Revolta do Monte Sagrado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Revolta do Monte Sagrado em gravura de B. Barloccini (1849).

Na Roma Antiga, a plebe não tinha acesso a magistraturas e, revoltada com o arbítrio dos magistrados patrícios, em 494 a.C. saiu da cidade e se dirigiu ao monte Sagrado, com o objetivo de fundar ali uma nova cidade. Essa revolta foi denominada Revolta do Monte Sagrado ou Primeira Secessão da Plebe (em latim: Secessio plebis).

Como sua participação na economia e no exército de Roma era de extrema importância, os patrícios resolvem transigir, e a plebe retornou, após obter a criação de duas magistraturas plebeias: o tribunato e a edilidade da plebe.

Ícone de esboço Este artigo sobre Roma Antiga e o Império Romano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.