Lagoa (Algarve)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lagoa
Brasão de Lagoa Bandeira de Lagoa
Brasão Bandeira
Localização de Lagoa
Gentílico Lagoense
Área 88,25 km²
População 22 975 hab. (2011[1] )
Densidade populacional 260,34 hab./km²
N.º de freguesias 4[2]
Presidente da
Câmara Municipal
Não disponível
Fundação do município
(ou foral)
16 de Janeiro de 1773
Região (NUTS II) Algarve
Sub-região (NUTS III) Algarve
Distrito Faro
Antiga província Algarve
Orago Nossa Senhora da Luz
Feriado municipal 8 de Setembro
Código postal 8400 LAGOA
Sítio oficial http://www.cm-lagoa.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Lagoa é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Faro, com 7 266 habitantes (2011)[1]

É sede de um município com 88,25 km² de área[3] e 22 975 habitantes (2011),[1] subdividido em 4 freguesias[2] . O município é limitado a nordeste pelo município de Silves, a noroeste por Portimão e a sul tem costa no Oceano Atlântico.

História[editar | editar código-fonte]

Muito antes das relatadas conquistas de D. Paio Peres Correia (12421246) as terras de Lagoa foram sendo conquistadas aos árabes e consequentemente integradas no reino de Portugal, ficando anexadas ao termo das terras de Silves.

Em meados de 1550, a pedido da Rainha D. Catarina, fixaram-se nessas terras os frades Carmelitas da Antiga Observância, e foi fundado um importante mosteiro dessa mesma ordem religiosa: o Convento de Nossa Senhora do Carmo.

A 16 de Janeiro de 1773 por alvará do Rei D. José I foi criado o concelho de Lagoa, tendo sido elevada à condição de vila a sua principal povoação – Lagoa.[4]

Segundo fontes históricas o primitivo aglomerado de Lagoa terá nascido em redor de uma lagoa, cujos pântanos foram sendo secos com a finalidade de se criarem terras férteis e habitações onde os povos do império muçulmano acabaram por se instalar.

As potencialidades naturais desta região contribuíram decisivamente para actual estrutura económica assente nas seguintes actividades: agricultura, pesca, pequena indústria e turismo.[4]

A actividade piscatória (das comunidades de Ferragudo, Benagil, Carvoeiro e Senhora da Rocha), a cultura da vinha e a tradicional cultura de sequeiro constituíam, até algumas décadas atrás, as principais fontes de receita do concelho.

Dinamizada pela pesca, a indústria conserveira, no início do século passado, assolou estas paragens trazendo consigo grande prosperidade e riqueza.

No entanto, a partir da década de 60, foi o turismo o principal impulsionador do desenvolvimento do concelho, criando as estruturas necessárias de apoio à dinamização do tecido económico, com importantes reflexos, no mercado de emprego, nomeadamente ao nível da criação de postos de trabalho. Rapidamente esta actividade se afirmou como motor da economia local, a grande alavanca do desenvolvimento, convertendo-se num marco permanente e estrutural da economia do concelho.

Em paralelo com o turismo, foi crescendo todo um conjunto de actividades complementares, nomeadamente na área dos serviços, da construção civil, comércio e indústria.

Património[editar | editar código-fonte]

Freguesias[editar | editar código-fonte]

As 4 freguesias de Lagoa são as seguintes:[2]

População do Concelho de Lagoa[editar | editar código-fonte]

População do concelho de Lagoa (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2011
4 913 8 232 12 135 13 088 13 846 15 635 16 780 20 651 22 975

Evolução da População Entre 1864 e 2011[editar | editar código-fonte]

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011; Comparando 2011 com 1864;

Evolução dos Grupos Etários (de 1981 a 2011)[editar | editar código-fonte]

Nº de habitantes por grupos etários – de  1981 a 2011; Nº de habitantes por grupos etários – de  1981 a 2011;

Praias[editar | editar código-fonte]

Lagoa é um concelho rico em praias. Possui praias em visível crescimento, quer de infra-estruturas, quer de qualidade das águas e dos ambientes envolventes, começando agora a competir com as apelativas praias de Portimão e Albufeira. Das praias deste concelho, destacam-se as seguintes:

A Lagoa de Hoje[editar | editar código-fonte]

Lagoa é, actualmente, um dos mais importantes concelhos turísticos do Algarve. São vários os factores que contribuem para este reconhecimento, nomeadamente a oferta diversificada (a beleza das suas praias - apoiadas por magníficas unidades hoteleiras, os campos de golfe, o património cultural), a correcta ocupação do solo em termos de ordenamento do território, a estabilidade social e a afabilidade das suas gentes.

Com uma renovada visão cultural, preconizada pela actividade turística, Lagoa acarinha inúmeras técnicas ancestrais, ligadas à olaria, à doçaria, com o intuito de as potenciar e valorizar como componente do produto turístico.

A comprovar esta dinamização está a grande mostra de artesanato, realizada anualmente no Parque de Feiras e Exposições de Lagoa – FATACIL.

Alguns conjuntos patrimoniais têm vindo a ser alvo de iniciativas que visam torná-los espaços vivos de cultura, nomeadamente a Biblioteca Municipal e o Convento de São José – Centro Cultural da Cidade de Lagoa - onde se leva a efeito espectáculos de vária ordem e origem, exposições, entre outras actividades. Por outro lado, há que referir também, as inúmeras actividades de âmbito cultural realizadas no Parque Municipal das Fontes, em Estômbar, ao longo do ano, nomeadamente teatro, danças e cantares tradicionais.

O grande desenvolvimento do Concelho tem assentado numa estratégia de grande preocupação ambiental. Lagoa tem resistido à invasão do desordenamento, preservando a sua linha de costa e mantendo uma harmoniosa conjugação entre habitações antigas e modernas. Construção equilibrada, sem impacto ambiental, onde os edifícios de muitos pisos não têm lugar.

Nos últimos 15 anos, Lagoa registou um dos maiores índices de desenvolvimento económico suplantando todos os concelhos da região algarvia. Hoje em dia, encontra-se dotado de inúmeros equipamentos na área da saúde, do ensino e educação, desporto, lazer e turismo.

Curiosidades Naturais[editar | editar código-fonte]

Geminações[editar | editar código-fonte]

O concelho de Lagoa é geminado com as seguintes cidades:[5]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lagoa (Algarve)

Referências

  1. a b c População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Arquivado do original em 4 de Dezembro de 2013. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2014. "Informação no separador "Q601_Algarve""
  2. a b c Lei n.º 11-A/2013 (Reorganização administrativa do território das freguesias). Diário da República 1.ª Série, n.º 19, de 28 de janeiro. Página visitada em 2 de fevereiro de 2013..
  3. Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013. IGP Instituto Geográfico Português. Página visitada em 27 de Março de 2014. "descarrega ficheiro zip/Excel"
  4. a b Lagoa/Nótula Histórica. Câmara Municipal de Lagoa. Página visitada em 7 de Abril de 2014.
  5. http://www.anmp.pt/anmp/pro/mun1/gem101l0.php?cod_ent=M8400


Concelhos do Distrito de Faro (Algarve) Mapa da Grande Área Metropolitana do Algarve
Albufeira Alcoutim Aljezur Castro Marim Faro Lagoa Lagos Loulé Monchique Olhão Portimão São Brás de Alportel Silves (Portugal) Tavira Vila do Bispo Vila Real de Santo António
Albufeira
Alcoutim
Aljezur
Castro Marim
Faro
Lagoa
Lagos
Loulé
Monchique
Olhão
Portimão
São Brás de Alportel
Silves
Tavira
Vila do Bispo
Vila Real de Santo António