The Immaculate Collection

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Immaculate Collection
Coletânea musical de Madonna
Lançamento 13 de Novembro de 1990
Gravação 1983-1990
Gênero(s) Pop, Dance
Duração 73:34
Gravadora(s) Sire/Warner Bros.
Produção John "Jellybean" Benitez, Reggie Lucas, Nile Rodgers, Stephen Bray, Patrick Leonard, Shep Pettibone, Lenny Kravitz
Certificação
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia compilações de Madonna
Último
Último
You Can Dance
(1987)
Something to Remember
(1995)
Próximo
Próximo
Cronologia álbuns de Madonna
Último
Último
I'm Breathless
(1990)
The Holiday Collection
(1991)
Próximo
Próximo
Singles de The Immaculate Collection
  1. "Justify My Love"
    Lançamento: 6 de Novembro de 1990
  2. "Rescue Me"
    Lançamento: 26 de Fevereiro de 1991
  3. "Crazy For You"
    Lançamento: Março de 1991
  4. "Holiday"
    Lançamento: Março de 1991


The Immaculate Collection é o nome de um disco da cantora Madonna. É também a coletanêa mais vendida de todos os tempos. Reúne algumas músicas e alguns sucessos compreendido entre 1983 e 1990, e algumas inéditas. Vendeu cerca de 40 milhões de cópias no mundo inteiro[1] .

É também, o álbum mais vendido da carreira de Madonna.

As canções que se encontram no disco são quinze grandes sucessos de Madonna da década de oitenta, mais duas canções inéditas, Rescue Me e Justify My Love (esta última possui um b-side chamado "The Beast Within"). O disco foi pensado no sentido de incluir canções orientadas para o mundo das discotecas, bem como baladas. Outras canções de Madonna que também foram grandes sucessos, como "Dress You Up," "Who's That Girl," e "Causing a Commotion", não foram incluídas no disco.

As versões das músicas incluídas no disco foram remixadas por Shep Pettibonne e são exclusivas do álbum; não são nem as versões originais encontradas nos discos e nem as `radio edits`. Faixas como "Lucky Star" (ao qual Madonna regravou os vocais para a coletânea), "Holiday" e "Borderline" ganharam um andamento mais acelerado para ficaram ainda mais dançantes e "Express Yourself" e "Like a Prayer" ganharam remixes que as deixaram completamente diferentes das versões originais. Além disso, a remasterização das músicas usou a tecnologia QSound: The Immaculate Collection foi o primeiro e um dos últimos discos a usar esse processo, que teoricamente aumenta a sensação de estereofônia das músicas, mas por outro lado, em alguns instantes, faz com que as faixas adquiram um certo ar artificial.

Na mesma época do lançamento do disco foi editada uma coletânea de videoclipes com o mesmo nome, trazendo os maiores sucessos da Madonna no período. Na mesma época foi vendido um pack, o "The Royal Box" que trazia a fita cassete ou o CD mais a fita VHS, mais alguns cartões com fotos da Madonna se apresentando no VMA`s de 1990.

No Brasil o disco foi lançado em vinil duplo com capa dupla também; cada disco vinha num encarte próprio de papelão com duas fotos enormes da Madonna. A versão em fita cassete inicialmente foi em cassete duplo também, mas em re-edições futuras ele saiu como cassete único usando as problematicas fitas de 90 minutos de duração.

The Immaculate Collection é o álbum da Madonna lançado no maior número de formatos: os já citados vinil e cassete, CD, DCC (Digital Compact Cassete, um formato de gravação digital da Philips que não deu certo comercialmente) e também em MD (Mini Disc um formato de gravação portátil muito popular no Japão). A versão em vídeo saiu também em diversos formatos: vhs, ld (os discos digitais do tamanho de discos grandes de vinil), VCD (popular na Ásia, gravações com qualidade de VHS num CD) e agora em DVD.

A título de curiosidade, o disco inicialmente iria ter na capa uma foto da Madonna, nos mesmos moldes da capa que acabou sendo usada na coletânea de vídeos, mas na última hora Madonna decidiu deixá-la de lado pois se achou muito parecida com o Mike Tyson.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

The Immaculate Collection apresenta dezessete faixas em ambas as edições padrão e da iTunes Store.

Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Holiday"   Curtis Hudson, Lisa Stevens John "Jellybean" Benitez 4:04
2. "Lucky Star"   Madonna Reggie Lucas 3:39
3. "Borderline"   Lucas Lucas 4:00
4. "Like a Virgin"   Billy Steinberg, Tom Kelly Nile Rodgers 3:11
5. "Material Girl"   Peter Brown, Robert Rans Rodgers 3:53
6. "Crazy for You"   John Bettis, Jon Lind Benitez 3:45
7. "Into the Groove"   Madonna, Stephen Bray Madonna, Bray, Shep Pettibone[A] 4:10
8. "Live to Tell"   Madonna, Patrick Leonard Madonna, Leonard 5:19
9. "Papa Don't Preach"   Madonna[B], Brian Elliot Madonna, Bray 4:11
10. "Open Your Heart"   Madonna, Leonard, Bruce Gaitsch Madonna, Leonard 3:48
11. "La Isla Bonita"        
12. "Like a Prayer"   Madonna, Leonard Madonna, Leonard, Pettibone[A] 5:51
13. "Express Yourself"   Madonna, Bray Madonna, Bray, Pettibone[A] 4:04
14. "Cherish"   Madonna, Leonard Madonna, Leonard 3:52
15. "Vogue"   Madonna, Pettibone Madonna, Pettibone, Craig Kostich[C] 5:18
16. "Justify My Love"   Madonna[B], Lenny Kravitz, Ingrid Chávez Kravitz, André Betts[D] 5:35
17. "Rescue Me"   Madonna, Pettibone Madonna, Pettibone 5:31
Duração total:
73:34
Notas
A - denota produtores adicionais
B - denota escritores adicionais
C - denota produtores executivos
D - denota produtores associados
  • Todas as canções foram remixadas por Shep Pettibone usando a tecnologia QSound, exceto "Justify My Love" e "Rescue Me".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kawaguchi, Judith. "Words to Live by: Goh Hotoda", The Japan Times, Toshiaki Ogasawara, 2007-10-23. Página visitada em 2009-12-02.
  2. The Immaculate Collection by Madonna Apple. iTunes. Página visitada em 7 de julho de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Madonna é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.