Telmário de Araújo Sacramento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dinei
Informações pessoais
Nome completo Telmário de Araújo Sacramento
Data de nasc. 11 de novembro de 1983 (31 anos)
Local de nasc. São Domingos (BA),  Brasil
Altura 1,86 m[1] [2]
Destro
Apelido Dineiwandowski, Didinei Drogba
Informações profissionais
Clube atual Brasil Vitória
Número 9
Posição Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2002
2002
2003
20032012
20042005
2006
2008
2008
20082009
20092010
20102011
2012
Brasil Portuguesa
Brasil Ponte Preta
Brasil Bragantino
Brasil Atlético-PR
Brasil Ferroviária (emp.)
Brasil Noroeste (emp.)
Brasil Guaratinguetá (emp.)
Brasil Vitória (emp.)
Espanha Celta de Vigo (emp.)
Espanha Tenerife (emp.)
Brasil Palmeiras (emp.)
Brasil Vitória



00020 0000(3)



00014 0000(8)
00036 000(10)
00023 0000(0)
00034 0000(3)
00126 000(42)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de novembro de 2014.

Telmário de Araújo Sacramento,[1] [2] conhecido simplesmente como Dinei (São Domingos, 11 de novembro de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Vitória.

Seu apelido nada mais é do que uma referência ao ex-jogador Claudinei Alexandre Pires, também conhecido como Dinei, que fez sucesso no final da década de 90 atuando pelo Corinthians, pelas semelhanças físicas entre os dois.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Dinei primeiramente chamou a atenção da mídia atuando pelo Vitória, em 2008, quando chegou a disputar por algumas rodadas a artilharia do Brasileirão 2008, no início do torneio. Em 6 de julho daquele ano, foi o autor do gol mais rápido desta edição do Brasileirão, na partida em que o Vitória venceu a Portuguesa pelo placar de 2 a 1, no estádio do Canindé. O gol aconteceu aos nove segundos de jogo e foi também o segundo gol mais rápido da história do Campeonato Brasileiro.

Porém, no final do primeiro turno, uma proposta do Celta de Vigo fez com que o Atlético-PR o retirasse do elenco do Vitória e o emprestasse ao time espanhol, devido à uma cláusula em seu contrato que permitia isto. Deixou o Vitória na metade do campeonato como um dos então artilheiros da Série A, com oito gols em 14 jogos.[3]

Futebol espanhol e Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em suas primeiras partidas pelo Celta, vinha sendo titular e um dos artilheiros do time, porém, na segunda parte da temporada, admitiu estar em má fase no clube espanhol.[4]

No início da temporada 09-10, se transferiu para o Tenerife. Nas primeiras partidas da temporada, chegou a jogar contra o Real Madrid, no Santiago Bernabéu. Disputou 23 partidas como reserva sem marcar nenhum gol pelo clube espanhol, que acabou rebaixado.

Em agosto de 2010, seu contrato encerrou com o clube espanhol e o jogador foi reintegrado ao elenco principal do Atlético-PR, mas, apenas um mês depois, foi emprestado pela sétima vez, dessa vez para o Palmeiras.[5]

Retorno ao Vitória[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2012, Dinei acertou seu retorno ao Vitória após quatro anos.[6] [7] Fez sua reestreia pelo "Leão da Barra" após o retorno no dia 1º de fevereiro, empate em 1 a 1 com o Fluminense de Feira em jogo válido pelo Campeonato Baiano.[8] Dinei vinha atuando com frequência, porém uma grave lesão no joelho esquerdo o prejudicou naquela temporada, o relegando ao banco de reservas após a recuperação, devido à grande fase vivida por Neto Baiano, na época o artilheiro do Brasil com 38 gols, e às contratações de William e Elton. No último jogo do ano, que garantiu o retorno do Vitória à Série A do Campeonato Brasileiro no ano seguinte, empate em 1 a 1 com o Ceará, Dinei sofreu mais uma lesão, agora no joelho direito.[9]

Perdeu boa parte da pré-temporada 2013 devido a esta lesão e, quando retornou, já tinha agora a forte concorrência de Marcelo Nicácio, artilheiro do clube no ano até então, na disputa pela camisa 9. Com a lesão de Nicácio no início de abril, Dinei passou a ter mais chances e não as desperdiçou. No dia 17 de abril, marcou dois gols na goleada por 5 a 1 sobre o Mixto, resultado que garantiu a classificação do Vitória na Copa do Brasil.[10] No dia 12 do mês seguinte, entrou definitivamente para a história do rubro-negro baiano ao marcar quatro gols em pleno Ba-Vi, o clássico contra o grande rival Bahia, na primeira partida da final do Campeonato Baiano.[11] O jogo terminou com o placar incomum de 7 a 3 a favor do rubro-negro. Com este feito, Dinei igualou o recordista de gols marcados pelo Vitória numa só edição do clássico, o também atacante Índio, que marcara quatro vezes num Ba-Vi realizado seis anos antes.[12] [13] [14]

