Virose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo virose designa qualquer doença causada por um vírus. [1] Os médicos costumam se referir a viroses para infecções auto-limitadas sem complicação como resfriados, mas o termo também se aplica também a doenças graves como AIDS e até mesmo algumas formas de câncer induzidos por vírus. [2]

Tipos por vírus[editar | editar código-fonte]

Tipo Família Transmissão [3] Doenças [3] Tratamento específico[3] Prevenção [3] Diagnóstico confirmatório [3]
Adenovirus[4] Adenoviridae
  • Secreções no ar
  • Fecal-oral (água e alimentos infectados)
  • Sexual
  • Contato com olhos
  • Vacina
  • Lavar mãos
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato com doentes
Alfavirus[5] Togaviridae

Em humanos e equinos causa:

Nenhum
  • Vacinar equinos
Arenavirus Arenaviridae
  • Inalar poeira com fezes de roedores selvagens
  • Vacina
  • Controle dos roedores
  • Usar máscara antes de limpar poeira
Astrovirus Astroviridae
  • Fecal-oral (água e alimentos infectados)
  • Contato direto
Nenhum
  • Vacina
  • Lavar mãos
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato físico com doentes
BK virus[6] Polyomaviridae Provavelmente por:
  • Secreções
  • Urina
  • Vertical
Citarabina e reduzir imunossupressão
  • Desconhecido, é comum mesmo em países desenvolvidos e comunidades isoladas
Coronavirus[7] Coronaviridae
  • Secreções no ar
  • Contato físico com infectados
Nenhum
  • Lavar mãos
  • Cobrir boca ao tossir/espirrar
Coxsackievirus Picornaviridae
  • Fecal-oral (água e alimentos infectados)
  • Secreções no ar
  • Contato com lesões
Nenhum
  • Lavar mãos
  • Cobrir boca ao tossir/espirrar
  • Não tocar lesões
  • Lavar bem e cozinhar alimentos
  • Tratamento de água e esgoto
  • Cultura de células
  • ELISA
Chikungunya virus Togaviridae
  • Mosquito (Aedes) infectado
Nenhum
  • Controle dos mosquitos
  • Repelentes e telas contra insetos
Dengue virus Flaviviridae
  • Mosquito (Aedes) infectado
Nenhum
  • Controle dos mosquitos
  • Repelentes e telas contra insetos
  • ELISA indireto
Ebola virus Filoviridae
  • Secreções
  • Sangue
  • Contato ou consumo de porcos, morcegos, símios ou antílopes[8]
Imunoglobulinas
  • Vacina
  • Evitar contato com infectados
  • ELISA
  • PCR
  • Cultivo celular
Echovirus Picornaviridae
  • Fecal-Oral (água ou comida contaminada)
  • Saliva
  • Contato físico
  • Objetos infectados (fômites)
Pleconaril e imunoglobulina IV (em teste)
  • Lavar as mãos
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato físico com infectados
Flavivirus Flaviviridae
  • Mosquitos Culex ou carrapatos (depende da espécie)
  • Transplacentária
  • Leite materno
Nenhum
  • Controle dos mosquitos
  • Repelentes e telas contra insetos
  • Vacina (apenas para encefalite japonesa e do carrapato)
Hantavirus Bunyaviridae
  • Fecal-Oral (água ou alimentos contaminados)
  • Mordida de roedores
  • Contato com doentes (apenas subtipo Andes virus)
Nenhum
  • Controle de roedores
  • Armazenar alimentos adequadamente
  • Tratamento de água e esgoto
  • Evitar contato com infectados
Herpes simplex virus tipo 1 Herpesviridae
  • Contato direto
  • Saliva
  • Evitar tocar infectados
  • Camisinha
Herpes simplex virus tipo 2 Herpesviridae
  • Sexual
  • Parto
  • Evitar tocar infectados
  • Camisinha
Herpesvirus tipo 3 ou Vírus do herpes-zoster Herpesviridae
  • Toque
  • Secreções
  • Vacina
  • Imunoglobulinas
  • Cultura celular
  • ELISA
Herpesvirus tipo 4 ou

Epstein-Barr virus

Herpesviridae
  • Saliva
Nenhum
  • Evitar contato com infectados
Herpesvirus tipo 5 ou

Citomegalovirus

Herpesviridae
  • Secreções
  • Vertical
  • Lavar mãos
  • Não compartilhar talheres ou copos
  • Usar camisinha
PCR
Herpesvirus tipo 6 e 7

ou Roseola virus

Herpesviridae
  • Secreções
  • Tocar lesões
  • Lavar mãos
  • Não compartilhar talheres ou copos
ELISA
Herpesvirus tipo 8 Herpesviridae
  • Secreções
  • Sexual
Apenas experimentais
  • Evitar contato com lesões
  • Camisinha
  • PCR
  • ELISA
HIV ou vírus da imunodeficiência humana Retroviridae
  • Sexual
  • Sangue
  • Parto natural
  • Leite materno
Antirretrovirais
  • Antirretrovirais
  • Camisinha e lubrificantes
  • Cesariana
  • Não compartilhar objetos cortantes/perfurantes
Influenza virus Orthomyxoviridae
  • Secreções

(se tratados com aspirina)

