Equinocultura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Equinocultura é a parte da atividade humana que trata da criação de equinos, ou seja cavalos, especialmente de raça.[1][2] Normalmente não tem como finalidade a produção de alimentos, o que o descaracteriza como animal de produção, aproximando-o como animal de companhia.

Atividade similar à equinocultura (eqüinocultura, no Brasil) é a eqüideocultura que abrange a criação de asininos (asnos, burros, jumentos) e de seus híbridos com o cavalo: o bardoto (cavalo com jumenta) e a mula (jumento com égua).

Os cavalos normalmente são criados para serem comprados e/ou ensinados e em raros casos são usados para a produção de alimentos, já que a carne de cavalo é pouco consumida, sendo esta atividade um aproveitamento secundário.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Equinocultura

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre cavalos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.