria reeditado, iniciando do zero e desconsiderando-se assim todas as partidas disputadas até então, cumprindo-se dessa maneira a decisão do STJD. O torneio iniciou no dia 15 de Fevereiro de 2021 e contou com 7 dos 8 participantes originais, porém com outro regulamento [30]. O torneio teve apenas cinco datas em virtude da proximidade do sorteio da primeira fase Copa do Brasil de 2021, realizado na data de 2 de março de 2021 quando os clubes já deveriam ter sido indicados.

Novo Regulamento[editar | editar código-fonte]

Seguindo as posições do estadual de 2019, os clubes foram colocados alternadamente em dois grupos(Grupo A e Grupo B) com quatro componentes cada. Na primeira fase os clubes jogam internamente no grupo apenas em jogos de ida, com os dois maiores pontuadores se classificando para a fase final.

Semifinais

Nas semifinais será obedecido o chaveamento 1º do Grupo A contra o 2º do Grupo B e 1º do Grupo B contra o 2º do Grupo A. Os Primeiros colocados terão o mando de campo da partida única, mas não terão vantagem, então se houver empate haverá disputa de pênaltis.

3ª Lugar

Os derrotados nas semifinais se enfrentarão na decisão de 3º lugar, em jogo único, que também servirá como um possível critério para indicação ao Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D, caso o Manaus seja um dos finalistas. Os critérios das Semifinais serão mantidos.

Final

Os vencedores das Semifinais se enfrentam em jogo único, com mando de campo para o time de melhor campanha e novamente sem vantagens, onde se houver empate ao final do tempo normal haverá disputa de pênaltis.

Rebaixamentos

Não houve rebaixamentos nessa edição, bem como a participação dos oito clubes do Barezão 2020 nesta edição reformulada do torneio foi opcional, não acarretando em punições em caso de não participação. Dessa forma todos os 8 clubes originários do Barezão de 2020 estiveram garantidos na edição de 2021, que começou poucos dias depois.

Desistência do Princesa do Solimões do Barezão 2020 reformulado[editar | editar código-fonte]

Em ofício enviado à FAF na data de 21 de janeiro de 2021, o Princesa do Solimões, alegando precaução por conta do novo aumento de casos e óbitos no âmbito da Pandemia de Covid-19 no estado do Amazonas, decidiu não participar da edição reformulada do Barezão 2020 [31]. Conforme previsto no §3º do artigo 11 do regulamento do Barezão 2020 reformulado, não haverá decesso e a participação na competição é opcional sem punições em caso de não participação. Todos os clubes participantes deste campeonato possuem vagas asseguradas no Campeonato Amazonense 2021,conforme Conselho Técnico 2021 previamente realizado. Dessa forma, o Princesa do Solimões, por conta da desistência, não sofreu rebaixamento nem quaisquer outro tipo de punição, bem como teve a sua participação no Barezão de 2021 assegurada pelo regulamento do Barezão de 2020 reformulado.

A disputa do Barezão 2020 reformulado[editar | editar código-fonte]

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Aumento Equipe promovida da Série B 2019
Equipe Cidade Em 2019 Estádio (Mando) Capacidade Títulos (Último) Part.
Amazonas Futebol Clube Manaus Aumento (Série B) Colina 10,000 0 (não possui) 1
Nacional Fast Clube Manaus 2º (Série A) Arena da Amazônia 44,000 7 (último em: 2016) 85
Esporte Clube Iranduba da Amazônia Iranduba 6º (Série A) Arena da Amazônia 44,000 0 (não possui) 6
Manaus Futebol Clube Manaus 1º (Série A) Arena da Amazônia 44,000 3 (último em: 2019) 7
Nacional Futebol Clube Manaus 3º (Série A) Arena da Amazônia 44,000 43 (último em: 2015) 100
Penarol Atlético Clube Itacoatiara 5º (Série A) Floro de Mendonça 5,000 2 (último em: 2011) 21
São Raimundo Esporte Clube Manaus Aumento (Série B) Colina 10,000 7 (último em: 2006) 58
Localização das equipes participantes do Amazonense 2020.

