Felipe Pezzoni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Felipe Pezzoni
Informação geral
Nascimento 9 de setembro de 1984 (33 anos)
Local de nascimento Salvador, Bahia
 Brasil
Gênero(s) Axé, pop
Instrumento(s) voz, violão, guitarra e percussão
Período em atividade 2004-
Afiliação(ões) Banda Eva, Mil Verões, Colher de Pau

Felipe Pezzoni (Salvador, 9 de setembro de 1984) é o atual cantor da Banda Eva, sucedeu o cantor Saulo Fernandes após sua saída no Carnaval de Salvador de 2013 para seguir a carreira solo. Antes de entrar no Eva, Felipe Pezzoni, foi vocalista da Banda Colher de Pau, Banda Capitão Axé e da Banda Mil Verões que antecedeu à sua entrada na Banda Eva. [1][2][3][4]

O baiano  começou a ter contato com a música muito cedo, porque seu pai sempre teve muitos instrumentos de percussão em casa e tocava por hobby. Ele foi experimentando e gostando desse universo. Aos 13 anos começou tocando percussão na banda de um amigo, depois substituiu o cantor em outra banda aos 15 anos e de lá pra cá nunca mais parou de cantar. Quando terminou o ensino médio, três anos depois, Felipe recebeu o convite para cantar na banda de forró Melaço de Cana e emendou na Colher de Pau, também de forró. Tempos depois ele foi convidado para cantar na Orquestra Brasileira de Axé – OBA, o que pra ele foi uma experiência bastante enriquecedora. Durante quatro anos Felipe cantou na banda baiana Capitão Axé, quando teve a oportunidade de abrir grandes eventos em todo o País. Já no final dessa etapa começou a surgir o desejo de fazer um trabalho autoral e foi aí que nasceu a Mil Verões, já em parceria com o tecladista Marcelinho Oliveira.[5]

Referências

Precedido por
Saulo Fernandes
Cantor da Banda Eva
2013 a atualidade
Sucedido por
-
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.