As Meninas (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As Meninas
Informação geral
Origem Salvador, Bahia
País  Brasil
Gênero(s) Axé, Swingueira, Pagode baiano
Período em atividade 1997—2009
Gravadora(s) Universal Music (1997—2004)
Studio WR (2004—2007)
Influência(s) Cheiro de Amor, Banda Eva, Ivete Sangalo

As Meninas foi uma banda feminina baiana de axé pop e swingueira formada em 1997, sendo conhecidas também como As Meninas da Bahia. Originalmente o grupo teve como integrantes originais Carla Cristina nos vocais, Angélica e Cibele como backing vocals e dançarinas, Fernanda Barbosa na guitarra elétrica, Jujuba no saxofone e Ratinha, Titi e Dilmara como percussionistas, manuseando diversos instrumentos como tambor, bongô, ganzá e chocalho.[1] Em 2002 com a saída de Carla Cristina, os vocais passaram para Flaviana Fernandes que deixou o grupo em 2007 junto com a maioria das integrantes. Em 2007 as integrantes originais Ratinha e Titi se juntam à nova vocalista do grupo, Taty Mell e às percussionistas Lenina e Nana, além das backing vocals Aline e Carol para a última formação do grupo, que durou apenas até 2009, quando o grupo se desfez definitivamente.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1997—2002: Carla Cristina e sucesso[editar | editar código-fonte]

O grupo formou-se em 1997 quando oito amigas passaram a tocar juntas nas noites de Salvador, capital da Bahia, fazendo diversas apresentações em barzinhos e pequenos festivais, ainda como um grupo de forró. Composto por Carla Cristina nos vocais, Angélica e Cibele como backing vocals e dançarinas, Fernanda na guitarra elétrica, Jujuba no saxofone e Ratinha, Titi e Dilmara como percussionistas, manuseando diversos instrumentos como tambor, bongô, ganzá e chocalho, o grupo lançou naquele mesmo ano seu primeiro disco As Meninas no Forró. Na ocasião, ainda não tinha contrato com uma grande gravadora, o disco foi lançado apenas no nordeste do país. Em 1999 a banda entra no circuito da axé music e assina com a Universal Music para seu lançamento nacional. Após uma reformulação de sonoridade e visual, é lançado o disco Xibom Bombom em 15 de maio de 1999, vendendo em torno de 400 mil cópias[3] e atingindo o disco de ouro. A faixa título, "Xibom Bombom", alcançou o primeiro lugar nas rádios brasileiras e recebeu diversos covers de artistas como Márcia Freire, Cheiro de Amor, Ivete Sangalo e Margareth Menezes na época. A música chegou a debutar na posição 4 das 100 músicas mais tocadas do ano de 2000 no Brasil. A música tinha uma letra politizada. Logo após a canção "Feijão com Arroz" é liberada como single, sendo uma homenagem à comemoração de aniversário do de 50 anos do trio elétrico. Pouco antes do Carnaval de 2000 é lançada a canção "Samba da Nega Maluca", que se torna um dos maiores sucessos daquele ano.[4]

Em 11 de dezembro de 2000 lançam o disco Tapa Aqui, Descobre Ali[5], vendendo em torno de 100 mil cópias. O álbum trouxe como tema do Carnaval de 2001 a faixa-titulo "Tapa Aqui, Descobre Ali", novamente fazendo uma brincadeira com a cultura popular mesclado à problemas socio-economicos. A canção atingiu o primeiro lugar nas rádios brasileiras, repetindo o bom desempenho do disco anterior. Posteriormente a faixa "Dança do Esquisito" foi liberasda como segundo single, e por fim "Babaca Mentiroso" e "Clube das Meninas", onde eram apresentadas as integrantes na composição. Em 10 de fevereiro de 2002 é lançado o último disco do grupo, Loucas Por Você, embalado pelos singles "Largadinho e "Diga Que Sim". O disco foi lançado em meio à conturbadas discussões entre os empresários e Carla Cristina, que cobrava uma maior liberdade para as garotas tomarem suas próprias decisões e não serem manipuladas. No final daquele ano, o contrato da vocalista com o grupo chega ao fim e, por decisão de ambos não é renovado. No final daquele ano Carla deixa o grupo em direção à carreira solo, amparada pela Universal Music.

2003—2007: Flaviana Fernandes e reformulação[editar | editar código-fonte]

Em 2003, após diversos testes realizados pelos empresários do grupo em Salvador, a cantora Flaviana Fernandes torna-se a nova vocalista do grupo[6],juntando-se às outras integrantes do grupo em diversos shows pelo país. Em 10 de janeiro de 2004 é lançado o primeiro álbum ao vivo do grupo e também o primeiro trabalho oficial com a nova formação, intitulado Tá Ficando Sério - Ao Vivo. O disco trouxe como tema do Carnaval daquele ano a faixa "Tá Faltando Homem", que logo entrou para as dez mais tocadas nas rádios brasileiras. O segundo single lançado foi a faixa-título "Tá Ficando Sério", que trouxe a participação de Xanddy, vocalista da banda de axé music Harmonia do Samba. Em 2005 a Universal Music rompe o contrato com o grupo devido às baixas vendas do último álbum, concluindo que a nova formação não havia rendido bons frutos em Carla Cristina. Em 20 de novembro do mesmo ano chega às lojas o quinto álbum de estúdio do grupo, intitulado Simpatia Pra Curar Homem Valente, pela gravadora Studio WR Records. O álbum trouxe como primeira música de trabalho a faixa-título "Simpatia das Meninas (Simpatia Pra Curar Homem Valente)" e, como segundo single, a canção "Coisinho". No início de 2007 Flaviana Fernandes deixa o grupo logo após o Carnaval.

