Raiz de Todo Bem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Raiz de Todo Bem"
Single de Saulo Fernandes
do álbum Saulo ao Vivo
Lançamento 1 de junho de 2013[1]
Gênero(s)
Duração 3:57
Gravadora(s) Universal
Composição Saulo Fernandes
Produção Saulo Fernandes
Cronologia de singles de Saulo Fernandes
"Não Precisa Mudar"
(2007)
"Zóio Teu"[2]
(2014)

"Raiz de Todo Bem" é uma canção do cantor brasileiro Saulo Fernandes pelo álbum Saulo ao Vivo, sendo lançada oficialmente como primeiro single deste em 1 de junho de 2013.[1] Foi composta por Saulo Fernandes.[3]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 30 de outubro de 2012 Saulo revelou que deixaria a Banda Eva após o Carnaval de 2013.[4] Segundo o cantor, a decisão era para explorar outros ritmos baianos em sua música, o que não conseguia no Eva, uma vez que era uma banda essencialmente de axé.[5] Em 8 de novembro, Saulo publicou uma carta aberta aos fãs agradecendo pelo apoio e falando sobre o novo caminho: "O caminho é novo, mas permanece o meu compromisso com o público, com a arte e, principalmente, com a vontade de fazer uma música que preencha com alegria e beleza os nossos encontros. Porque o que me move continua sendo a vontade de estarmos juntos".[6]

Estrutura musical e letra[editar | editar código-fonte]

"Dentre algumas musiquinhas que eu escrevi, essa eu tenho um orgulho profundo, pois é um berro que tava guardado. Só quem é daqui, sabe o que é ser africano e carregar o orgulho e as dores também. Espero com a minha música sempre revelar a riqueza e a beleza que é ser baiano, buscando a igualdade racial e humana."

— Saulo sobre lançar "Raiz de Todo Bem" falando sobre o povo nordestino.[7]

"Raiz de Tudo Bem" é uma canção dos gêneros samba-reggae e afrobeat, tendo também influências diretas de reggae e axé.[8] A canção traz como temática principal as raízes africanas presentes na Bahia e as lutas e tradições do povo nordestino.[9] Entre os elementos típicos do nordeste citados na canção estão o tambor africano presente nas músicas, Igreja de Nosso Senhor do Bonfim de Salvador, a ladeira do Pelourinho, a religiosidade do Candomblé, o chinelo de couro e a bata – trajes comuns usado na região – e a gíria popular "cabra da peste", que expressa a pessoa valente e batalhadora.[7] Saulo explicou que buscava falar sobre a temática há muito tempo, mas só conseguiu incorporá-la em sua música na carreira solo: "Eu queria falar disso o tempo inteiro. Somo baianos, nordestinos, que sorrimos, independente do lugar ou a situação que estamos. Raiz de todo bem é pra isso, pra gritar".[10]

Em entrevista para o iBahia, o cantor explicou que a necessidade de falar sobre o povo nordestino em suas músicas começou em com a faixa "Rua 15", no álbum Veja Alto, Ouça Colorido, ainda na Banda Eva, e se desenvolveu quando ele escreveu outras canções como "Agradecer", "Oxente Balance", "Tudo Certo na Bahia" e "Rua do Sossego".[11] A inspiração para compor "Raiz de Todo Bem" veio quando Saulo foi cantar com a Orquestra Rumpilezz, em 2013, e recebeu uma reverência de um músico dizendo "África iô iô", o que lhe fez perceber que, apesar de ser caucasiano, ele era visto como um igual pelos afrodescendentes por suas raízes nordestinas.[11] A inspiração veio do Olodum.[11]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Marcos Frahm, do portal Notícias do Vale, comentou que a carreira de Saulo "já engrenou" com a canção pela boa receptividade do público.[12] O Aratu Online declarou que a faixa consolidou a carreira solo do cantor e se tornou uma das melhores representações do Carnaval.[13]

