Supercopa Libertadores 1992

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Supercopa Libertadores 1992
Dados
Participantes 16
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 29 de setembro – 25 de novembro
Gol(o)s 69
Jogos 30
Média 2,3 gol(o)s por partida
Campeão Brasil Cruzeiro (2º título)
Vice-campeão Argentina Racing
Melhor marcador BrasilBRA Renato Gaúcho (Cruzeiro) – 4 gols
Maior goleada
(diferença)
Cruzeiro Brasil 8 – 0 Colômbia Atlético Nacional
MineirãoBelo Horizonte
10 de outubro, Primeira fase
◄◄ 1991 Soccerball.svg 1993 ►►

A Supercopa Libertadores 1992 foi a quinta edição deste torneio de futebol que reunia os clubes campeões da Taça Libertadores da América. O campeão foi o Cruzeiro, do Brasil, que na final venceu novamente uma equipe argentina, dessa vez o Racing. Assim, os brasileiros garantiram vaga para a disputa da Recopa Sul-Americana de 1993.

Participantes[editar | editar código-fonte]

 Argentina
Clube Cidade Classificação
Argentinos Juniors Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1985
Boca Juniors Buenos Aires Campeão das Libertadores de 1977 e 1978
Estudiantes La Plata Campeão das Libertadores de 1968, 1969 e 1970
Independiente Avellaneda Campeão das Libertadores de 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984
Racing Avellaneda Campeão da Libertadores de 1967
River Plate Buenos Aires Campeão da Libertadores de 1986
 Brasil
Clube Cidade Classificação
Cruzeiro Belo Horizonte Campeão da Libertadores de 1976
Flamengo Rio de Janeiro Campeão da Libertadores de 1981
Grêmio Porto Alegre Campeão da Libertadores de 1983
Santos Santos Campeão das Libertadores de 1962 e 1963
São Paulo São Paulo Campeão da Libertadores de 1992
 Chile
Clube Cidade Classificação
Colo-Colo Santiago Campeão da Libertadores de 1991
 Colômbia
Clube Cidade Classificação
Atlético Nacional Medellín Campeão da Libertadores de 1989
Paraguai
Clube Cidade Classificação
Olimpia Assunção Campeão das Libertadores de 1979 e 1990
Uruguai
Clube Cidade Classificação
Nacional Montevidéu Campeão das Libertadores de 1971, 1980 e 1988
Peñarol Montevidéu Campeão das Libertadores de 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987

Tabela[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Jogos de ida
29 de setembro de 1992 Boca Juniors Argentina 2 – 1 Argentina Estudiantes La Bombonera, Buenos Aires (Argentina)

Villarreal Gol marcado
Cabañas Gol marcado
Capria Gol marcado Árbitro: Argentina Francisco Lamolina

29 de setembro de 1992 Santos Brasil 1 – 1 Brasil São Paulo Palestra Itália, São Paulo (SP)

Guga Gol marcado (P) Müller Gol marcado

30 de setembro de 1992 Colo-Colo Chile 1 – 0 Paraguai Olimpia Santiago (Chile)

Barticiotto Gol marcado Árbitro: Colômbia José Torres Cadena

30 de setembro de 1992 Argentinos Juniors Argentina 1 – 2 Argentina River Plate Buenos Aires (Argentina)

Trapasso Gol marcado (P) Medina Bello Gol marcado
Silvani Gol marcado
Árbitro: Argentina Juan Carlos Crespi

30 de setembro de 1992 Peñarol Uruguai 2 – 2 Uruguai Nacional Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Paz Gol marcado
Pedrucci Gol marcado
Dely Valdés Gol marcado
Suárez Gol marcado
Árbitro: Paraguai Carlos Maciel

2 de outubro de 1992 Racing Argentina 2 – 1 Argentina Independiente Avellaneda (Argentina)

Claudio García Gol marcado
Torres Gol marcado
Mahía Gol marcado Árbitro: Argentina Juan Bava

8 de outubro de 1992 Grêmio Brasil 1 – 1 Brasil Flamengo Porto Alegre (RS)

Júnior Baiano Gol marcado (C) Paulo Nunes Gol marcado Árbitro: Brasil Márcio Rezende de Freitas

8 de outubro de 1992 Atlético Nacional Colômbia 1 – 1 Brasil Cruzeiro Atanasio Girardot, Medellín (Côlombia)

Restrepo Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' (P) Renato Gaúcho Gol marcado Árbitro: Peru Alberto Tejada
Jogos de volta
7 de outubro de 1992 Estudiantes Argentina 1 – 0 Argentina Boca Juniors La Doble Visera, Buenos Aires (Argentina)

Siviski Gol marcado Árbitro: Argentina Juan Bava
    Penalidades  
Calderón: marcou

