Fábio de Melo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Fábio de Melo, SCJ
Presbítero da Igreja Católica
Missionário
Padre Fábio cantando.
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 15 de dezembro de 2001
Dados Pessoais
Nascimento 03 de abril de 1971 (43 anos)
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo
Padre Fábio de Melo
Informação geral
Nome completo Fábio José de Melo Silva
Nascimento 3 de abril de 1971 (43 anos)
Origem Formiga
País  Brasil
Gênero(s) Música católica, Religioso
Instrumento(s) vocal
violão
Período em atividade 1997 - atual
Gravadora(s) Sony Music, Som Livre, Canção Nova, Paulinas e LGK Music
Página oficial Padre Fábio de Melo

Fábio José de Melo Silva, mais conhecido como Padre Fábio de Melo (Formiga, MG, 3 de abril de 1971), é um sacerdote católico, artista, escritor, professor universitário e apresentador brasileiro, pertencente originalmente à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. Atua na Diocese de Taubaté no interior do Estado de São Paulo. Como cantor, gravou oito discos pela gravadora católica Paulinas-COMEP, um pela gravadora Canção Nova, um projeto independente (Tom de Minas). Seu primeiro disco por uma gravadora secular, Vida, foi lançado pela LGK Music e pela Som Livre, com quem continua gravando, já tendo lançado mais dois discos (Iluminar e Eu e o tempo - CD e DVD) até o fim do ano de 2009. Ao todo, Fábio de Melo já vendeu mais de 2 milhões de cópias de CDs (1,8 milhão apenas na Som Livre), além de 500 mil livros. Como professor universitário, lecionou teologia na Faculdade Dehoniana de Taubaté. Atualmente apresenta o programa Direção Espiritual transmitido pela TV Canção Nova todas as quartas-feiras às 22h, com reprises aos sàbados às 20h e na madrugada de segunda 1h da manhã.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Padre Fábio José de Melo Silva nasceu na cidade de Formiga (Minas Gerais), no dia 3 de abril de 1971. Tornou-se nacionalmente conhecido por seu trabalho como comunicador: sua obra compõe-se de 6 livros publicados e também de 11 CDs que, juntos, venderam mais de 1,8 milhão de unidades. Mestre em antropologia teológica, foi ordenado em 2001 e atua na diocese de Taubaté, interior de São Paulo. Ele é o caçula dos oito filhos do pedreiro Dorinato Bias Silva e da dona-de-casa Ana Maria de Melo Silva.

O sacerdócio[editar | editar código-fonte]

Após 18 anos de formação e estudos em seminários, com fase final sendo frater no seminario São Judas Tadeu de Terra Boa - Pr, no dia 15 de Dezembro de 2001, em sua cidade natal, na Igreja Matriz de São Vicente Ferrer, foi ordenado sacerdote pela oração consecratória da Igreja e imposição das mãos do Arcebispo Metropolitano de Palmas, Tocantins, Dom Alberto Taveira Corrêa.

O padre Maurício Leão teve grande influência na sua vida de seminarista, levando-o para o seminário de Lavras. Em sua vida sacerdotal, tem como referência os padres Zezinho, Joãozinho e Léo Tarcísio.

Padre Fábio de Melo fez o primeiro grau na Escola Estadual Abílio Machado, em Formiga (MG), e o segundo grau no colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Lavras (MG). Formou-se em Teologia na Faculdade Dehoniana de Taubaté, com diploma emitido pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e em Filosofia na Fundação Educacional de Brusque, em Santa Catarina.

Fez pós-graduação em educação no Rio de Janeiro e mestrado em Belo Horizonte, junto aos jesuítas, no Instituto Santo Inácio – ISI (FAJE: Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia).

Em seguida, retornou a Taubaté, para lecionar na área de Teologia Fundamental e Sistemática, na mesma faculdade em que havia se formado.

A poesia e a música[editar | editar código-fonte]

Fábio em um concerto em 2011.

Tendo como referencial o Padre Zezinho, scj, precursor dos padres cantores desde a década de 1960, padre Fábio de Melo lançou seu primeiro CD, em 1997, com o título "De Deus um cantador".

Em seguida "Saudades do Céu", com a participação de diversos artistas católicos, reunindo os cantores de sua congregação, como padre Zezinho e padre Joãozinho, incluídos no CD "Canta coração", um tributo ao Sagrado Coração de Jesus.

Ao receber a ordenação diaconal, compõe "As estações da vida", que viria a ser a música de abertura de suas apresentações ao vivo, especialmente depois do lançamento do DVD Eu e o Tempo. Já ordenado padre, em 2003, traz ao mercado o seu mais novo trabalho, "Marcas do eterno".

