Carla Cristina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carla Cristina
Informação geral
Nome completo Carla Cristina
Nascimento 2 de maio de 1977 (40 anos)
Origem Salvador, BA
País  Brasil
Gênero(s)
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1997–presente
Gravadora(s) Universal (2003–05)
Atração (2005–06)
Afiliação(ões)

Carla Cristina (Salvador, 2 de maio de 1977) é uma cantora brasileira. Carla se tornou conhecida como vocalista da banda As Meninas, onde ficou entre 1997 e 2002.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carla Cristina nasceu em Salvador, no estado da Bahia. Desde a infância se interessava pela música e sonhava em cantar no Carnaval em trios elétricos, mas foi apenas aos 12 anos que começou a cantar em bares e festivais por toda Salvador. Em 1993, aos 15 anos, subiu pela primeira vez em um trio elétrico como vocalista da Beer Banda. Em 1996, como vocalista da banda Papa Léguas, ganhou o troféu Dodô e Osmar de cantora revelação. Em 1997 junto com um grupo de amigas viria a formar a banda que à tornaria conhecida em todo Brasil.

1997–02: Carreira com As Meninas[editar | editar código-fonte]

Em 1997 Carla e oito amigas passaram a tocar juntas nas noites de Salvador, fazendo diversas apresentações em barzinhos e pequenos festivais, ainda como um grupo de forró. O grupo, conhecido apenas como As Meninas era composto por Carla nos vocais junto com Angélica e Cibele como backing vocals e dançarinas, Fernanda no baixo elétrico, Jujuba no saxofone e Ratinha, Titi e Dilmara como percussionistas, manuseando diversos instrumentos como tambor, bongô, ganzá e chocalho, o grupo lançou naquele mesmo ano seu primeiro disco As Meninas no Forró. Na ocasião, ainda não tinha contrato com uma grande gravadora, o disco foi lançado apenas no nordeste do país. Em 1999 a banda entra no circuito da axé music e assina com a Universal Music para seu lançamento nacional. Após uma reformulação de sonoridade e visual, é lançado o disco Xibom Bombom em 15 de maio de 1999, vendendo em torno de 400 mil cópias[1] e atingindo o disco de ouro. A faixa título, "Xibom Bombom", alcançou o primeiro lugar nas rádios brasileiras e recebeu diversos covers de artistas como Márcia Freire, Cheiro de Amor (na época, comandada por Carla Visi), Ivete Sangalo e Margareth Menezes na época. Logo após a canção "Feijão com Arroz" é liberada como single, sendo uma homenagem à comemoração de aniversário do de 50 anos do trio elétrico. Pouco antes do Carnaval de 2000 é lançada a canção "Samba da Nega Maluca", que se torna um dos maiores sucessos daquele ano.[2]

Em 11 de dezembro de 2000 lançam o disco Tapa Aqui, Descobre Ali[3], vendendo em torno de 100 mil cópias. O álbum trouxe como tema do Carnaval de 2001 a faixa-titulo "Tapa Aqui, Descobre Ali", novamente fazendo uma brincadeira com a cultura popular mesclado à problemas socio-economicos. A canção atingiu o primeiro lugar nas rádios brasileiras, repetindo o bom desempenho do disco anterior. Posteriormente a faixa "Clube das Meninas" foi liberasda como segundo single, onde eram apresentadas as integrantes na composição, e por fim "Dança do Esquisito". Em 10 de fevereiro de 2002 é lançado o último disco do grupo, Loucas Por Você, embalado pelos singles "Largadinho e "Balanço da Roseira". O disco foi lançado em meio à conturbadas discussões entre os empresários e Carla Cristina, que cobrava uma maior liberdade para as garotas tomarem suas próprias decisões e não serem manipuladas. No final daquele ano, o contrato da vocalista com o grupo chega ao fim e, por decisão de ambos não é renovado. No final daquele ano Carla deixa o grupo em direção à carreira solo, amparada pela Universal Music.

