David Duke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David Duke em 2008.

David Ernest Duke (Tulsa, Oklahoma, 1 de julho de 1950) é um polêmico político americano, nacionalista branco, teórico da conspiração antissemita, negador do Holocausto e ex líder da Ku Klux Klan.[1][2]

Como membro da Câmara dos Representantes do estado da Luisiana (entre 1989 e 1993), se opôs duas vezes à proposta de que o aniversário de Martin Luther King fosse comemorado como um dia festivo no estado.[3] Em 2002, foi condenado por fraude e evasão fiscal.[4]

Referências

  1. Duke, David. «My Awakening: A Path to Racial Understanding». Free Speech Press. Consultado em 17 de setembro de 2007 
  2. «David Duke: White Revolution on the Internet». Anti-Defamation League. Consultado em 13 de novembro de 2006 
  3. «Nos EUA, deputado republicano admite ter discursado para grupo de ex-líder da Ku Klux Klan e gera polêmica». Opera Mundi. 2 de janeiro de 2015. Consultado em 16 de agosto de 2017 
  4. «David Duke Pleads Guilty To Tax Charge And Fraud». Associated Press. 19 de dezembro de 2002 – via The New York Times