Fernanda Young

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fernanda Young
Fernanda Young em entrevista na cidade de Belém, durante a edição de 2010 da Feira do Livro.
Nome completo Fernanda Maria Young de Carvalho Machado
Nascimento 1 de maio de 1970 (43 anos)
Niterói, RJ
Nacionalidade Brasil Brasileira
Cônjuge Alexandre Machado
Ocupação escritora, roteirista e apresentadora de televisão
Página oficial Página pessoal

Fernanda Maria Young de Carvalho Machado (Niterói, 1 de maio de 1970) é uma escritora, atriz, roteirista e apresentadora de televisão brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua formação literária foi em parte constituída durante a travessia da baía de Guanabara em barcas ou ônibus.[1] Dedicou-se aos livros na busca de aperfeiçoamento, influências e distração. Interrompeu os estudos após a conclusão do ensino fundamental, posteriormente concluindo o médio por meio de um supletivo de seis meses. Frequentou a faculdade de Letras da Universidade Federal Fluminense, sem chegar a se formar. Ainda viria a cursar Jornalismo na Faculdade Hélio Alonso e, depois de mudar-se para São Paulo e iniciar sua carreira de escritora, virar aluna de Rádio & Televisão na FAAP, mas não terminaria nenhum dos cursos. Fernanda teria jurado nunca mais pisar em um campus universitário após as experiências.

Em 1995, foi roteirista do programa televisivo A Comédia da Vida Privada, da Rede Globo. No ano seguinte, Fernanda lançou seu primeiro romance, Vergonha dos Pés, que já tem mais de 15 edições. No ano seguinte, lançou À Sombra de Vossas Asas, que conta a história de amor, obsessão e vingança entre o fotógrafo Rigel (que reaparece no livro Aritmética) e da aspirante-a-top-model Catarina, que teve os direitos comprados por uma produtora de Hollywood interessada em fazer um filme da história.

A princípio, os livros de Fernanda conseguiram boa exposição na mídia devido à sua persona peculiar, suas declarações controversas, sua obsessão com cultura pop e seu visual, construído por cabelos geralmente curtos, grandes tatuagens e, por algum tempo, ostensivas pulseiras de baquelite das décadas de 1920 a 1950.

Em 1998 lançou o romance Carta para Alguém Bem Perto, seguido pelo criticado As Pessoas dos Livros (2000). Em 2001, após o lançamento de seu quarto romance, O Efeito Urano, Fernanda retomou a carreira de roteirista de televisão, com Os Normais. O seriado seria exibido durante dois anos na Rede Globo e culminaria em um longa-metragem, lançado em 2003. Fernanda também participaria dos roteiros do quadro Supersincero (2005), no programa Fantástico, e do seriado Minha Nada Mole Vida, em 2006.

Entre 2002 e 2003, Young co-apresentou, ao lado de Rita Lee, Mônica Waldvogel e Marisa Orth, o programa feminino Saia Justa no canal a cabo GNT. Seus próximos livros, o romance Aritmética e a coletânea poética Dor do Amor Romântico, sairiam, respectivamente, em 2004 e 2005. Escreveu uma coluna mensal na revista Claudia. Apresentou no canal GNT o programa Irritando Fernanda Young, programa de entrevistas com celebridades entre 2006 a 2010. Em maio de 2012, estreia no GNT o programa Confissões do Apocalipse, seguindo a linha de entrevistas com pessoas conhecidas, porém tendo como pano de fundo a previsão maia acerca do fim do mundo, em 21 de dezembro de 2012, data de sua ultima exibição.

Foi duas vezes indicada ao Emmy Internacional de melhor comédia, pelos seriados "Separação?!" (Rede Globo, 2010) e "Como Aproveitar o Fim do Mundo"(Rede Globo, 2012)

É casada com o roteirista e escritor Alexandre Machado, com quem teve as gêmeas Cecília Madonna e Estela May. Tem dois filhos adotivos, Catarina Lakshimi, nascida em 10 de novembro de 2008, e John Gopala, nascido em 21 de julho de 2009.

Fernanda Young posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, lançada em novembro de 2009.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Vergonha dos Pés - Ed. Ediouro
  • 1997 - A Sombra das Vossas Asas - Ed. Objetiva
  • 1998 - Cartas para Alguém Bem Perto - Ed. Objetiva
  • 2000 - As Pessoas dos Livros - Ed. Objetiva
  • 2001 - O Efeito Urano - Ed. Objetiva
  • 2004 - Aritmética - Ed. Ediouro
  • 2005 - Dores do Amor Romântico (poesias) - Ed. Ediouro
  • 2005 - Melhores Momentos de Os Normais Ed. Objetiva
  • 2007 - Tudo que Você Não Soube - Ed. Ediouro
  • 2009 - O Pau - Ed. Rocco
  • 2012 - A Louca Debaixo Do Branco - Ed. Rocco

Televisão[editar | editar código-fonte]

Como atriz e apresentadora
Como roteirista

Cinema[editar | editar código-fonte]

Como roteirista

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernanda Young