2003–presente: Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Em 2003 Carla Cristina lança seu primeiro álbum de estúdio pela Universal Music, Brasileira, onde ganhou destaque com as canções "Quero Brincadeira" e "Grades do Coração". Em 1 de dezembro de 2005 faz uma homenagem à Bahia com o disco Coisas do Axé - Ao Vivo, seu primeiro registro ao vivo desde o início da carreira em 1997. Após o carnaval de 2008, a cantora se junta à banda Tribahia para assumir os vocais no álbum A Tribo, trabalho que veio à ser realizado até 2009. No mesmo ano retoma a carreira solo com o lançamento do álbum promocional auto-intutilado Carla Cristina, em 19 de novembro daquele ano.[4] O disco, inspirado nas composições de Baby Consuelo, ganhou destaque nas canções "Brasileira", "Telúrica" e "Hit Descarado". Em 4 de maio de 2012 lança a canção "Vai Viver Sem Mim", composta e produzida por Djobson Show.[5] Em 2013 passou a apresentar o programa Bom D+, na Record Bahia, ficando até o final de 2015.[6]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
Brasileira[7]
Carla Cristina[4][8]
  • Lançamento: 19 de novembro de 2009
  • Formatos: CD
  • Gravadora: Quero Produções
Como por Encanto[9]
  • Lançamento: 5 de fevereiro de 2015
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Independente
#Forróadois[10]
(com Léo Macedo)
  • Lançamento: 11 de março de 2016
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Independente

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
Coisas do Axé: Uma Homenagem ao Carnaval da Bahia[11]
  • Lançamento: 1 de dezembro de 2005
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Atração Records

Singles[editar | editar código-fonte]

Título Ano Álbum
"Grades do Coração"[12] 2003 Brasileira
"Alegria da Cidade"[12]
"Querendo Paz"[13] 2005 Coisas do Axé
"A Tribo"[14]
(com Tribahia)
2008 Não incluso em nenhum álbum
"Balança Ê"[15] 2009 Carla Cristina
"Telúrica"[16]
"Hit Descarado"[17] 2011
"Vai Viver Sem Mim"[18] 2012 Como Por Encanto
"Como Por Encanto"[19] 2013

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Título Ano Outro(s) artista(s) Álbum
"O Bêbado e a Equilibrista" 2001 Carlinhos 7 Cordas Um Barzinho, Um Violão - Ao Vivo[20]
"Charme do Mundo" 2002 Um Barzinho, Um Violão - Ao Vivo 2[21]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Cargo
2012–15 Bom D+[6] Apresentadora

Referências

  1. «As Meninas Biografia». Letras. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  2. «Grupo As Meninas». O Nordeste. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  3. «As Meninas -Tapa Aqui, Descobre Ali». iTunes. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  4. a b «Carla Cristina grava CD inspirada em Baby Consuelo». Bahia Notícias. Consultado em 28 de maio de 2011 
  5. «Carla Cristina divulga nova música via Twitter». Blog do Sertão. Hung Medien. Consultado em 28 de maio de 2011 
  6. a b «Carla Cristina não renova com Record Bahia e deixa 'Bom D+'». Bahia Notícias. Consultado em 28 de maio de 2011 
  7. «Carla Cristina - Brasileira». iTunes. Consultado em 28 de maio de 2011 
  8. «Carla Cristina - Carla Cristina». DG. Consultado em 28 de maio de 2011 
  9. «Carla Cristina - Como por Encanto». iTunes. Consultado em 28 de maio de 2011 
  10. «Léo Macedo e Carla Cristina - #Forróadois». iTunes. Consultado em 28 de maio de 2011 
  11. «Carla Cristina - Coisas do Axé: Uma Homenagem ao Carnaval da Bahia». Allmusic. Consultado em 28 de maio de 2011 
  12. a b «Carla Cristina - Singles». Mobo Genie. Consultado em 28 de maio de 2011 
  13. «Carla Cristina - Querendo Paz». Mobo Genie. Consultado em 28 de maio de 2011 
  14. «Tribahia sob novo comando». Carnatal. Consultado em 28 de maio de 2011 
  15. «Axé, pagode, afro e bloco de índio fazem a festa do circuito Osmar». A Tarde. Consultado em 28 de maio de 2011 
  16. «Carla Cristina comanda Baile do Hawaii no sábado». Carna. Consultado em 28 de maio de 2011 
  17. «Exclusivo: Entrevista com a cantora baiana Carla Cristina ex-xibom bom bom». Sul do Piauí. Consultado em 28 de maio de 2011 
  18. «Em carreira solo, ex-musa do "Xibom bombom", aposta em nova música». Sidney Rezende. Consultado em 28 de maio de 2011 
  19. «Carla Cristina lança clipe de nova música no BaVi deste domingo (21)». Varela Notícias. Consultado em 28 de maio de 2011 
  20. «Um Barzinho, Um Violão - Ao Vivo». Allmusic. Consultado em 28 de maio de 2011 
  21. «Um Barzinho, Um Violão - Ao Vivo 2». Allmusic. Consultado em 28 de maio de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]