Promovidos e e rebaixados[editar | editar código-fonte]

Pos. Rebaixados da Série A 2019
Bandeira de Manaus.svg Rio Negro
Bandeira de Manaus.svg Sul América
Pos. Promovido da Série B 2019
Bandeira de Manaus.svg Amazonas FC
Bandeira de Manaus.svg São Raimundo

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe PG Jogos Gols Aprov Classificação
# V E D GP GS SG %
1 Bandeira de Manaus.svg Manaus 9 3 3 0 0 4 0 +4 100 Semifinais do Campeonato
2 Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol 4 3 1 1 1 3 2 +1 44
3 Bandeira de Manaus.svg Amazonas 3 3 1 0 2 2 5 –3 33 Eliminados
4 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM 1 3 0 1 2 1 3 −2 11

1ª Rodada[editar | editar código-fonte]

15 de fevereiro 2021 15:30 Amazonas Bandeira de Manaus.svg 2 – 1 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM Arena da Amazônia
25 de fevereiro 2021 16:30 Manaus Bandeira de Manaus.svg 2 – 0 Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol Colina

2ª Rodada[editar | editar código-fonte]

21 de fevereiro 2021 15:00 Penarol Bandeira de Itacoatiara am.jpg 0 – 0 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM Floro de Mendonça
21 de fevereiro 2021 15:30 Manaus Bandeira de Manaus.svg 1 – 0 Bandeira de Manaus.svg Amazonas Arena da Amazônia

3ª Rodada[editar | editar código-fonte]

23 de fevereiro 2021 15:00 Penarol Bandeira de Itacoatiara am.jpg 3 – 0 Bandeira de Manaus.svg Amazonas Floro de Mendonça
23 de fevereiro 2021 15:30 Nacional-AM Bandeira de Manaus.svg 0 – 1 Bandeira de Manaus.svg Manaus Arena da Amazônia

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe PG Jogos Gols Aprov Classificação
# V E D GP GS SG %
1 Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM 6 2 2 0 0 5 2 +3 100 Semifinais do Campeonato
2 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube 3 2 1 0 1 3 1 +2 50
3 Bandeira de Iranduba.jpg Iranduba 0 2 0 0 2 2 7 −5 0 Eliminado

1ª Rodada[editar | editar código-fonte]

17 de fevereiro 2021 15:30 Fast Clube Bandeira de Manaus.svg 3 – 0 Bandeira de Iranduba.jpg Iranduba Arena da Amazônia

2ª Rodada[editar | editar código-fonte]

21 de fevereiro 2021 15:30 Iranduba Bandeira de Iranduba.jpg 2 – 4 Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM Colina

3ª Rodada[editar | editar código-fonte]

24 de fevereiro 2021 15:30 São Raimundo-AM Bandeira de Manaus.svg 1 – 0 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube Colina

Fase final[editar | editar código-fonte]

Em itálico, as equipes que jogarão com mando de campo por ter melhor campanha e em negrito os times vencedores das partidas.

  Semifinais Final
27 de fevereiro de 2021Arena da Amazônia, Manaus, às 15h30
 Bandeira de Manaus.svg Manaus  2  
 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube  0  
 
1º de março de 2021Arena da Amazônia, Manaus, às 15h30
     Bandeira de Manaus.svg Manaus  1(5)
   Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol  1(6)
Terceiro lugar
27 de fevereiro de 2021Ismael Benigno (Colina), Manaus, às 15h30 1º de março de 2021Ismael Benigno (Colina), Manaus, às 15h30
 Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM  0  Bandeira de Manaus.svg Fast Clube  1
 Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol  1    Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM  0

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Amazonense de 2020
Bandeira de Itacoatiara am.jpg
Penarol
Campeão
(3º título)

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Zona de classificação
1 Bandeira de Itacoatiara am.jpg Penarol 8 5 2 2 1 5 3 +2 Campeão, Copa do Brasil de 2021, Série D de 2021 e Copa Verde de 2021
2 Bandeira de Manaus.svg Manaus 13 5 4 1 0 7 1 +6 Vice-Campeão, Copa do Brasil de 2021 e Copa Verde de 2021
3 Bandeira de Manaus.svg Fast Clube 6 4 2 0 2 4 3 +1 Vencedor da disputa pelo 3º lugar e classificado à Série D de 2021, graças ao Manaus ser integrante da Série C
4 Bandeira de Manaus.svg São Raimundo-AM 6 4 2 0 2 5 4 +1 Eliminado na disputa pelo 3º lugar
5 Bandeira de Manaus.svg Amazonas 3 3 1 0 2 2 5 −3 Eliminados na primeira fase
6 Bandeira de Manaus.svg Nacional-AM 1 3 0 1 2 1 3 −2
7 Bandeira de Iranduba.jpg Iranduba 0 2 0 0 2 2 7 −5