Lorenzo: marcou
Erbín: marcou
Yorno: marcou
Maydana: perdeu

4–3 Márcico: marcou

Martínez: marcou
Carranza: marcou
Soñora: perdeu
Giunta: perdeu

 

7 de outubro de 1992 Olimpia Paraguai 1 – 0 Chile Colo-Colo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Caballero Gol marcado Árbitro: Brasil Ulisses Tavares da Silva Filho
    Penalidades  
González: marcou

Amarilla: marcou
Cáceres: marcou
Suárez: perdeu
Romero: perdeu

3–2 Adomaitis: marcou

Biehl: marcou
Rebollo: perdeu
Ramírez: perdeu
Pizarro: perdeu

 

7 de outubro de 1992 River Plate Argentina 3 – 0 Argentina Argentinos Juniors Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Toresani Gol marcado
Ortega Gol marcado
Silvani Gol marcado
Árbitro: Argentina Juan Carlos Biscay

7 de outubro de 1992 Nacional Uruguai 1 – 0 Uruguai Peñarol Centenario, Montevidéu (Uruguai)

Suárez Gol marcado Árbitro: Chile Enrique Marín

8 de outubro de 1992 Independiente Argentina 0 – 0 Argentina Racing Avellaneda (Argentina)

Árbitro: Argentina Francisco Lamolina

8 de outubro de 1992 São Paulo Brasil 4 – 1 Brasil Santos Pacaembu, São Paulo (SP)

Raí Gol marcado
Palhinha Gol marcado
Válber Gol marcado
Dinho Gol marcado
Guga Gol marcado

10 de outubro de 1992 Flamengo Brasil 1 – 0 Brasil Grêmio Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Rogério Gol marcado

10 de outubro de 1992 Cruzeiro Brasil 8 – 0 Colômbia Atlético Nacional Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Luís Fernando Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
Renato Gaúcho Gol marcado aos 22 minutos de jogo 22' Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48' Gol marcado aos ? minutos de jogo ?' Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
Nonato Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36'
Cleison Gol marcado aos ? minutos de jogo ?'
Público: 64 616

Quartas-de-final[editar | editar código-fonte]

Jogos de ida
20 de outubro de 1992 São Paulo Brasil 1 – 2 Paraguai Olimpia Morumbi, São Paulo (SP)

Palhinha Gol marcado Amarilla Gol marcado
Sanabria Gol marcado
Árbitro: Argentina Juan Bava

21 de outubro de 1992 Cruzeiro Brasil 2 – 0 Argentina River Plate Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Paulo Roberto Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29' (P)
Cocca Gol marcado (C)
Árbitro: Paraguai Juan Escobar Valdez

22 de outubro de 1992 Flamengo Brasil 1 – 0 Argentina Estudiantes Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)

Gaúcho Gol marcado (P) Relatório Árbitro: Uruguai Jorge Nieves

22 de outubro de 1992 Racing Argentina WO – 0 Uruguai Nacional

Jogos de volta
28 de outubro de 1992 Olimpia Paraguai 1 – 0 Brasil São Paulo Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Amarilla Gol marcado Árbitro: Peru Alberto Tejada

28 de outubro de 1992 River Plate Argentina 2 – 0 Brasil Cruzeiro Monumental de Nuñez, Buenos Aires (Argentina)

Ramón Díaz Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88' (P)
Silvani Gol marcado aos 91 minutos de jogo 91' (P)
Árbitro: Chile Enrique Marín
    Penalidades  
Silvani: marcou

Da Silva: marcou
Medina Bello: marcou
Zapata: marcou
Ramón Díaz: perdeu

4–5 Paulo Roberto: marcou

Nonato: marcou
Renato Gaúcho: marcou
Luís Fernando: marcou
Douglas: marcou

 

30 de outubro de 1992 Estudiantes Argentina 1 – 1 Brasil Flamengo Buenos Aires (Argentina)

Siviski Gol marcado Marquinhos Gol marcado Árbitro: Uruguai Ernesto Filippi

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Jogos de ida
4 de novembro de 1992 Flamengo Brasil 3 – 3 Argentina Racing São Paulo (SP)

Júnior Gol marcado
Rogério Gol marcado
Djalminha Gol marcado (P)
Graciani Gol marcado
Claudio García Gol marcado
Matosas Gol marcado (P)
Árbitro: Colômbia Armando Peréz

4 de novembro de 1992 Olimpia Paraguai 0 – 1 Brasil Cruzeiro Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Luís Fernando Gol marcado Árbitro: Equador Jorge Orellana
Jogos de volta
11 de novembro de 1992 Racing Argentina 1 – 0 Brasil Flamengo Avellaneda (Argentina)

Graciani Gol marcado Árbitro: Equador Milton Villavicencio

11 de novembro de 1992 Cruzeiro Brasil 2 – 2 Paraguai Olimpia Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Paulo Roberto Gol marcado (P)
Roberto Gaúcho Gol marcado
Amarilla Gol marcado
Ramírez Gol marcado

