Fernanda Young

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fernanda Young
Fernanda Young em entrevista na cidade de Belém, durante a edição de 2010 da Feira do Livro.
Nome completo Fernanda Maria Young de Carvalho Machado
Nascimento 1 de maio de 1970 (44 anos)
Niterói, RJ
Nacionalidade Brasil Brasileira
Cônjuge Alexandre Machado
Ocupação escritora, roteirista e apresentadora de televisão
Página oficial
Página pessoal

Fernanda Maria Young de Carvalho Machado (Niterói, 1 de maio de 1970) é uma escritora, atriz, roteirista e apresentadora de televisão brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua formação literária foi em parte constituída durante a travessia da baía de Guanabara em barcas ou ônibus.[1] Dedicou-se aos livros na busca de aperfeiçoamento, influências e distração. Interrompeu os estudos após a conclusão do ensino fundamental, posteriormente concluindo o médio por meio de um supletivo de seis meses. Frequentou a faculdade de Letras da Universidade Federal Fluminense, sem chegar a se formar. Ainda viria a cursar Jornalismo na Faculdade Hélio Alonso e, depois de mudar-se para São Paulo e iniciar sua carreira de escritora, virar aluna de Rádio & Televisão na FAAP, mas não terminaria nenhum dos cursos. Fernanda teria jurado nunca mais pisar em um campus universitário após as experiências.

Em 1995, foi roteirista do programa televisivo A Comédia da Vida Privada, da Rede Globo. No ano seguinte, Fernanda lançou seu primeiro romance, Vergonha dos Pés, que já tem mais de 15 edições. No ano seguinte, lançou À Sombra de Vossas Asas, que conta a história de amor, obsessão e vingança entre o fotógrafo Rigel (que reaparece no livro Aritmética) e da aspirante-a-top-model Catarina, que teve os direitos comprados por uma produtora de Hollywood interessada em fazer um filme da história.

A princípio, os livros de Fernanda conseguiram boa exposição na mídia devido à sua persona peculiar, suas declarações controversas, sua obsessão com cultura pop e seu visual, construído por cabelos geralmente curtos, grandes tatuagens e, por algum tempo, ostensivas pulseiras de baquelite das décadas de 1920 a 1950.

Em 1998 lançou o romance Carta para Alguém Bem Perto, seguido pelo criticado As Pessoas dos Livros (2000). Em 2001, após o lançamento de seu quarto romance, O Efeito Urano, Fernanda retomou a carreira de roteirista de televisão, com Os Normais. O seriado seria exibido durante dois anos na Rede Globo e culminaria em um longa-metragem, lançado em 2003. Fernanda também participaria dos roteiros do quadro Supersincero (2005), no programa Fantástico, e do seriado Minha Nada Mole Vida, em 2006.

Entre 2002 e 2003, Young co-apresentou, ao lado de Rita Lee, Mônica Waldvogel e Marisa Orth, o programa feminino Saia Justa no canal a cabo GNT. Seus próximos livros, o romance Aritmética e a coletânea poética Dor do Amor Romântico, sairiam, respectivamente, em 2004 e 2005. Escreveu uma coluna mensal na revista Claudia. Apresentou no canal GNT o programa Irritando Fernanda Young, programa de entrevistas com celebridades entre 2006 a 2010. Em maio de 2012, estreia no GNT o programa Confissões do Apocalipse, seguindo a linha de entrevistas com pessoas conhecidas, porém tendo como pano de fundo a previsão maia acerca do fim do mundo, em 21 de dezembro de 2012, data de sua ultima exibição.

Em 2013, escreve e atua como uma das protagonistas da serie Surtadas na Yoga, com 13 episódios na primeira temporada. A série conta a história de três mulheres que fazem yoga para não surtar. As "surtadas" Jessica (Fernanda Young), Ana Maria (Flávia Garrafa) e Marion (Anna Sophia Folch) não estão em busca de sexo e de homens. São solitárias, sim, gostariam de encontrar alguém, sim, mas estão mais preocupadas em sobreviver à loucura do mundo – e à loucura própria – com independência e a consciência tranquila. Devido ao sucesso e crescimento de 115% na audiência do GNT [2] em abril de 2014, a segunda temporada entrava no ar com mais 13 episódios.


Foi duas vezes indicada ao Emmy Internacional de melhor comédia, pelos seriados "Separação?!" (Rede Globo, 2010) e "Como Aproveitar o Fim do Mundo"(Rede Globo, 2012)

É casada com o roteirista e escritor Alexandre Machado, com quem teve as gêmeas Cecília Madonna e Estela May. Tem dois filhos adotivos, Catarina Lakshimi, nascida em 10 de novembro de 2008, e John Gopala, nascido em 21 de julho de 2009.

Fernanda Young posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, lançada em novembro de 2009.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 1996 - Vergonha dos Pés - Ed. Ediouro
  • 1997 - A Sombra das Vossas Asas - Ed. Objetiva
  • 1998 - Cartas para Alguém Bem Perto - Ed. Objetiva
  • 2000 - As Pessoas dos Livros - Ed. Objetiva
  • 2001 - O Efeito Urano - Ed. Objetiva
  • 2004 - Aritmética - Ed. Ediouro
  • 2005 - Dores do Amor Romântico (poesias) - Ed. Ediouro
  • 2005 - Melhores Momentos de Os Normais Ed. Objetiva
  • 2007 - Tudo que Você Não Soube - Ed. Ediouro
  • 2009 - O Pau - Ed. Rocco
  • 2012 - A Louca Debaixo Do Branco - Ed. Rocco

Televisão[editar | editar código-fonte]

Como atriz e apresentadora
Como roteirista

Cinema[editar | editar código-fonte]

Como roteirista

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Fernanda Young