Referências

  1. https://globoesporte.globo.com/am/futebol/campeonato-amazonense/noticia/com-mesma-formula-deste-ano-estadual-2020-inicia-no-dia-22-de-janeiro-e-termina-dia-26-de-abril.ghtml
  2. «Sidney Bento é demitido do Princesa do Solimões» 
  3. «Princesa anuncia Joaci Moura» 
  4. «Igor Cearense deixará o comando do Penarol e assumirá o Fortaleza Feminino» 
  5. «Aderbal Lana será o substituto de Igor Cearense no Penarol» 
  6. «Aderbal Lana pede demissão do Nacional após cinco rodadas» 
  7. «Futebol do norte:Nacional anuncia o técnico Gilberto Pereira» 
  8. «Charles Guerreiro deixa Iranduba e Roberley Assis assume interinamente» 
  9. «Iranduba-AM anuncia Adriano Kanaã como substituto para Charles Guerreiro» 
  10. «Futebol do Norte:São Raimundo demite Técnico Mazinho» 
  11. «Globo Esporte:São Raimundo demite Técnico Mazinho» 
  12. «Globo Esporte:Apesar de exigências para assinar com Tufão, Lana lembra: "Gostaria de encerrar a carreira lá"» 
  13. «Globo EsporteSão Raimundo confirma Carlos Prata como técnico e anuncia retorno do lateral Getúlio» 
  14. «Futebol do Norte:Gilberto Pereira Deixa o Nacional e Mazinho assume o comando» 
  15. «Globo Esporte:Gilberto Pereira deixa o Nacional-AM após cinco partidas; Mazinho é anunciado como substituto» 
  16. «Futebol do Norte:Fast anuncia a saída do técnico Wladimir Araújo» 
  17. «Futebol do Norte:Wladimir Araújo revela que proposta de redução salarial motivou saída do Fast» 
  18. «Futebol do Norte:Wladimir Araújo encaminha acerto com Gurupi» 
  19. «Futebol do Norte:Lecheva confirma reunião com Fast Clube» 
  20. «Futebol do Norte:Fast acerta com Lecheva para a Série D» 
  21. «Campeonato Amazonense é paralisado por 15 dias por causa da pandemia do Coronavírus». FAF- Federação Amazonense de Futebol. 17 de março de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  22. «Amazonense 2020: após reunião, não haverá mais o término da competição». FAF- Federação Amazonense de Futebol. 20 de março de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  23. «Resolução da Presidência Nº 001/2020.PRES/FAF». FAF- Federação Amazonense de Futebol. 8 de julho de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  24. «Fast e Nacional entram no TJD-AM contra a FAF e pedem suspensão de decisão de Dissica». globoespoerte.com. 13 de julho de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  25. «Pleno do TJD-AM indefere decisão da FAF e vota de forma unânime por retomada do Amazonense». globoespoerte.com. 17 de agosto de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  26. «FAF entra com recurso no STJD contra decisão do TJD-AM que determina volta do estadual 2020». globoespoerte.com. 31 de agosto de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  27. «STJD anula decisão da FAF, cancela Amazonense, e ranking vai indicar clubes às competições nacionais». globoespoerte.com. 30 de setembro de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  28. «STJD decide que a FAF deverá apresentar fórmula para definir vagas nacionais». A Crítica. 3 de dezembro de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  29. «FAF divulga a Tabela Básica e o Regulamento Específico do Amazonense Série A 2020». FAF- Federação Amazonense de Futebol. 11 de dezembro de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2021 
  30. https://globoesporte.globo.com/am/futebol/campeonato-amazonense/noticia/faf-e-clubes-decidem-por-refazer-amazonense-de-2020-com-tiro-curto-e-com-campeao-entenda.ghtml
  31. «Em nota à FAF, Princesa alega cautela contra Covid-19 e desiste de disputar Amazonense de 2020». globoespoerte.com. 27 de janeiro de 2021. Consultado em 25 de fevereiro de 2021