Filipe Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Filipe Miguel Albuquerque
Filipe Miguel Albuquerque

Albuquerque a competir pela A1 Team Portugal no A1 Grand Prix of Nations na África do Sul em 2009.
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Origem Coimbra
País (Portugal)
Data de nascimento 13 de Junho de 1985 (29 anos)
DTM de 2011
Ano de estréia 2011
Equipe atual Audi Sport Team Rosberg
Outras competições
2007-2008
2007
2006
2005-06
2005
2005
Formula Renault 3.5 Series
GP2 Series
Formula Renault NEC
Formula Renault Eurocup
Formula Renault Germany
Spanish F3 Championship
Títulos
2006
2006
Formula Renault Eurocup
Formula Renault NEC
Prêmios
2006 Red Bull Junior of the Year
Sítio oficial Site oficial

Filipe Albuquerque (13 de Junho de 1985 - Coimbra, Portugal) é um piloto de automóvel português que compete actualmente pela categoria DTM.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sendo o mais novo de três irmãos, começou a sua carreira desportiva nos karts aos 10 anos precisamente pela mão dos irmãos Nuno e Pedro Couceiro. Nos karts venceu Campeonatos Nacionais, foi finalista do Europeu e ainda disputou Mundiais.

Em 2005, 10 anos depois de ter dado início à competição, é chamado para o projecto Red Bull Junior Team que visa a nível mundial formar jovens promessas do automobilismo em futuros pilotos de F1. Nesse mesmo ano e na época de estreia fora dos karts, participa em três Campeonatos em simultâneo: Campeonato Espanhol de Fórmula 3 (6º lugar e melhor estreante); Fórmula Renault 2.0 Eurocup (5º lugar e melhor estreante); Campeonato Alemão de Fórmula Renault 2.0 (3º lugar e melhor estreante).

2006 viria a ser o ano de consagração, tendo sido reconhecido um pouco por toda a Europa, mas muito em particular em Portugal, quando aos 21 anos e sob a alçada da Red Bull Junior Team, vence o Campeonato Europeu de Fórmula Renault 2.0 e o Norte Europeu de Fórmula Renault 2.0.

Albuquerque competindo pela Epsilon Euskadi em Donington Park em 2007

O Jornal Autosport atribui-lhe o Prémio para Melhor Piloto Português de Ano. É ainda eleito o melhor piloto da Red Bull Junior Team que era composta por 18 pilotos a nível mundial. Com estas conquistas, a Red Bull reforça o seu apoio e em 2007 coloca-o a competir na World Series by Renault, terminando a temporada no quarto lugar da geral, depois de ter estado até à última corrida a lutar pelo título. Foi o melhor piloto estreante na categoria.

Foi convidado pela Red Bull para fazer demonstrações de rua aos comandos dos carros de F1 daquela marca de bebidas energéticas na Venezuela, Colômbia e Estónia. No dia em que comemorou 22 anos, fez o seu primeiro teste oficial aos comandos do F1 da Toro Rosso. Efectuou ainda duas corridas na GP2 Series, campeonato considerado uma das antecâmaras da F1. Ingressa depois no A1GP com as cores da equipa portuguesa para fazer as três últimas corridas da época. Na sua prova de estreia na competição sobe ao terceiro lugar do pódio. Em 2009 mantém-se na competição e termina a época em terceiro lugar. É ainda convidado pela Audi Itália para efectuar em Portimão as corridas dos Superstars, a sua estreia em carros de turismo. Em ambas sobe ao pódio. Teve ainda a sua primeira participação na categoria de GT ao efectuar as duas últimas jornadas do Campeonato Italiano de GT de 2009 com a Audi vencendo na categoria GT3.

Race of Champions Düsseldorf Alemanha 2010[editar | editar código-fonte]

Filipe Albuquerque conquistou a liderança da Corrida dos Campeões de 2010, em Dusseldorf, na Alemanha, vencendo o título, frente ao alemão Sebastian Vettel e ao francês Sébastien Loeb.

Na final da competição o piloto português encontrou Loeb no estádio Esprit Arena, acabando por bater o piloto que já foi sete vezes campeão mundial de Ralis.

"Estou muito contente com esta vitória. Entrei em prova hoje com o objetivo de vingar os resultados menos bons de ontem [sábado], que afastaram Portugal cedo da ROC Taça das Nações, e à medida que as eliminatórias iam acontecendo os níveis de confiança foram subindo", garantiu Filipe Albuquerque.

Recorde-se que este domingo o piloto luso venceu Tanner Foust, Carls Edwards, Sebastian Vettel, o português Álvaro Parente, nos oitavos-de-final, e Vettel, nas meias-finais, antes da final com Loeb.

Sobre o encontro com Vettel, Filipe Albuquerque recordou: "foi um momento muito importante. O Vettel demonstrou ao longo de todo o evento ser bastante rápido e tinha todos os alemães no estádio a torcerem por ele. Foi uma luta renhida, mas a vitória teve um significado especial". "Não é todos os dias que temos hipótese de ser mais rápidos que o campeão do Mundo de Fórmula 1", acrescentou ainda.

Revelando estar "orgulhoso" com este "resultado espectacular", o piloto destacou: "pela primeira vez Portugal terá um piloto Campeão dos Campeões e isso é certamente motivo de orgulho".Fora das corridas Filipe Albuquerque gosta de futebol e é adepto do Sporting Clube de Portugal.

24 Horas de Daytona de 2013[editar | editar código-fonte]

Filipe Albuquerque, Estados Unidos Oliver Jarvis, Estados Unidos Edoardo Mortara e Estados Unidos Dion von Moltke, com um Audi R8 Grand-Am vencem as 24 Horas de Daytona de 2013 na classe GT

Estatística[editar | editar código-fonte]

Época Campeonato Equipa Corridas Poles Vitórias Pontos Classif. Final
2005 Spanish F3 Racing Engineering 14 1 1 52
Eurocup Formula Renault 2.0 Motopark Academy 14 3 0 63
Formula Renault Germany Motopark Oschersleben 14 6 4 273
2006 Eurocup Formula Renault 2.0 Motopark Academy 14 4 4 99
Formula Renault 2.0 NEC Motopark Academy 14 2 4 312
2007 Formula Renault 3.5 Series Epsilon Euskadi 13 0 1 63
GP2 Series Racing Engineering 4 0 0 0 32º
2007-08 A1 Grand Prix A1 Team Portugal 8 0 0 54 11º
2008 Formula Renault 3.5 Series Epsilon Euskadi 4 0 0 12 21º
2008-09 A1 Grand Prix A1 Team Portugal 14 0 1 92
2010 Campeonato Italiano GT Audi Sport Italia 12 0 2 98
2011 DTM Team Rosberg (Audi) 10 0 0 9 12º
24h Spa WRT (Audi Sport) 1 0 0 0

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Olympic rings with white rims.svg Este artigo sobre um(a) desportista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.