Natanael dos Santos Macedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Macedo
Informações pessoais
Nome completo Natanael dos Santos Macedo
Data de nasc. 16 de dezembro de 1969 (49 anos)
Local de nasc. Americana,  São Paulo,  Brasil
Altura 1,71 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1988–1990
1990–1993
1993–1994
1994–1995
1995
1996
1997
1998
1999
2000–2002
2003
2004
2005
2005–2006
2006
2007
2008
2009
São Paulo Rio Branco
São Paulo São Paulo
Espanha Cádiz
São Paulo Santos
Minas Gerais Cruzeiro
Rio de Janeiro Vasco
São Paulo Santos
Paraná Coritiba
Rio Grande do Sul Grêmio
São Paulo Ponte Preta
Ceará Fortaleza
São Paulo Ponte Preta
São Paulo Taubaté
São Paulo Atlético Sorocaba
São Paulo Comercial RP
Sergipe Itabaiana
Mato Grosso do Sul Operário
São Paulo União Mogi

41 (10)
7 (2)
38 (10)
7 (1)
22 (2)
24 (6)
23 (9)
18 (1)
61 (20)
4 (0)
13 (0)





Seleção nacional
1991–1992 Brasil Brasil 2 (0)

Natanael dos Santos Macedo ou simplesmente Macedo (Americana, 16 de dezembro de 1969) é um ex-futebolista brasileiro[1] que se destacou no São Paulo, tendo inclusive sido campeão da Copa Libertadores e do Mundial Interclubes. No jogo de volta da final da Libertadores de 1992, contra o Newell's Old Boys, entrou no segundo tempo e sofreu pênalti que foi convertido por Raí. O resultado de 1 a 0 levou a decisão aos pênaltis, e o São Paulo conquistou o título. É tio do lateral-direito Diego Macedo.

Com passagens por outros clubes tradicionais, como Santos, Cruzeiro, Vasco, Grêmio, Coritiba e Fortaleza, Macedo passou também com destaque pela Ponte Preta, entre 2000 e 2002 e em 2004. Ao deixar o São Paulo em 1993, foi jogar no Cádiz, mas a passagem no clube espanhol durou pouco. Na parte final de sua carreira, defendeu Taubaté, Atlético Sorocaba, Comercial de Ribeirão Preto, Itabaiana e Operário, deixando os gramados em 2009, no União Mogi, então na Série A-3 do Campeonato Paulista.

Pela Seleção Brasileira, disputou 2 jogos entre 1991 e 1992, não marcando nenhum gol.

Referências

  1. «Que fim levou? - Macedo». terceirotempo.bol.uol.com.br