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Saulo interpretou a faixa pela primeira vez em 20 de março de 2013 em seu primeiro show ao vivo em carreira solo, transmitido exclusivamente para o YouTube.[14] A primeira apresentação televisionada ocorreu em 11 de junho no programa Encontro com Fátima Bernardes.[15] Em 21 de agosto apresentou a canção ao lado de Tomate no festival YouTube Carnaval.[16] Em 24 de janeiro de 2015 interpretou a canção no Festival de Verão Salvador ao lado de Alinne Rosa, Ana Mametto, Amanda Santiago, Dja Luz, EdCity, Fael Primeiro, Juninho Black, Katê, Marcia Castro e Serginho.[17] Ivete Sangalo interpretou a canção no Festival de Verão Salvador e no Planeta Atlântida de 2014 e realizou um dueto com Saulo durante o Brazilian Day daquele ano.[18]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe oficial da faixa foi lançado em 5 de junho de 2013, sendo extraído do álbum de vídeo Saulo ao Vivo com Saulo interpretando a faixa ao vivo para os fãs diante de alguns efeitos especiais da gravação.[19] O vídeo começa com o músico Aloísio Menezes interpretando os versos escritos por Saulo de um poema sobre a Bahia e as raízes africanas, porém sem aparecer no palco ou no vídeo, apenas com a voz ecoando: "Somos a Bahia de um mar inteiro. Somos a fumaça de um mensageiro. Somos pretos e cantaremos nossa cor. Somos a luz da cidade sóbria. Somos o sonho de ser pátria igual. Somos beleza infinita. De perto, anormal. Somos capoeira de mestre forte. Somos escolhidos da sorte. Somos tambores ricos de fé. Somos universo de bem maior. Somos o amor e seus aliados. Somos filhos dos encantados.[20] O vídeo conquistou 10 mil visualizações nas primeiras 24 horas, sendo classificado como um dos destaques do Youtube na aba "em alta".[21]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Título Nomeação Resultado Ref.
2014 Troféu Band Folia Melhor Música Indicado [22]
2016 Troféu iBahia Tema de Salvador Venceu [23]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2013) Melhor
posição
 Brasil (Billboard Brasil Hot 100 Airplay)[24] 58
 Brasil - Billboard Brasil Regional Salvador Hot Songs[25] 1

Versão de Artistas pelos 30 Anos de Axé[editar | editar código-fonte]

"Raiz de Todo Bem"
Single de Artistas pelos 30 Anos de Axé
Lançamento 29 de dezembro de 2014[26]
Gênero(s) Axé
Duração 4:22
Gravadora(s) Musickeria
Composição Saulo Fernandes
Produção Armandinho

Uma versão de "Raiz de Todo Bem" foi lançada como single deste em 29 de dezembro de 2014, sendo interpretada por diversos artistas nordestinos em homenagem aos 30 anos do lançamento do primeiro trabalho de axé music.[26]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em novembro a Prefeitura de Salvador – através da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura – contatou Saulo Fernandes com a intenção que sua canção, "Raiz de Todo Bem", se tornasse tema da comemoração de 30 anos da axé music, interpretada por ele e um time dos principais cantores do gênero.[27] Os primeiros artistas confirmados foram Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Luiz Caldas e Mari Antunes, vocalista do Babado Novo.[27] Ao todo 42 artistas foram convidados para o projeto e 39 puderam comparecer.[27] A canção trouxe algumas diferenças em relação à original, incluindo a ausência do instrumental reggae, sendo substituído por um exclusivamente de axé, além da introdução de Carlinhos Brown recitando alguns versos antes do último refrão e da finalização com Daniela Mercury e Ivete Sangalo fazendo os graves.[28]

Apenas três não puderam estar presentes. Claudia Leitte e Bell Marques tinham outros compromissos de carreira já marcados e não puderam colaborar no dia da gravação.[29][30]Netinho não participou da gravação pois estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, há três meses tratando de problemas vasculares.[31][32]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter sido originalmente programado para ser lançado durante o Ano Novo, o videoclipe foi liberado em 29 de dezembro de 2014 através da página oficial da Prefeitura de Salvador no Facebook.[33] A introdução deste traz tambores africanos tocados enquanto a frase "Há 30 anos, Salvador encontrou o seu ritmo" surge na tela.[34] Luiz Caldas, responsável por gravar a primeira canção de axé – "Fricote", em 1985 – inicia o vídeo entrando em um estúdio escuro com seu violão, do qual toca alguns acordes típicos do cangaceiro nordestino, interrompendo-o quando ouve, como se fosse em sua memória, o refrão de sua pioneira canção.[35] No decorrer do vídeo os demais artistas são introduzidos fazendo seus solos, enquanto os demais aparecem interpretando o refrão e tocando instrumentos.[36]

Artistas pelos 30 Anos de Axé[editar | editar código-fonte]

Solistas (por ordem)
Refrão

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2014) Melhor
posição
 Brasil - Billboard Brasil Regional Salvador Hot Songs[37] 8

