Glória Maria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glória Maria
Glória Maria
Nascimento 15 de agosto de 1949 (64 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Jornalista, repórter e apresentadora de TV
Página oficial
Página oficial

Glória Maria Matta da Silva (Rio de Janeiro, 15 de agosto de 1949) é uma jornalista, repórter e apresentadora brasileira de TV[1] [2] .

Biografia

Carreira

Formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), Glória começou a trabalhar na área durante os anos 70, durante o Governo Médici. Glória já passou pelas apresentações de vários programas jornalísticos da Globo como RJTV e Fantástico – o qual apresentou de 1998 a 2007, quando pediu uma licença de dois anos.

Glória tornou-se conhecida pelas reportagens especiais e viagens a lugares exóticos que fez – como uma viagem pelo deserto do Saara ou ao percorrer o caminho de Cristo desde Israel até o Egito, dentre outras. Glória cobriu também a Guerra das Malvinas, em 1982. Por ter viajado para mais de cento e vinte países ao longo da carreira, Glória possui já mais de dez passaportes preenchidos. Glória também já entrevistou várias pessoas famosas; dentre essas estão Freddie Mercury, Madonna e Michael Jackson.

Durante os anos 90 e os anos 2000, além das grandes reportagens e viagens, Glória Maria tornou-se apresentadora do Fantástico, fazendo muito sucesso com o público e sendo a primeira negra a apresentar um programa na Rede Globo. Em 2008, Glória Maria pediu afastamento de todas as suas funções para repensar sua vida e por isso se afastou da televisão por dois anos.

Em janeiro de 2010, Glória se reuniu com os diretores de jornalismo da Globo e foi decidido então que ela seria repórter especial do programa Globo Repórter, o qual até hoje integra e o qual algumas vezes co-apresenta ao lado de Sérgio Chapelin.

Vida pessoal

Glória gosta de estudar Cabala[3] .

Glória já teve relacionamentos com vários estrangeiros: namorou por oito anos o engenheiro austríaco Hans Bernhard, o francês Eric Auguin (de 1985 a 1991), o empresário português Frederico Fragoso e o sueco Martin Stenmarck[4] .

Em outubro de 2003, Glória contou à revista Quem que, cinco anos antes, se casara em segredo, em uma cerimônia discreta. Apesar de ter desmentido os boatos de que sempre fora solteira, ela não revelou quem era o parceiro nem se continuava junto com ele.

Em junho de 2009, Glória adotou as meninas soteropolitanas Maria e Laura, as quais conheceu durante visitas à Organização de Auxílio Fraterno (OAF) do bairro de Caixa d'Água[5] .

Referências

  1. Glória Maria: A trajetória de sucesso em 34 anos de carreira. O Globo. Página visitada em 16 de março de 2014.
  2. Glória Maria (em português). iG. Página visitada em 16 de março de 2014.
  3. [1]. sosni.com.br. Página visitada em 8 de abril de 2012.[ligação inativa]
  4. Reportagens. revistaquem.globo.com. Página visitada em 8 de abril de 2012.
  5. Glória Maria se tornou mãe e em dose dupla. www.45graus.com.br. Página visitada em 8 de abril de 2012.

Ligações externas

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Glória Maria