Tiago Leifert

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde outubro de 2012). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde outubro de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Tiago Leifert
Nome completo Tiago Rodrigues de Leifert
Nascimento 22 de maio de 1980 (34 anos)
São Paulo, São Paulo
 Brasil
Nacionalidade Brasil brasileiro
Cônjuge Daiana Garbin (2012[1] -)
Ocupação Jornalista e apresentador de televisão

Tiago Rodrigues de Leifert[2] (São Paulo, 22 de maio de 1980) é um jornalista e apresentador brasileiro. É filho de Gilberto Leifert, diretor de relações com o mercado da Rede Globo.[3] [4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tiago Leifert iniciou a carreira como repórter do tradicional "Desafio ao Galo", programa dedicado ao futebol de várzea. Formou-se em Jornalismo e Psicologia pela Universidade de Miami e foi trainee no Jornalismo da rede norte-americana NBC. Começou a trabalhar na Rede Globo apresentando o Pro Rad em 2006 e matérias relacionadas a videogame no Esporte Espetacular. Cobriu a rodada do futebol brasileiro em 2008, os Jogos Panamericanos do Rio de Janeiro (2007) e os Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim. Anteriormente, em 2004 e 2005, havia trabalhado como editor e apresentador do Vanguarda Mix, programa de entretenimento jovem na TV Vanguarda, retransmissora da Rede Globo para o Vale do Paraíba, ao lado de Geovanna Tominaga.

Em janeiro de 2009, passou a ser o novo editor-chefe e apresentador do Globo Esporte para São Paulo, quando introduziu um novo formato, permitindo-se dispensar o uso de teleprompter, o TP, recurso empregado pelo jornalismo que permite a leitura do texto previamente redigido sem desviar o olhar da câmera. Tornaram-se marcas registradas do programa a espontaneidade, os bordões e quadros bem humorados, como, por exemplo com os atacantes Pedrão do Grêmio Recreativo Barueri, atual Grêmio Prudente, Nei Paraiba do Guarani, Val Baiano (a quem homenageou com um funk ao vivo), do Flamengo.

Leifert também abriu espaço para videogames e em algumas edições do programa desafia (ou é desafiado) a jogar (na maioria das vezes FIFA Soccer, do qual é o atual narrador oficial em português brasileiro, com comentários de Caio Ribeiro.

Em 2010, para a Copa do Mundo, na África do Sul, Leifert desenvolveu o formato de um novo programa, a Central da Copa, do qual se tornou editor e apresentador, caracterizado pela espontaneidade e presença de convidados no estúdio. No dia 15 de junho, quando a campanha "Cala a boca, Galvão [Bueno]" estava "bombando" na internet, Leifert surpreendeu a audiência ao provocar o assunto em entrevista com o próprio Galvão.[5]

Alguns prêmios conquistados pelo jornalista: em 2009, "Revelação", conferido pela Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP); "Melhor Apresentador de Televisão Aberta", conferido pela Associação Paulista dos Críticos de Arte em 2010, 2011, 2012, e 2013; em 2010, o "Prêmio Comunique-se de Jornalista de Esportes/Midia Eletronica". Em 2011, Leifert ganhou o prêmio "Melhores do Ano/Jornalista", no Domingão do Faustão da Rede Globo, concorrendo com Fátima Bernardes e William Bonner; prêmio de "Melhor Apresentador", conferido pela Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo (ACEESP) e "Destaque Jornalista Esportivo" do Prêmio Extra de Televisão, promovido pelo jornal Extra (RJ), por escolha dos leitores e internautas.

A convite do diretor Boninho, Tiago apresentou as edições 2012 e 2013 do The Voice Brasil[6] , da Rede Globo. Em 2013, Carlinhos Brown e Daniel cantavam "Amor I love You" e Leifert foi convidado a interpretar excerto de "O Primo Basílio", de Eça de Queiróz, contido na letra da canção composta por Carlinhos Brown e Marisa Monte: "Tinha suspirado… tinha beijado o papel devotamente…"[7] , Casou-se com a jornalista Daiana Garbin em 17 de novembro de 2012, em São Paulo. Eles namoravam desde dezembro de 2010.[8]

Em 2013, Tiago Leifert apresentou o documentário da trajetória do Corinthians na Copa Libertadores da América e Copa do Mundo de Clubes da FIFA, cujo título é E O Mundo Enlouqueceu.[9]

Referências

  1. se casa com jornalista da Globo em São Paulo
  2. "Menino de Ouro", Pablo Miyazawa, Rolling Stone número 44, maio de 2010, Editora Spring, págs. 88-92
  3. Carolina Salvatore. . "O futebol moleque de Tiago Leifert". Revista Época. Página visitada em 9 de Junho de 2010.
  4. Fabíola Reipert. Coluna Zapping. Folha.com]. Página visitada em 9 de Junho de 2010.
  5. http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/2010/06/galvao-bueno-se-diverte-com-o-movimento-que-ganhou-internet.html
  6. http://tvg.globo.com/programas/the-voice-brasil/
  7. "Tiago Leifert surpreende e canta ‘Amor I Love You’ com Carlinhos Brown e Daniel"
  8. 'Chorei mais que todo mundo', diz Tiago Leifert após casamento. ego.globo.com.
  9. Lançamento: DVD “Corinthians – E o Mundo Enlouqueceu”. Globo Marcas (7 de junho de 2013). Página visitada em 10 de julho de 2013.


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.