Tadeu Schmidt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tadeu Schmidt
Nascimento Natal, RN
Ocupação Jornalista
Nacionalidade  brasileiro

Emanuel Tadeu Bezerra Schmidt (Natal, 18 de julho de 1974) é um jornalista e apresentador de televisão brasileiro.[1] Atualmente trabalha na Rede Globo, como apresentador do Fantástico.

É irmão de Oscar Schmidt, o maior ídolo do basquete brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Natal, no Rio Grande do Norte, o jornalista iniciou a carreira em 1997, na TV Globo, em Brasília. Em 2000, passou a integrar a equipe de esportes da TV Globo no Rio de Janeiro. Nos anos seguintes, participou de coberturas importantes, como a da Fórmula 1 e da Copa do Mundo de 2006.Em outubro de 2011, ele ganhou o prêmio de Melhor Jornalista Esportivo de Televisão do site Comunique-se, que a cada ano indica os grandes profissionais do País na sua respectiva área. A premiação reuniu neste ano 27 profissionais, entre eles quatro novos integrantes da galeria Mestres do Jornalismo: André Trigueiro, Ernesto Paglia, Mônica Bergamo e Tadeu Schmidt. Em 2010, Schmidt já havia recebido o prêmio da Revista Quem[2] [3]

É irmão do ex-jogador da seleção brasileira de basquete Oscar Schmidt, mas praticou vôlei na adolescência e integrou a seleção infanto juvenil brasileira. Hoje, o jornalista joga tênis diariamente com seus amigos no Rio de Janeiro.

Como grande usuário de redes sociais, Tadeu costuma dedicar alguns minutos por dia para interagir com os seus fãs no Twitter. São mais de 50.000 seguidores que acompanham seu estilo irreverente no universo digital.

Em 2005 tornou-se apresentador do bloco de esportes do Bom Dia Brasil, onde criou uma nova forma bem humorada e leve de apresentar os gols da rodada e as notícias do esporte, que o acompanha até hoje no Fantástico.

Foi um dos âncoras da cobertura da emissora nos Jogos Olímpicos de Pequim. Teve passagens pelo Esporte Espetacular e pelo Globo Esporte.

Em 2007, Tadeu recebeu a tarefa da direção do Fantástico de criar um novo formato para a apresentação dos gols da rodada no Domingo. O que se pretendia na época era permitir a toda família acompanhar a exibição dos gols, e não apenas os fãs de futebol. Era necessário ter uma dose de improvisação, brincadeira e bom senso jornalístico.

A nova linguagem adotada por Tadeu se encaixou perfeitamente nesses conceitos, e ele conseguiu atrair a atenção do público. Desde então, ele implantou algumas novidades como a música escolhida pelo jogador que marcar três gols numa única partida na rodada do domingo. “Na verdade, é um formato sem formato. Nós temos liberdade, por exemplo, para começar com o fato mais curioso em vez de dar logo o jogo mais importante”, explica.

Essa nova forma de apresentar os gols leva Tadeu a chegar no domingo por volta das 15h na redação do Fantástico para acompanhar os jogos. As partidas terminam 20h10 e as matérias têm que entrar no ar antes das 23h. “Seria tempo suficiente se o objetivo fosse mostrar só o factual. Mas para fazer matérias elaboradas, com uma edição caprichada, usando recursos de arte gráfica, é uma loucura. Às vezes corro, literalmente, pelos corredores da emissora”.

Outra jogada de craque de Tadeu foi criar o quadro Bola Cheia e Bola Murcha, que mostra os melhores lances e furadas das peladas pelo Brasil. “O Fantástico já tinha um espaço para o telespectador mandar vídeos. Então, sugeri esse quadro. O Bola Cheia e Bola Murcha cria uma grande identificação com o público. É o meu grande xodó”, revela.

Antes de entrar para o Fantástico, Tadeu já tinha passado pelas bancadas do Esporte Espetacular, Globo Esporte, Bom Dia Brasil e do programa Espaço Aberto, da Globo News.

Em 30 de julho de 2011, Schmidt fez dupla com a apresentadora Fernanda Lima na apresentação do sorteio das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro. A dupla conduziu a cerimônia ao lado dos executivos da Fifa, de autoridades brasileiras, em especial a presidenta Dilma Rousseff, para uma audiência estimada de 500 milhões de pessoas no planeta.

"Cala a boca, Tadeu Schmidt!"[editar | editar código-fonte]

Em uma coletiva no dia 20 de junho de 2010, o técnico da seleção brasileira, Dunga se desentendeu com Alexandre Escobar, colega de trabalho de Schmidt[4] . Schmidt então, em editorial produzido pela emissora e exibido no Jornal Nacional, criticou a atitude de Dunga no "Fantástico" dizendo:

Cquote1.svg O técnico Dunga, no comando da seleção há quase quatro anos, não apresenta nas entrevistas comportamento compatível com a imagem de alguém tão vitorioso no esporte. Com frequência usa frases grosseiras e irônicas. Hoje depois de uma vitória incontestável mais uma vez foi assim. Um comportamento incompatível com a posição que ocupa no comando da seleção. O que precisa ficar claro em mais este episódio, é que torcemos muito para que a seleção chegue à conquista de mais um título mundial. E que a preocupação do jornalismo da Rede Globo sempre foi a de levar a melhor informação a você telespectador. Independentemente de quem esteja no comando. Cquote2.svg
Schmidt em seu editorial para o Fantástico


O editorial desencadeou revolta entre os torcedores brasileiros, criando mais uma brincadeira com o nome "Cala Boca Tadeu Schmidt", mais uma vez no Twitter assim como seu predecessor[5] . A campanha se tornou trending topic mundial no dia 21[6] ultrapassando sua antecessora em citações[7] . Mais uma vez confundindo usuários internacionais se a campanha se trata de mais um projeto para salvar algum animal[8] . Alguns usuários começaram a dizer que se trata de uma espécie de macaco[9] .

Referências

  1. Biografia de Tadeu Schmidt
  2. Revista Quem
  3. Tadeu Schmidt: Bola cheia na Copa!<Revista Contigo>Acesso em 15 de abril de 2012.
  4. Estadão (20 de junho de 2010). Título não preenchido, favor adicionar. Visitado em 22 de junho de 2010.
  5. Crítica a Dunga leva 'Cala boca Tadeu Schmidt' ao topo no Twitter O reporter (22 de junho de 2010). Visitado em 22 de junho de 2010.
  6. “Cala boca Tadeu Schmidt” nos tópicos mais falados do Twitter Agência JB (21 de junho de 2010). Visitado em 22 de junho de 2010.
  7. "Cala boca, Tadeu Schmidt" supera "Cala Boca, Galvão" no Twitter mundial Folha.com (21 de junho de 2010). Visitado em 22 de junho de 2010.
  8. Vinicius Aguiari (21 de junho de 2010). ´Cala Boca Tadeu Schmidt´ é o assunto mais comentado do Twitter Exame. Visitado em 22 de junho de 2010.
  9. 'Cala boca Tadeu Schmidt' é o assunto mais comentado do mundo no Twitter R7 Entretenimento (21 de junho de 2010). Visitado em 22 de junho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.