2007—2009: Taty Mell e separação[editar | editar código-fonte]

No final de 2007 os empresários do grupo apostam em uma última tentativa com o grupo e selecionam a cantora Taty Mell para se tornar a nova vocalista do grupo. Na ocasião apenas Ratinha e Titi ainda permaneceram na percussão, sendo que todas as outras integrantes haviam deixado a banda. Junto com a nova vocalista, passaram a fazer parte do grupo Nana e Leninha na percussão e Carol e Aline como backing vocals. Em fevereiro de 2007 é lançada a canção "Sem Você" para o Carnaval daquele ano. Dois anos depois, em 2009, sem novas canções o grupo se separou definitivamente.[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com posições nas paradas selecionadas e certificações
Ano Álbum Melhores posições Vendas Certificações
BRA
Top 20

[7]
BRA
Top 30
1997 As Meninas no Forró
  • Lançamento: 1997
  • Formatos: CD
  • Gravadora: Independente
1999 Xibom Bombom 1 1 Brasil: 250.000 Brasil ABPD: Platina
2000 Tapa Aqui, Descobre Ali 3 4 Brasil: 150.000 Brasil ABPD Ouro
2002 Loucas Por Você 7 9 Brasil: 50.000[3] Brasil ABPD Ouro
2005 Simpatia Pra Curar Homem Valente Brasil: 40.000 Brasil ABPD Ouro
2007 O Show Brasil: 40.000 Brasil ABPD Ouro
"—" denota álbuns que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com posições nas paradas selecionadas e certificações
Ano Álbum Melhores posições Vendas Certificações
BRA
Top 20

[7]
BRA
Top 30
2004 Tá Ficando Sério - Ao Vivo 10 14
  • Brasil: 20.000
"—" denota álbuns que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com posições nas paradas selecionadas e certificações
Ano Álbum Melhores posições Vendas Certificações
BRA
Top 20

[7]
BRA
Top 30
2004 Tá Faltando Homem
"—" denota álbuns que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Singles[editar | editar código-fonte]

Lista de singles, com posições nas paradas selecionadas
Ano Single Posições Álbum Vocalista
BRA
Hot 100
ARG
[8]
1999 "Xibom Bombom" 1 30 Xibom Bombom Carla Cristina
"Feijão com Arroz" 9
2000 "Samba da Nega Maluca" 3
"Tá Ficando Sério" 15
"Tapa Aqui, Descobre Ali" 1 Tapa Aqui, Descobre Ali
2001 "Esquisito (Dança do Esquisito)" 16
"Clube das Meninas" 25
"Babaca Mentiroso" 50
2002 "Largadinho" 5 Loucas Por Você
"Diga Que Sim" 36
2004 "Tá Faltando Homem" 35 Tá Ficando Sério - Ao Vivo Flaviana Fernandes
"Com Carinho" Tá Faltando Homem
2005 "Simpatia das Meninas" Simpatia Pra Curar Homem Valente
2006 "Coisinho"
2007 "Sem Você" O Show Taty Mell
"—" denota singles que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Carla Cristina (vocais) (1997—2002)
  • Cibele (backing vocal) (1997—2005)
  • Fernanda (guitarra elétrica) (1997—2005)
  • Jujuba (saxofone) (1997—2007)
  • Angélica (backing vocal) (1997—2007)
  • Ratinha (percussão) (1997—2009)
  • Titi (percussão) (1997—2009)
  • Dilmara (percussão) (1997—2005)
  • Flaviana Fernandes (voz) (2003—2007)
  • Taty Mell (voz) (2007—2009)
  • Nana (percussão) (2007—2009)
  • Leninha (percussão) (2007—2009)
  • Carol (backing vocal) (2007—2009)
  • Aline (backing vocal) (2007—2009)

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. «As Meninas Biografia». Dicionário Cravo Albin. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  2. «As Meninas meninas fazem sucesso também em Portugal». Ripe-espectaculos. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  3. a b c «As Meninas Biografia». Letras. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  4. «Grupo As Meninas». O Nordeste. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  5. «As Meninas -Tapa Aqui, Descobre Ali». iTunes. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  6. «As Meninas em 2004». Carnasite. Consultado em 26 de janeiro de 2011 
  7. a b c «ABPD: Notícias sobre pontuação de As Meninas no Brasil». CD - TOP 20 Semanal ABPD. Hung Medien. Consultado em 28 de maio de 2011 
  8. «Argentina Charts - As Meninas». Top 40 Charts. Consultado em 28 de maio de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]