No Brasileirão 2013, mesmo com um primeiro turno abaixo das expectativas, onde anotou apenas três gols, contra Vasco da Gama, São Paulo e Cruzeiro, respectivamente, retornou à boa fase no segundo turno da competição. Com a chegada do técnico Ney Franco, o jogador adquiriu confiança, e logo na 21ª rodada marcou dois gols na vitória de virada sobre o Náutico por 2 a 1, encerrando um jejum de seis jogos sem triunfos do Vitória.[15] Daí pra frente, Dinei não decepcionou, foram mais onze gols marcados, sempre em partidas importantes, como contra o Corinthians na 32ª rodada, onde marcou um belo gol de voleio no empate por 1 a 1,[16] e contra o Flamengo na 37ª rodada onde, após desperdiçar um pênalti logo nos primeiros minutos de jogo, recebeu o apoio da torcida e reagiu para marcar dois gols importantes no triunfo por 4 a 2, resultado que manteve o Vitória até a última rodada com chances de classificação para a Copa Libertadores da América.[17] . Entrou novamente para a história do clube na 36ª rodada do campeonato, em jogo fora de casa diante do Criciúma, onde marcou o milésimo gol do Vitória na história dos Campeonatos Brasileiros, sendo posteriormente homenageado pela diretoria rubro-negra com uma camisa número 1000.[18] Finalizou o Brasileirão com 16 gols marcados, fixando-se como o segundo maior artilheiro do campeonato e um dos jogadores mais importantes da marcante campanha do rubro-negro baiano.[19]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
Noroeste
Vitória

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
  • Copa Sesquicentenário do Paraná: 2003
Celta de Vigo

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Vitória[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Perfil ecvitoria.com.br. Visitado em 18 de maio de 2013.
  2. a b Dinei ogol.com.br. Visitado em 18 de abril de 2013.
  3. Artilheiros do Brasileirão 2008 centralbrasileirao.com.br.
  4. Dinei, ex-Vitória e Atlético-PR, admite má fase no Celta de Vigo globoesporte.globo.com. Visitado em 28 de fevereiro de 2009.
  5. Atlético-PR anuncia empréstimo de atacante ao Palmeiras esportes.terra.com.br. Visitado em 16 de setembro de 2010.
  6. Após quatro anos, Dinei retorna ao Vitória para reforçar ataque esportes.terra.com.br. Visitado em 18 de janeiro de 2012.
  7. Dinei é apresentado no Vitória e espera repetir sucesso de 2008 placar.abril.com.br. Visitado em 20 de janeiro de 2012.
  8. Atacante Dinei é relacionado e pode fazer reestreia pelo Vitória esportes.terra.com.br. Visitado em 1 de fevereiro de 2012.
  9. Marcado por lesões nos últimos tempos, Dinei será titular no Ba-Vi correio24horas.com.br. Visitado em 3 de abril de 2013.
  10. Vitória goleia o Mixto por 5 a 1 no Barradão e avança na Copa do Brasil globoesporte.globo.com. Visitado em 16 de abril de 2013.
  11. Mão na taça! Dinei faz quatro e Vitória massacra Bahia na Fonte Nova lancenet.com.br. Visitado em 12 de maio de 2013.
  12. Ba-Vi: Dinei iguala 4 gols de Índio e pede "Lek Lek" atarde.uol.com.br. Visitado em 12 de maio de 2013.
  13. Dinei, do Vitória, fala dos quatro gols marcados no time do Bahia, na goleada por 7 a 3 globotv.globo.com. Visitado em 13 de maio de 2013.
  14. Protagonista do BaVi, Dinei revela 'incentivo especial' e brinca: "sou rubro-negro até nos dentes" correio24horas.com.br. Visitado em 13 de maio de 2013.
  15. Com dois de Dinei, Vitória vira contra Náutico e foge da degola esportes.terra.com.br. Visitado em 15 de setembro de 2013.
  16. Autor de golaço, Dinei lamenta empate com Corinthians uol.com.br. Visitado em 3 de novembro de 2013.
  17. Com dois de Dinei, Vitória bate Fla e mantém sonho da Libertadores esportes.terra.com.br. Visitado em 1 de dezembro de 2013.
  18. Dinei é homenageado após marcar o milésimo gol pelo Vitória metro1.com.br. Visitado em 27 de novembro de 2013.
  19. Vice-artilheiro do Brasileirão, Dinei agradece aos companheiros espbr.com. Visitado em 10 de dezembro de 2013.
  20. Vice-artilheiro do Brasileirão, Dinei agradece aos companheiros (10 de dezembro de 2013). Visitado em 11 de julho de 2014.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.