Ricota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricota
La ricotta.JPG
Outros nomes Requeijão;
Ricotta;
País de origem Itália
Região Piemonte e Lombardia
Origem do leite Vaca, ovelha ou cabra
Textura Queijos frescos

O requeijão (português europeu) ou ricota (português brasileiro) (do italiano, ricotta) é um derivado de queijo de massa mole, fresco e baixo teor de gordura. Não é um queijo propriamente dito, uma vez que é preparado com o soro, e não o coalho.

Sua produção, ao contrário da maioria dos queijos, é feita não a partir de leite, mas a partir do soro de queijo, o que lhe confere a característica especial de um alto teor de soro-proteínas (alfa-lactoalbumina, beta-lactoglobulina), que são em geral, mais nutritivas que as proteínas dos queijos normais (cuja principal proteína na composição é a caseína).1

Pela legislação brasileira e portuguesa é permitido adicionar parte de leite ao soro para aumentar o rendimento da fabricação.

Diferenças linguísticas[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, o ricota chama-se requeijão, nome dado à massa comestível, formada a partir do soro do leite obtido quando do fabrico do queijo e que é novamente sujeito à ação do calor. Tradicionalmente o requeijão é um subproduto da fabricação do queijo de ovelha, sendo adicionado ao soro, até ao máximo de 18%, em volume, de leite de ovelha ou de cabra. Em algumas regiões do Paraná também se usa esse nome, principalmente para a forma granulada, feita artesanalmente, e vendida em pacotes ou a granel.[carece de fontes?]

Queijo ricota e abobrinha.
 
Les mangeurs de ricotta (Os comedores de ricota), 1580, de Vincenzo Campi (Museu de Belas-Artes de Lyon). 
Requeijão português, equivalente à ricota brasileira. 

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.