Referências

  1. a b «Saulo lança sua nova música nas rádios de Salvador». Mais Axé. Consultado em 17 de março de 2017. Arquivado do original em 17 de março de 2017 
  2. «Saulo Fernandes lança nova música nas rádios». Portal Mídia 10. Consultado em 16 de março de 2017 
  3. «Saulo lança sua nova música nas rádios de Salvador». O Povo. 6 de março de 2017 
  4. «Saulo Fernandes deixa banda Eva depois do carnaval da Bahia, diz site». Sidney Rezende. Consultado em 17 de março de 2017 
  5. «Saulo fala sobre saída da banda Eva, conta planos e revela novo vocalista». G1. Consultado em 17 de março de 2017 
  6. «Saulo Fernandes: carta aberta aos fãs». UOL. Consultado em 17 de março de 2017 
  7. a b «Saulo lança sua nova música nas rádios de Salvador». Mais Axé. Consultado em 17 de março de 2017. Arquivado do original em 17 de março de 2017 
  8. «Música, poesia e percussão na carreira solo de Saulo Fernandes». Portal de Notícia. Consultado em 17 de março de 2017 
  9. «Saulo Fernandes emociona o público no primeiro show aberto da carreira solo». UOL. Consultado em 17 de março de 2017 
  10. «Saulo Fernandes fala em entrevista sobre o terceiro filho: "realizado"». iBahia. Consultado em 17 de março de 2017 
  11. a b c «O branco mais preto da Bahia: Saulo fala sobre a influência da cultura negra em sua vida». iBahia. Consultado em 17 de março de 2017 
  12. «Carreira solo de "Saulo Fernandes" já engrenou». Notícias do Vale. Consultado em 17 de março de 2017 
  13. «30 Anos de Axé: Saulo Fernandes e o melhor da nova geração da música baiana». Aratu Online. Consultado em 17 de março de 2017 
  14. «Saulo mostra sucessos da carreira solo em show ao vivo». Multishow. Consultado em 17 de março de 2017 
  15. «Saulo canta 'Raiz de Todo o Bem'». Globo. Consultado em 17 de março de 2017 
  16. «Tomate e Saulo - Raiz de Todo Bem - Nosso Som 2015 (YouTube Carnaval)». Peggo. Consultado em 17 de março de 2017 
  17. «Saulo e Convidados Raiz de Todo Bem (Ao vivo Festival de Verão 2015)». Peggo. Consultado em 17 de março de 2017 
  18. «Ivete Sangalo e Saulo - Brazilian Day 2014 • Raiz de todo bem». Peggo. Consultado em 17 de março de 2017 
  19. «Saulo Fernandes lança clipe oficial do novo DVD que chega em setembro». Espalhaí. Consultado em 17 de março de 2017 
  20. «"Somos tambores ricos de fé"». Socializando. Consultado em 17 de março de 2017 
  21. «Ex-Banda Eva, Saulo Fernandes traz pela primeira vez à cidade o show solo». Diverta-se Mais. Consultado em 17 de março de 2017 
  22. Band Folia (8 de março de 2014). «Os ganhadores do Troféu Band Folia 2014». Jornal da Cidade. Consultado em 19 de fevereiro de 2015 
  23. «Internautas elegem 'Raiz de Todo Bem' como música que melhor representa Salvador». iBahia. Consultado em 17 de março de 2017 
  24. «Top 100 Billboard Brasil - Semanal». Billboard Brasil. Março de 2014. Consultado em 10 de junho de 2014. Arquivado do original em 25 de maio de 2014 
  25. «Músicas mais tocadas em Salvador em 06/06». Crowley Broadcast Analysis Brasil. 7 de junho de 2013. Consultado em 9 de setembro de 2014 
  26. a b «Various ‎– Raiz de Todo Bem». Discogs. Consultado em 17 de março de 2017 
  27. a b c «Telma Alvarenga: 40 artistas cantam música de Saulo em vídeo de homenagem à axé music». Correio 24 Horas. Consultado em 17 de março de 2017 
  28. «Homenagem aos 30 anos do Axé Music esquece Claudia Leitte e Bell Marques». Aratu Online. Consultado em 17 de março de 2017 
  29. «Claudia Leitte é esquecida de clipe comemorativo dos 30 anos do axé music». Varela Notícias. Consultado em 17 de março de 2017 
  30. «Ivete Sangalo, Xanddy e Daniela Mercury gravam clipe para 30 anos de axé music». UOL. Consultado em 17 de março de 2017 
  31. «Vídeo homenageia 30 anos do Axé Music sem Cláudia e Bell». UOL. Consultado em 17 de março de 2017 
  32. «Netinho fala sobre período internado: 'Vi a morte de perto muitas vezes'». Globo. Consultado em 17 de março de 2017 
  33. «Sem Bell e Cláudia Leitte, é lançado clipe em comemoração aos 30 anos do Axé». Bahia Notícias. Consultado em 17 de março de 2017 
  34. «Salvador comemora 30 anos de axé neste Carnaval». O Povo. Consultado em 17 de março de 2017 
  35. «Clipe da Prefeitura em homenagem ao Axé deixa Claudia Leitte e Bell de fora». Bocão News. Consultado em 17 de março de 2017 
  36. «Vídeo comemora os 30 anos do axé». Portal Sucesso. Consultado em 17 de março de 2017 
  37. «Músicas mais tocadas em Salvador em 12/01/2015 até 18/01/2015». Crowley Broadcast Analysis Brasil. 7 de junho de 2013. Consultado em 9 de setembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]