Engenheiro agrônomo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Brazil.svgGnome-globe.svg
Esta página ou seção está redigida sob uma perspectiva principalmente brasileira e pode não representar uma visão mundial do assunto.
Por favor aperfeiçoe este artigo ou discuta este caso na página de discussão.

O engenheiro agrônomo é um profissional com formação de ensino superior. Seu campo de atuação é vasto, abrangendo áreas como: fitotecnia, zootecnia, solos, engenharia rural, meio ambiente entre outras. Para atuar no Brasil, o profissional deve ser registrado no CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA ARQUITETURA E AGRONOMIA - CREA. O dia do engenheiro agrônomo é comemorado no dia 12 de outubro devido à primeira regulamentação da profissão, que aconteceu em 12 de outubro de 1933.

Atribuições Profissionais Específicas do Engenheiro Agrônomo segundo a Legislação Brasileira[editar | editar código-fonte]

Do art 5, da Resolução 218 de 29 de junho de 1973 , do CONFEA , sem prejuízo das Previstas no Decreto Federal n 23.196 de 12/10/33.[1]

Atividade de Agronomia[editar | editar código-fonte]

(…) Ressalta-se que a agronomia tem ampla diversidade de atribuições, respeitados os limites do artigo 5 da Resolução 218. Além dos trabalhos mais óbvios da profissão, como os ligados à agricultura geral, zootecnia, horticultura, fruticultura, grandes culturas, solos, mecanização e construções rurais, são também atribuições do engenheiro agrônomo os trabalhos profissionais de planejamento, assistência técnica, consultoria, análise de viabilidade técnica e econômica, perícia, ensino, pesquisa e extensão relacionados às atividades acima citadas, assim como a armazéns e armazenagem, tecnologia de alimentos, irrigação e drenagem, ecologia, dendrometria, inventário florestal, estudos e avaliação de espécies animais e vegetais, formação, recuperação, e manejo de pastagens e alimentação e reprodução de animais, melhoramento genético de plantas e animais.

Entretanto, é preciso reconhecer que outras profissões têm atribuições em áreas de sombreamento com a agronomia, quais sejam: engenharia agrícola, civil, florestal, de alimentos, zootecnia, veterinária, agrimensura, economia, administração, biologia, geografia, meteorologia, etc… [2]

Referências

  1. Retirado das carteira profissional (CREA) de Engenheiro Agrônomo
  2. Retirado da página 61 do livro PERÍCIA AGRONÔMICA: ELEMENTOS BÁSICOS; escrito pelo Engenheiro Agrônomo Eliezer Furtado de Carvalho e editado pela Gráfica e Editora Vieira, da cidade de Goiânia-GO