No ano de 2004, envereda por um projeto independente, o disco "Tom de Minas", de conteúdo autoral, que homenageia nomes e lugares de seu estado natal: Minas Gerais, contando com a participação do cantor e compositor popular Paulinho Pedra Azul, do qual resulta um show na capital, Belo Horizonte, com o nome "Minas e Outros Tons". Reportagem;

O retorno aos temas ligados a sua formação, fazem parte do CD Humano Demais em 2005, que contém canções de sua autoria e de outros compositores da música católica.

Em 2006, celebrando seus 10 anos de atuação na música católica, decide-se por um trabalho que inclui além de algumas de suas composições, diversas conhecidas canções "sertanjeas", numa homenagem a suas origens e a seu pai, que também cantava e tocava viola caipira.

O CD de 2007, Filho do Céu, primeiro fora das Paulinas e agora pela Canção Nova, fala de vivencias pessoais e daqueles que se foram, como o Padre Léo Tarcisio, seu formador, durante o seminário e grande amigo e do cantor e compositor Robson Jr., dos Cantores de Deus e seu melhor amigo, ambos mortos na mesma época, vítimas de câncer. Lançado no mesmo ano, o CD Enredos do Meu Povo Simples retoma a ideia já experimentada em "Zé Da Silva", com canções sertanejas, apresentando as que ficaram fora do outro projeto.

No ano de 2008 o padre Fábio de Melo lançou seu primeiro CD pela gravadora Som Livre - "Vida" - trabalho que o tornou conhecido nacionalmente, através das diversas participações em programas na TV aberta. Dando continuidade ao seu trabalho de evangelização através dos meios de comunicação social lançou em 2009 o CD "Iluminar" e pouco tempo depois "Eu e o Tempo".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de inéditas[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao Vivo[editar | editar código-fonte]

DVDs[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Projetos Paralelos[editar | editar código-fonte]

  • 2007
    • Enredados ao Vivo Vol. 1 - Enredados Brasil (Adriana, Ziza Fernandes, Pe. Fábio de Melo, Dunga, Martin Valverde e Migueli) (Solo Sagrado Produções e Eventos)
    • Enredados ao Vivo Vol. 2 - Enredados Brasil (Solo Sagrado Produções e Eventos)
    • DVD Enredados ao Vivo - Enredados Brasil (Solo Sagrado Produções e Eventos)

Participações em CD[editar | editar código-fonte]

Participações em DVD[editar | editar código-fonte]

  • 2007
    • - Adriana Ao Vivo - Adriana - (faixa 12 - "Humano Amor de Deus");
  • 2010
    • - Raízes ao Vivo - Daniel - (faixa 11 - "Só o amor");
    • - Roupa Nova - 30 anos - Roupa Nova - (faixa 11 - "A Paz");
  • 2011
    • Em Santidade - (Ministério Adoração e Vida) - ( Faixa 9 - "A esperança chegando" )

Livros[editar | editar código-fonte]

  • 2006 - Tempo: saudades e esquecimentos - Paulinas-COMEP - ISBN 853560989X
  • 2007 - Amigo: somos muitos, mesmo sendo dois - Editora Gente - ISBN 978-85-7312-584-9
  • 2008 - Quem Me Roubou de Mim? - Canção Nova - ISBN 97-885-7677098-5
  • 2008 - Mulheres de aço e de flores - Gente - ISBN 97-885-7312610-5
  • 2008 - Quando o sofrimento bate a sua porta - Canção Nova - ISBN 97-885-7677122-7
  • 2009 - Cartas entre Amigos - sobre medos contemporaneos, com Gabriel Chalita - Ediouro - ISBN 97-885-6030302-1
  • 2009 - Mulheres Cheias de Graça - Ediouro - ISBN 9788500330223
  • 2010 - Cartas entre Amigos - sobre ganhar e perder, com Gabriel Chalita - [Editora Globo] - ISBN 8525048402
  • 2011 - " O verso e a cena - [Editora globo]
  • 2011 - Tempo de Esperas - Editora Planeta
  • 2012 - "Orfandades - o destino das ausências" - Editora Planeta
  • 2014 - O Discípulo da Madrugada - Editora Planeta

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2009 -
    • I Troféu Louvemos o Senhor:
      • Melhor Interprete Masculino de 2008
      • Destaque do Ano de 2008
  • 2010 -
  • II Troféu Louvemos o Senhor:
    • Melhor Interprete Masculino de 2009
    • Destaque do Ano de 2009
    • Melhor Compositor de 2009
    • Melhor Música de 2009 Para Santa Missa por "Incendeia minha alma" - Compositores: Rogério e Júlio Cesar
    • Melhor Música do Ano por "Tudo é do Pai" - Compositor: Frederico Cruz

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências