Queijo de minas frescal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura os tipos de queijo tombados pelo IPHAN como patrimônio imaterial, consulte Modo artesanal de fazer queijo em Minas Gerais

Queijo-de-minas frescal
O famoso Queijo minas frescal
Outros nomes Queijo minas
País de origem Brasil
Região Minas Gerais
Origem do leite Bovino
Textura Macio
Tempo de envelhecimento Incerto
Certificado -

Queijo minas frescal, ou simplesmente queijo minas, é um queijo brasileiro e segundo o regulamento técnico do Mercosul de identidade e qualidade:"entende-se por queijo minas frescal o queijo fresco obtido por coagulação enzimática do leite com coalho e/ou outras enzimas coagulantes apropriadas, complementada ou não com ação de bactérias lácticas específicas."[1]

Características[editar | editar código-fonte]

  • Massa crua
  • Consistência mole
  • Muito alta umidade[2]
  • Classificação como semi-gordo
  • Deve ser consumido fresco[3]
  • Grande variação de sabores

Coadjuvante de coagulação[editar | editar código-fonte]

  • Ácido lático (CH3CHOHCOOH): 20 a 25mL/100L de leite, utilizando ácido lático industrial 85%, e fazendo solução aquosa a 110 °D.

Recorde Brasil[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2014, a cidade de Ipanema registrou o recorde de maior queijo minas padrão do país, ao preparar a peça com 1.770 kg. O fato foi registrado e certificado pelo RankBrasil e o queijo foi apresentado na edição da Festa do Queijo da cidade[4] .

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. RESOLUÇÃO MERCOSUL/GMC/RES.Nº145/96. Regulamento Técnico MERCOSUL de Identidade e Qualidade de Queijo Minas Frescal AGAIS - acesso em:20 nov 2005.
  2. *Alterado pela Instrução Normativa N⁰4, de 01 de Março de 2004
  3. TRONCO, Vania Maria. Aproveitamento do leite. Guaíba-RS: Agropecuária, 1996.
  4. 1,7 toneladas de queijo bate o recordo no Brasil Jornal Estado de Minas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]