Daniel (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Junho de 2008). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Daniel
Daniel 2010.jpg
Informação geral
Nome completo José Daniel Camillo
Também conhecido(a) como Daniel
Nascimento 9 de setembro de 1968 (46 anos)
Origem Brotas,  São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo
Período em atividade 1983 - presente
Gravadora(s) Chantecler/Continental (divisão da Warner Music Brasil)
Página oficial http://www.daniel.art.br

José Daniel Camillo (Brotas, 9 de setembro de 1968), mais conhecido como Daniel, é um cantor de música sertaneja e ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Daniel começou tocando com o pai e aos cinco anos já começava a tocar violão,[1] depois passou a participar de festivais da região, onde conheceu João Paulo (José Henrique dos Reis). A dupla lutou durante muitos anos e não desanimou. Foram diversos discos de ouro e platina e no oitavo disco, a marca de um milhão de cópias foi batida. O primeiro disco da dupla foi lançado em 1985. A partir daí, a dupla começou uma busca intensa e incessante pelo sucesso, divulgando o trabalho nas rádios e nas cidades do interior paulista. Porém o mercado fonográfico nacional só começou mesmo a aceitar a dupla, que sofreu inclusive o preconceito racial, em 1992, sendo o primeiro sucesso creditado a canção Desejo de Amar. Outros sucessos vieram, como a moda caipira "Dia de Visita" e a a balada "Só dá você na minha vida". Em 1996, com o lançamento de João Paulo & Daniel Vol. 7, a dupla finalmente se consagrou. O CD trazia a canção romântica Estou Apaixonado, versão para Estoy Enamorado, de Donato e Estefano, que estourou nas rádios e na TV, como tema da novela global Explode Coração. Outra canção da dupla entrou na trilha da novela O Rei do Gado, a toada caipira Pirilume. Nesse trabalho outros sucessos consolidaram a dupla como uma das mais promissoras do país, como as românticas Minha Estrela Perdida e Não Precisa Perdão.

Em 1997, o destino, porém, separou os amigos no auge da carreira, João Paulo faleceu num acidente de automóvel na rodovia dos Bandeirantes, viajando de São Paulo para a sua cidade natal, Brotas. A dupla acabara de lançar o Volume 8; que viria a ser o seu último trabalho, com sucessos já marcantes, como a versão Te Amo Cada Vez Mais, uma das baladas mais tocadas no ano de 1998 em rádios por todo o Brasil. No ano seguinte, Daniel seguiu a carreira solo, lançando em 1998 seu primeiro trabalho, que leva o seu nome. Neste trabalho foram apresentadas as canções Adoro Amar Você, Me Guardo pra Você e Pra Falar Verdade. No mesmo ano, ele apresenta o extinto Planeta Xuxa, durante a licença-maternidade de Xuxa. Com uma mistura do sertanejo tradicional e do romantismo, Daniel abocanhou novos fãs, além de manter os fiéis, os antigos e tradicionais sertanejos. São 17 álbuns de carreira solo, quatro DVD's e prêmios de melhor cantor (como os Troféus Imprensa de 2008 e Melhores do Ano de 2002,2003 e 2004.) No ano de 2000, Daniel estreou o projeto "Daniel Futebol Clube", projeto que durou nove anos, levando jogos beneficentes por todo o Brasil. Além deste projeto, desde 1999 o cantor é padrinho do projeto AACD, que atende crianças portadoras de deficiência. Daniel realizou um sonho da dupla, gravou três CDs intitulados Meu Reino Encantando, interpretando músicas clássicas sertanejas, ao lado de grandes nomes do gênero, como: Almir Sater, Pena Branca, Chitãozinho & Xororó e Milionário & José Rico.

Em 2009, gravou o remake do filme O Menino da Porteira ao lado de Vanessa Giacomo, filme que levou mais de meio milhão de pessoas ao cinema. Com a trilha sonora do filme, Daniel recebeu o Grammy Latino. Foi também o responsável pela restauração e reforma do Cine São José, da sua cidade natal, Brotas. Daniel foi convidado por Benedito Ruy Barbosa e aceitou interpretar o peão Zé Camilo na novela Paraíso, seu primeiro papel em uma novela da Globo, no ano de 2009. Além da novela, o cantor participou do especial do Roberto Carlos, cantando as canções "Quando quero falar com Deus" e "Estou Apaixonado". Em 2010 Daniel desfez sua parceria com Hamilton Régis Policastro. O cantor assinou pela gravadora Som Livre e lançou o trabalho Raízes e a canção "Tenho que Sonhar". No segundo semestre de 2010 o cantor Daniel emplacou a canção Disparada na trilha sonora da novela Araguaia da Rede Globo de Televisão, inclusive cantando a canção em um dos capítulos da trama, no início de 2011. No final de 2010, o cantor Daniel organizou seu primeiro Cruzeiro, entre os dias 16 e 19 de dezembro, sendo sucesso absoluto de vendas e crítica. Em setembro de 2011, Daniel lança o seu novo CD, gravado pela Sony Music, "Pra ser Feliz". O CD tem algumas canções inéditas, e regravação de alguns sucessos como: "Do Fundo do meu Coração" de Roberto Carlos em parceria com Erasmo Carlos. O CD também contém a regravação "Eu Amo Amar Você" e o sucesso "Tá no Coração" primeiro single do novo trabalho. Em 2012, passa a ser jurado do The Voice Brasil, junto de Claudia Leitte, Carlinhos Brown e Lulu Santos. [2] [3]

Em 2013, a convite do diretor musical Mariozinho Rocha, gravou o tema de abertura da novela Amor à Vida. A canção, Maravida, é de autoria de Gonzaguinha.[4]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de novembro de 2009 nasceu a primeira filha encantadora do cantor Daniel: Lara, fruto da relação de mais de cinco anos com Aline de Pádua e concretizando o casamento no dia 12 de maio de 2010, em uma cerimônia fechada em Jundiaí, cidade do interior de São Paulo. No dia 09 de janeiro de 2012 nasceu sua segunda filha, Luiza[5] .

Futebol[editar | editar código-fonte]

O cantor Daniel possui a equipe Daniel Futebol Clube, que cruza o Brasil realizando partidas amistosas onde a renda é revertida para entidades assistenciais do município que realiza o evento. A equipe é formada pelo cantor e seus amigos, já disputou mais de 150 partidas desde sua fundação, em 19 de abril de 2000.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão e Filmes
Ano Título Papel
2012-presente The Voice Brasil ele mesmo (Técnico)
2010 Araguaia ele mesmo
2009 Paraíso Zé Camillo
2009 O Menino da Porteira Diogo
2005 América ele mesmo
2003 Didi, o Cupido Trapalhão Romeu
1999 Xuxa Requebra Felipe Macedo
1998 Planeta Xuxa Apresentador

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Daniel - Discografia Dicionário Cravo Albin. Visitado em 1-5-2010.
  2. Jurados começam a formar seus times na estreia do ‘The Voice Brasil’ (em português) O Globo (23 de setembro de 2012). Visitado em 24 de setembro de 2012.
  3. "The Voice Brasil" começa com show dos jurados e spoiler no Twitter (em português) Televisão UOL (23 de setembro de 2012). Visitado em 24 de setembro de 2012.
  4. Flávio Ricco (14 de maio de 2013). Daniel vai cantar Gonzaguinha na abertura de nova novela Uol. Visitado em 15 de maio de 2013.
  5. http://ego.globo.com/famosos/noticia/2012/01/nasce-filha-de-daniel.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Daniel (cantor)