The Silver Chair

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Silver Chair
O Trono de Prata (PT)
A Cadeira de Prata (BR)
Autor (es) C.S. Lewis
Idioma Inglês
País Reino Unido Reino Unido
Género Fantasia, Ficção
Série As Crônicas de Nárnia
Ilustrador Pauline Baynes
Editora Geoffrey Bles
Lançamento 1953
Páginas 202
Edição portuguesa
Editora Presença
Edição brasileira
Tradução Paulo Mendes Campos
Editora Martins Fontes
Cronologia
Último
Último
A Viagem do Peregrino da Alvorada
(ordem cronológica e de publicação)
A Última Batalha (ordem cronológica)
O Cavalo e seu Menino (ordem de publicação)
Próximo
Próximo

The Silver Chair (A Cadeira de Prata (título no Brasil) ou O Trono de Prata (título em Portugal)) é um livro infanto-juvenil do escritor britânico C.S. Lewis publicado em 1953. É o quarto livro da série As Crônicas de Nárnia a ser publicado, mas é o sexto na ordem sugerida de leitura.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

É o primeiro livro por ordem de publicação que não conta com a presença de qualquer dos irmãos Pevensie. Neste livro está narrada somente a volta de Eustáquio até Nárnia na companhia de sua amiga Jill Pole. Desta vez eles conseguem ir até Nárnia através de um velho portão nos fundos da escola onde estudavam.

Eles chegam em Nárnia 70 anos depois da aventura vivida em A Viagem do Peregrino da Alvorada, quando o rei Caspian já era muito idoso e estava em busca de seu filho, o príncipe Rilian, perdido nas terras ao norte de Nárnia. Jill estava encarregada por Aslam de se lembrar dos sinais que indicariam o que fazer para conseguir resgatar o príncipe, mas já chegam perdendo o primeiro sinal.

Como Caspian havia proibido as buscas ao seu filho, os meninos tiveram que iniciar uma aventura por conta própria, ajudados pelo pessimista paulama Brejeiro. Seguiram pelas terras do norte, habitadas por gigantes, quase virando refeição deles.

Por final, conseguem libertar o príncipe ao se lembrarem do último sinal, que indicaria que o verdadeiro príncipe juraria "em nome de Aslam". Ele estava preso nas terras do mundo interior (habitado pelos terrícolas) onde a Feiticeira Verde conspirava em usá-lo para conquistar Nárnia. O príncipe Rilian conseguiu voltar a Nárnia a tempo de ver o seu pai, que já está idoso e à beira da morte.

Eustáquio e Jill ainda voltariam mais uma última vez para Nárnia, como é narrado em A Última Batalha.

Os sinais[editar | editar código-fonte]

Ao falar com Jill, Aslam lhe deu instruções para encontrar o príncipe perdido:

"(...) Estes são os sinais pelos quais hei de guiá-la na sua busca:

Primeiro: logo que Eustáquio colocar os pés em Nárnia, encontrará um velho e grande amigo. Deve cumprimentar logo esse amigo; se o fizer, vocês dois terão uma grande ajuda.
Segundo: vocês devem viajar para longe de Nárnia, para o Norte, até encontrar a cidade em ruínas dos gigantes.
Terceiro: encontrarão uma inscrição numa pedra da cidade em ruínas, devendo proceder como ordena a inscrição.
Quarto: reconhecerão o príncipe perdido (caso o encontrem), pois será a primeira pessoa em toda a viagem a pedir alguma coisa em meu nome, em nome de Aslam."
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Capítulos[editar | editar código-fonte]

Brasil - Editora Martins Fontes Ltda.
  • 01 - Atrás do Ginásio
  • 02 - A Missão de Jill
  • 03 - A Viagem do Rei
  • 04 - Uma Reunião de Corujas
  • 05 - Brejeiro
  • 06 - As Terras Agrestes do Norte
  • 07 - A Colina dos Fossos Estranhos
  • 08 - A Casa de Harfang
  • 09 - Uma Descoberta Que Valeu a Pena
  • 10 - Viagem Sem Sol
  • 11 - No Castelo Escuro
  • 12 - A Rainha do Submundo
  • 13 - O Submundo Sem Rainha
  • 14 - O Fundo do Mundo
  • 15 - O Desaparecimento de Jill
  • 16 - Remate de Males
Inglaterra - HarperCollins Publishers Ltd.
  • 01 - Behind the Gym
  • 02 - Jill is Given a Task
  • 03 - The Sailing of the King
  • 04 - A Parliament of Owls
  • 05 - Puddleglum
  • 06 - The Wild Waste Lands of the North
  • 07 - The Hill of the Strange Trenches
  • 08 - The House of Harfang
  • 09 - How They Discovered Something Worth Knowing
  • 10 - Travels Without the Sun
  • 11 - In the Dark Castle
  • 12 - The Queen of Underland
  • 13 - Underland Without the Queen
  • 14 - The Bottom of the World
  • 15 - The Disappearance of Jill
  • 16 - The Healing of Harms

Temas cristãos[editar | editar código-fonte]

Esse livro guarda uma semelhança com a parábola do semeador, contada por Jesus no Novo Testamento da Bíblia. Jill encontra Aslam logo na sua chegada em Nárnia, e ele a faz guardar para si alguns objetivos a serem cumpridos durante sua jornada, os quais ela acaba por não cumprir por esquecimento, com exceção do último.

Fato semelhante acontece na vida dos cristãos, que guardam para si vários objetivos a cumprir justamente por serem cristãos; mas por estarem sufocados pela vida diária, acabam por descumprir ou esquecer vários deles.

Nesta crônica ainda podemos perceber como a Feiticeira Verde cega e domina o príncipe, tal como Satanás faz o mesmo com as pessoas, ao colocar cargos de poder e de luxo para cegar o coração dos homens.

Adaptação cinematográfica[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, a Walden Media pretendia produzir The Magician's Nephew como o próximo filme da série, mas o contrato da mesma com os herdeiros de C.S. Lewis expirou, e portanto, não teria mais direitos aquisitivos exclusivos para qualquer mais filmes de Nárnia. Um próximo filme de Nárnia ficaria em espera durante um tempo indeterminado.

Em 1 de outubro de 2013, a C.S. Lewis Company anunciou que entrou em acordo com a The Mark Gordon Company para, juntos, desenvolverem e produzirem The Chronicles of Narnia: The Silver Chair (As Crônicas de Nárnia: A Cadeira de Prata no Brasil ou As Crónicas de Nárnia: O Trono de Prata em Portugal), seguindo então a ordem de publicação da série e não mais produzindo The Magician's Nephew. Mark Gordon e Douglas Gresham, junto com Vincent Sieber, diretor da C.S. Lewis Company de Los Angeles, vão servir como os produtores e irão trabalhar com a The Mark Gordon Company para desenvolverem o script.


Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: A Cadeira de Prata
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.