Finais[editar | editar código-fonte]

1° jogo
18 de novembro de 1992 Cruzeiro Brasil 4 – 0 Argentina Racing Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Roberto Gaúcho Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Luís Fernando Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71'
Boiadeiro Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Público: 78 077
Árbitro: Colômbia José Torres Cadena
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cruzeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Racing
CRUZEIRO:
G 1 Brasil Paulo César
LD 2 Brasil Paulo Roberto (C)
Z 3 Brasil Luizinho
Z 4 Brasil Célio Lúcio
LE 6 Brasil Nonato
V 8 Brasil Douglas
V 17 Brasil Luís Fernando
M 10 Brasil Boiadeiro
M 9 Brasil Betinho
A 7 Brasil Renato Gaúcho
A 11 Brasil Roberto Gaúcho
Treinador:
Brasil Jair Pereira
RACING:
G 1 Argentina Roa
LD 5 Argentina Reinoso
Z 4 Argentina Borelli PenalizadoPenalizadoExpulso
Z Argentina Zaccanti PenalizadoPenalizadoExpulso
LE 3 Argentina Distéfano
V Argentina Costas
V Argentina Matosas Substituído após a minutos de jogo a'
M Argentina Guendulain
M Uruguai Rubén Paz
A Argentina Claudio García
A Argentina Graciani Substituído após b minutos de jogo b'
Substituição:
A Paraguai Félix Torres Entrou em campo após a minutos a'
Z Argentina Vallejos Entrou em campo após b minutos b'
Treinador:
Argentina Humberto Grondona
2° jogo
25 de novembro de 1992 Racing Argentina 1 – 0 Brasil Cruzeiro Avellaneda (Argentina)

Claudio García Gol marcado (P) Árbitro: Paraguai Juan Escobar Valdez
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Racing
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cruzeiro
RACING:
G 1 Argentina Roa
LD 5 Argentina Reinoso
Z Argentina Vallejos Substituído após a minutos de jogo a'
Z 3 Argentina Distéfano
LE Argentina Costas
V Argentina Matosas Substituído após b minutos de jogo b'
V Argentina Guendulain
M Uruguai Rubén Paz
M Paraguai Carlos Torres
A Argentina Claudio García PenalizadoPenalizadoExpulso
A Argentina Graciani
Substituição:
A Paraguai Félix Torres Entrou em campo após a minutos a'
M Argentina Cabrol Entrou em campo após b minutos b'
Treinador:
Argentina Humberto Grondona
CRUZEIRO:
G 1 Brasil Paulo César
LD 2 Brasil Paulo Roberto (C)
Z 3 Brasil Luizinho
Z 4 Brasil Célio Lúcio
LE 6 Brasil Nonato
V 8 Brasil Douglas
V 17 Brasil Luís Fernando
M 10 Brasil Boiadeiro
M 9 Brasil Betinho
A 7 Brasil Renato Gaúcho
A 11 Brasil Roberto Gaúcho Substituído após a minutos de jogo a'
Substituição:
Z Brasil Arley Álvares Entrou em campo após a minutos a'
Treinador:
Brasil Jair Pereira

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Final
 29 de setembro a 10 de outubro  20 a 30 de outubro  4 a 11 de novembro  18 e 25 de novembro
                                       
1  Argentina Estudiantes 1 1 (4)  
16  Argentina Boca Juniors 2 0 (3)  
   Argentina Estudiantes 0 1  
   Brasil Flamengo 1 1  
8  Brasil Flamengo 1 1
9  Brasil Grêmio 1 0  
   Brasil Flamengo 3 0  
   Argentina Racing 3 1  
5  Uruguai Nacional 2 1  
12  Uruguai Peñarol 2 0  
   Uruguai Nacional 0 -
   Argentina Racing WO -  
4  Argentina Racing 2 0
13  Argentina Independiente 1 0  
   Argentina Racing 0 1
   Brasil Cruzeiro 4 0
2  Brasil São Paulo 1 4  
15  Brasil Santos 1 1  
   Brasil São Paulo 1 0
   Paraguai Olimpia 2 1  
7  Paraguai Olimpia 0 1 (3)
10  Chile Colo-Colo 1 0 (2)  
   Paraguai Olimpia 0 2
   Brasil Cruzeiro 1 2  
6  Argentina River Plate 2 3  
11  Argentina Argentinos Juniors 1 0  
   Argentina River Plate 0 2 (4)
   Brasil Cruzeiro 2 0 (5)  
3  Brasil Cruzeiro 1 8
14  Colômbia Atlético Nacional 1 0  


Supercopa Libertadores 1992
Flag of Brazil.svg
Cruzeiro
Campeão
(2º título)