  • Vacina
  • Higiene pessoal
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato com infectados
JC virus Polyomaviridae
  • Fecal-oral (água ou alimentos contaminados)
  • Urina[9]
Nenhum
  • Desconhecida, é comum mesmo em países desenvolvidos
  • Microscopia de biópsia
  • ELISA indireto
  • Radio Imunoensaio
  • PCR de LCR ou urina
Molluscum contagiosum virus ou vírus do molusco contagioso Poxviridae
  • Contato físico direto ou objetos infectados
  • Lavar as mãos
  • Cobrir as erupções cutâneas
  • Não compartilhar roupas e toalhas
  • Evitar contato físico com infectados
Norovírus ou Norwalk virus Caliciviridae
  • Fecal-Oral (água ou comida contaminada)
  • Contato físico
Nenhum
  • Lavar as mãos
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato físico com infectados
Papilomavírus humano Papillomaviridae
  • Toque
  • Sexual
  • Parto
  • Vacina
  • Evitar tocar lesões
  • Camisinha
  • Inspeção visual
  • ELISA
  • PCR
Parvovirus ou Eritrovírus B19 Parvoviridae
  • Fecal-oral (água ou alimentos contaminados)
Nenhum
  • Lavar as mãos
Rabies virus, Vírus da raiva Rhabdoviridae
  • Mordida de mamíferos (cachorros, gatos, morcegos, macacos...)
Profilaxia pós-infecção
  • Vacinar animais
  • Proteger-se contra animais selvagens
  • Limpar feridas com antisséptico
Rinovírus[10] Picornaviridae
  • Secreções no ar
  • Contato direto
  • Lavar as mãos
  • Cobrir a boca ao tossir/espirrar
  • Evitar contato físico com infectados
  • PCR
  • Cultura celular
Rotavírus Reoviridae
  • Fecal-oral (água ou alimentos contaminados)
Nenhum
  • Vacina
  • Tratamento de água e esgoto
  • Higiene pessoal
ELISA de amostra fecal
Parainfluenza virus Paramyxoviridae
  • Secreções
Nenhum
  • Higiene pessoal
  • Cobrir boca ao espirrar/tossir
ELISA
Poliovírus Picornaviridae
  • Fecal-oral
Nenhum
  • Vacina
  • Lavar alimentos
  • Tratamento de água/esgoto
ELISA
Vírus da caxumba Paramyxoviridae
  • Secreções
Nenhum
  • Vacina
  • Evitar contato com infectados
  • ELISA
  • Neutralização
  • Hemaglutinação
Vírus da hepatite A Picornaviridae
  • Fecal-oral
Imunoglobulina (profilaxia pós-contato)
  • Vacina
  • Lavar bem alimentos
  • Tratamento de água e esgoto
*ELISA
  • PCR
Vírus da hepatite B Hepadnaviridae
  • Secreções
  • Sexual
  • Sangue
  • Vacina
  • Imunoglobulinas (profilaxia perinatal ou pós-infecção)
  • Não compartilhar objetos cortantes/perfurantes
  • Camisinha
Vírus da hepatite C Flaviviridae
  • Sangue
  • Sexual
  • Não compartilhar objetos cortantes/perfurantes
  • Camisinha
  • ELISA
  • PCR
Vírus da hepatite D Viroide
  • Sexual
  • Sangue
  • Parto natural
Vírus da hepatite E Caliciviridae
  • Fecal-Oral

Em grávidas:

  • Lavar bem alimentos
  • Cozinhar alimentos
  • Tratamento de água e esgoto
Vírus linfotrópico da célula humana (HTLV) Retroviridae
  • Sangue
  • Sexual
  • Leite materno
  • Vertical

(Mielopatia associada ao HTLV-1)

  • Camisinha
  • Substituto do leite materno
  • Não compartilhar objetos cortantes/perfurantes
Vírus da rubéola Togaviridae
  • Secreções
Nenhum
  • Vacina
  • Evitar contato com infectados
  • ELISA
Vírus do sarampo Paramyxoviridae
  • Secreções
Nenhum
  • Vacina
  • Evitar tocar infectados
Vírus sincicial respiratório Paramyxoviridae
  • Secreções
  • Toque
Ribavirina
  • Higiene pessoal
  • Evitar contato com infectados
  • Palivizumab
  • Cobrir a boca ao espirrar/tossir

Doenças virais[editar | editar código-fonte]

Fases da replicação de um vírus dentro da célula (em espanhol)
Gastrointestinal

Os seguintes vírus causam diarreia principalmente em crianças[12] :

Erupções cutâneas (Exantemas) virais[12]
Respiratórios[13]
Cardiovascular[14]
Neurológicas
Câncer[12]
Imunológicos

Dois retrovírus humanos:

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

Existem muitos tipos vírus, a maioria pode ser detectado com pelo menos 3 métodos dos seguintes:

O método diagnóstico mais eficiência e econômico depende do vírus a ser investigado. A Microscopia eletrônica e PCR detectam quase todos, mas são muito caros e exigem equipamentos complexos, por isso outras técnicas tem preferência quando possíveis. ELISA e hemaglutinação são muito usados por serem baratos, mas não são os mais sensíveis. Uma segunda técnica mais sensível, porém mais cara, pode ser usada para confirmar ou refutar o diagnóstico.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Muitas viroses ainda não tem tratamentos específicos e muitas das drogas antivirais disponíveis causam fortes efeitos colaterais ou são pouco efetivas. Por outro lado, muitas viroses são autolimitadas, isto é, desaparecem espontaneamente. Assim o tratamento de viroses frequentemente é sintomático: tratar desidratação com soro fisiológico, tratar a dor, febre e mal estar com anti-inflamatórios não-esteroides(AINEs).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências