Sulfato de sódio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Sulfato de sódio
Alerta sobre risco à saúde
Sodium sulfate.jpg
Sodium sulfate.png
Outros nomes Bolo de sal
Thenardita (mineral)
Sal de Glauber (decahidrato)
Sal mirabilis (decahidrato)
Mirabilita (decahidrato)
Identificadores
Número CAS 7757-82-6
Número RTECS WE1650000 (anidro)
Propriedades
Massa molar 142.04 g/mol (anidro)
268.15 g/mol (heptahidrato)
322.20 g/mol (decahidrato)
Aparência Sólido cristalino branco,
higroscópico
Densidade 2.68 g/cm³, anidro
(forma ortor­rôm­bica)
1.464 g/cm³, decahidrato
Ponto de fusão

884 °C (1157 K) anidrido
32.4 °C decahidrato

Solubilidade em água 4.76 g/100 ml (0 °C)
42.7 g/100 ml (100 °C)
Estrutura
Estrutura cristalina monoclínico, ortorrômbico ou
hexagonal
Riscos associados
Principais riscos
associados
Irritante
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
1
0
 
Frases R/S nenhuma
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Bissulfato de sódio
Sulfito de sódio
Bissulfito de sódio
Persulfato de sódio
Outros catiões/cátions Sulfato de lítio
Sulfato de potássio
Sulfato de magnésio
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

O sulfato de sódio é um sal de fórmula química Na2SO4, sendo o sal de sódio do ácido sulfúrico.

Anidro, é um sólido cristalino branco conhecido como o mineral thenardita; o decahidrato Na2SO4·10H2O tem sido conhecido como sal de Glauber ou, historicamente, sal mirabilis desde o século XVII. Outro sólido é o heptahidrato, o qual transforma-se em mirabilita quando esfriado. Com uma produção anual de 6 milhões de toneladas, é uma das maiores commodities químicas e um dos mais danosos sais na conservação de estruturas: quando cresce nos poros de pedras ele pode produzir altas pressões, causando fraturas e levando estruturas à falhas.

Obtenção[editar | editar código-fonte]

Ele pode ser formado, por exemplo, laboratorialmente, pela reação entre o ácido sulfúrico e a soda cáustica (hidróxido de sódio).

H2SO4 + 2 NaOH → Na2SO4 + 2 H2O

o sulfato de sódio, é usado na obtenção da fabricação do papel reciclado. Ele ajuda na junção das moléculas do papel. Esse processo ocorre para que haja melhor solidificação do papel. Essa é uma das suas utilidades mais importantes.

Produção[editar | editar código-fonte]

A produção mundial de sulfato de sódio, principalmente na forma de decahidrato alcança aproximadamente 5,5 a 6 milhões toneladas anualmente (Mt/a). Em 1985, a produção era de 4,5 Mt/a, metade de fontes naturais, e metade de produção industrial química. Após 2000, em um nível estável até 2006, a produção natural aumentou a 4 Mt/a, e a produção química decaiu a 1,5 a 2 Mt/a, com um total de 5,5 a 6 Mt/a.[1] [2] [3] [4] Para totas as aplicações, o sulfato de sódio produzido naturalmente e o produzido industrial e quimicamente são praticamente intercambiáveis.

Fontes naturais[editar | editar código-fonte]

Dois terços da produção de decahidrato (sal de Glauber) advém da forma mineral mirabilita, por exemplo como encontrado no leito de lagos no sul de Saskatchewan. Em 1990, México e Espanha eram os principais produtores mundiais de sulfato de sódio natural (cada um com aproximadamente 500 mil toneladas), com Rússia, Estados Unidos e Canadá com aproximadmente 350 mil toneladas cada.[2] Estimativamente, as fontes naturais aproximadamente são superiores a 1 bilhão de toneladas.[1] [2]

Principais produtores de 200 mil–1,5 milhão de toneladas/a em 2006 incluiam Searles Valley Minerals (Califórnia, Estados Unidos), Airborne Industrial Minerals (Saskatchewan, Canadá), Química del Rey (Coahuila, México), Criaderos Minerales Y Derivados e Minera de Santa Marta, também conhecidos como Grupo Crimidesa (Burgos, Espanha), FMC Foret (Toledo, Espanha), Sulquisa (Madri, Espanha), e na China Chengdu Sanlian Tianquan Chemical (Sichuan), Hongze Yinzhu Chemical Group (Jiangsu), Nafine Chemical Industry Group (Shanxi), e Sichuan Province Chuanmei Mirabilite (Sichuan), e Kuchuksulphat JSC (Altai Krai, Sibéria, Rússia).[1] [3]

Sulfato de sódio anidro ocorre em ambientes áridos como o mineral thenardita. Ele lentamente torna-se em mirabilita ao ar livre. Sulfato de sódio é também encontrado como glauberita, um mineral de sulfato de sódio e cálcio. Ambos os minerais são menos comuns que a mirabilita.

Indústria química[editar | editar código-fonte]

Aproximadamente um terço do sulfato de sódio do mundo é produzido como subproduto de outros processos na indústria química. A maior parte desta produção é quimicamente inerente aos processos prímários, e somente marginalmente econômicos. Por esforço da indústria, entretanto, a produção de sulfato de sódio como um sub-produto está declinando.

A mais importante produção por via química do sulfato de sódio é conjunta à produção de ácido clorídrico, proveniente do cloreto de sódio e do ácido sulfúrico, no processo Mannheim, ou do dióxido de enxofre no processo Hargreaves.[5] [6] O sulfato de sódio resultante destes processos é conhecido como bolo de sal.

Mannheim: 2 NaCl + H2SO4 → 2 HCl + Na2SO4
Hargreaves: 4 NaCl + 2 SO2 + O2 + 2 H2O → 4 HCl + 2 Na2SO4


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.


Aplicações[editar | editar código-fonte]

O sulfato de sódio tem diversas aplicações industriais para celulose (processamento de polpa de madeira para produção de papel kraft), produção de vidros, detergentes, corantes para tecidos (com destaque como mordente para tingimento com cor avermelhada). É subproduto de vários processos industriais e matéria-prima para produção de outros compostos. É usado em medicina, como laxante, antiinflamatório e diurético.

Alem disso, é usado tambem, quando isento de água, para a secagem de oleos, como na secagem do biodiesel, durante sua filtraçao é posto sulfato de sódio no filtro, e durante a passagem, ele se hidrata, tirando a agua do oleo.

História[editar | editar código-fonte]

Antigamente, o sal decahidratado era chamado de Sal de Glauber, em homenagem a Johann Glauber, que o extraiu pela primeira vez do mineral glauberita (sulfato de sódio e cálcio Na2Ca(SO4)2).

Solubilidade[editar | editar código-fonte]

O sulfato de sódio, ao contrário da maioria dos compostos solúveis, tem sua solubilidade diminuída com a temperatura. Acima de 32,4°C a solubilidade do sal passa a diminuir conforme a temperatura aumenta, devido a formação de cristais de sal anidro. Abaixo de 32,4°C a cristalização se dá como Sal Decahidratado.

  • 0°C - saturação a 4% mássico, 41g/100 19,97g/l [Na]
  • 20°C - saturação a 18% mássico, 219,51g/100 105,18g/l [Na]
  • 32,4°C - saturação a 34% mássico, 515,15g/100, 246,86g/l [Na]
  • 100°C - saturação a 29% mássico, 408,45g/100 195,72g/l [Na]

Referências

  1. a b c Suresh, Bala; Kazuteru Yokose (May 2006). Sodium sulfate. Zurich: Chemical Economic Handbook SRI Consulting. pp. 771.1000A–771.1002J.
  2. a b c Statistical compendium Sodium sulfate". Reston, Virginia: US Geological Survey, Minerals Information. 1997..
  3. a b The economics of sodium sulphate (Eighth ed.). London: Roskill Information Services. 1999.
  4. The sodium sulphate business. London: Chem Systems International. November 1984.
  5. Butts, D. (1997). Kirk-Othmer Encyclopedia of Chemical Technology. v22 (4th ed.).
  6. Hargreaves, J. (1873). Chem. News 27: p. 183.