Freddy Ternero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Freddy Ternero
Freddy Ternero.jpg
Informações pessoais
Nome completo Freddy Santos Ternero Corrales
Data de nasc. 26 de março de 1962
Local de nasc. Lima,  Peru
Falecido em 18 de setembro de 2015 (53 anos)
Local da morte Lima,  Peru
Altura 1,77 m
Informações profissionais
Período em atividade Como jogador: 1978–1992 (14 anos)
Equipa atual Como treinador: 1993–2005 (12 anos)
Posição Treinador (Defensor)
Clubes de juventude
Peru Universitario
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1978–1980
1981
1982–1985
1986
1987–1988
1989–1991
1992
Peru Universitario
Peru León de Huánuco
Peru Universitario
Peru San Augustín
Peru Universitario
Peru Defensor Lima
Peru Cienciano






Seleção nacional
Flag of Peru.svg Peru
Times/Equipas que treinou
1993
1994–1995
1995
1996–1998
1998
2000–2001
2002
2003–2004
2005
Peru Universitario
Peru Cienciano
Peru Alianza Atlético
Flag of Peru.svg Peru
Peru Melgar
Peru Cienciano
Peru Estudiantes de Medicina
Peru Cienciano
Flag of Peru.svg Peru








Freddy Santos Ternero Corrales (Lima, 26 de março de 1962 - Lima, 18 de setembro de 2015) foi um futebolista, treinador de futebol e político peruano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Por clubes, Ternero, que atuava como defensor, jogou com mais destaque no Universitario, onde iniciou a carreira em 1978, com apenas 16 anos. Jogou também por León de Huánuco, San Augustín, Defensor Lima e Cienciano. Foi pela equipe de Cuzco onde ele encerrou a trajetória como jogador em 1992, aos 30 anos de idade.

Como técnico, iniciou no Universitario, onde foi assistente de Sergio Markarián, em 1993. Comandou também Cienciano, Alianza Atlético, Melgar e Estudiantes de Medicina. No Cienciano, destacou-se com os títulos da Copa Sul-Americana de 2004 e da Recopa Sul-Americana de 2005. Na Seleção Peruana de Futebol, teve duas passagens: em 1997, quando levou o selecionado ao quarto lugar na Copa América, e entre 2005, quando substituiu o brasileiro Paulo Autuori na tentativa de classificar o Peru para a Copa de 2006. Sem êxito, Ternero abandonou a carreira de técnico para dedicar-se à política.

Em novembro de 2006, filiado ao Partido Democrático Somos Perú, o ex-treinador foi eleito alcaide do distrito de San Martín de Porres, reelegendo-se para um novo mandato em 2010[1].

Ternero morreu em 18 de setembro de 2015, em um hospital de Lima[2]. Ele batalhava contra um câncer no fígado.

Referências

  1. «Concejo Municipal de San Martín de Porres» (em espanhol). mdsmp.gob.pe. 28 de fevereiro de 2010. Consultado em 28 de fevereiro de 2010 
  2. «Freddy Ternero falleció a los 53 años producto de cáncer de riñón» (em espanhol). RPP. 18 de setembro de 2015. Consultado em 18 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]