21 (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2012).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
21
Álbum de estúdio de Adele
Lançamento 19 de janeiro de 2011
(ver histórico de lançamento)
Gravação Maio de 2009 – Outubro de 2010;
AirStudios, Angel Studios, Eastcote Studios, Harmony Studios, Metropolis Studios, Myaudiotonic Studios, Patriot Studios, Serenity Sound, Shangri La Studios, Sphere Studios, Wendyhouse Productions
Gênero(s) Pop, soul, R&B
Duração 48:02
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, LP, download digital
Gravadora(s) Columbia, XL, SME
Produção Rick Rubin, Paul Epworth, Jim Abbiss, Fraser T. Smith, Ryan Tedder, Dan Wilson, Adele
Certificação Reino Unido Platinum.png 16× Platina[1]
Estados Unidos Diamond2.png Diamante[2]
(ver histórico de certificações)
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Adele
Último
Último
19
(2008)
Próximo
Próximo
Singles de 21
  1. "Rolling in the Deep"
    Lançamento: 29 de Novembro de 2010
  2. "Someone Like You"
    Lançamento: 24 de Janeiro de 2011
  3. "Set Fire to the Rain"
    Lançamento: 4 de Julho de 2011
  4. "Rumour Has It"
    Lançamento: 5 de Novembro de 2011
  5. "Turning Tables"
    Lançamento: 5 de novembro de 2011[14]

21 é o segundo álbum de estúdio da cantora e compositora inglesa Adele. Lançado no dia 19 de Janeiro de 2011 no Japão pela High Note, dia 21 de Janeiro no Reino Unido, e parte da Europa, pela XL Recordings e dia 22 de Fevereiro na América do Norte pela Columbia Records, o álbum foi intitulado com base na idade da cantora no momento de sua produção. 21 reúne influências dos gêneros Folk e Motown presentes no álbum de estreia da cantora, 19, também intitulado com base em sua idade, no entanto, também foi moldado pelo country Americano e pelo blues sulista, que Adele conheceu durante sua turnê Norte-Americana realizada entre 2008 e 2009. Escrito no rescaldo da separação da cantora de um parceiro de nome desconhecido, o álbum reaviva a tradição adormecida do álbum ser um "confessionário" de seu intérprete, e explora temas como a raiva, a vingança, o coração partido, a auto-análise e o perdão em suas composições.

Logo após a conclusão de sua primeira turnê, Adele começou a compor as primeiras canções para um segundo álbum de estúdio, que seria lançado no começo de abril de 2009, enquanto ela ainda estava envolvida na relação que posteriormente serviu de inspiração para o disco. No entanto, as sessões de estúdio que seriam feitas na época foram canceladas devido à falta de inspiração para as composições. Ela retomou a produção do álbum imediatamente após o término de seu relacionamento, canalizando sua mágoa e depressão para a composição de suas canções. Embora os relatórios iniciais sugerissem que apenas o co-presidente da Columbia Records, Rick Rubin, trabalharia na produção do álbum,[15] outros colaboradores como Paul Epworth, Ryan Tedder, Fraser T. Smith e Dan Wilson foram anunciados como produtores do disco tempos depois.

Em 21 de março de 2011, Adele deu início a turnê Adele Live para promover o álbum. Nessa mesma turnê foi gravado o DVD Live at The Royal Albert Hall. A turnê terminou em 21 de outubro de 2011.

O álbum recebeu elogios da crítica devido sua autenticidade, profundidade lírica das canções e o bom desempenho vocal de Adele, e foi elogiado por ser uma melhoria artística desde a estreia da cantora. Em 2012, o sucesso mundial de 21, fez com que em fevereiro Adele fosse considerada a quinta mulher mais importante da música pelo VH1.[16] O álbum recebeu 6 indicações ao Grammy Awards na qual Adele venceu em todas as categorias que tinha sido indicada.[carece de fontes?]

Antecedentes e título[editar | editar código-fonte]

"[21] é diferente de 19. É sobre as mesmas coisas, só que com uma 'luz' diferente. Eu lido com as coisas de uma forma diferente agora. Eu sou mais paciente, mais honesta, mais tolerante e mais consciente das minhas próprias falhas, hábitos e princípios. Isso é algo que vem com a idade, eu acho. Portanto, apropriadamente, esse álbum será intitulado 21. O principal motivo que me fez intitular meu primeiro álbum de 19 foi eu estar catalogando o que havia acontecido comigo e quem eu era naquele momento, como em um álbum de fotos no qual você vê o avanço e as mudanças ocorridas em uma pessoa ao longo dos anos. Eu tentei pensar em outros títulos mas não consegui pensar em nada que representasse o álbum adequadamente, e continuei achando que 21 era óbvio demais. Mas por que não ser óbvio?"
– Adele, em seu blog pessoal, discutindo a inspiração por trás do título de seu segundo álbum.[17]

Em 2008, enquanto comemorava o sucesso de seu álbum de estreia, 19, Adele também estava terminando seu primeiro relacionamento sério, no qual o álbum foi baseado. Em meio à sua turnê promocional An Evening with Adele, realizada nos Estados Unidos e na Europa entre 2008 e 2009, a cantora que tinha então vinte anos de idade deu início a um novo relacionamento com um homem 10 anos mais velho que ela.[18] Meses depois, ela cancelou uma série de shows do itinerário da turnê[19] alegando que queria "balançear [sua] carreira, namoro e família."[20] [21] Segundo a cantora, o relacionamento havia se tornado a "maior prioridade de toda a [sua] vida."[18] Mais velho e mais sofisticado que seus namorados anteriores, sua "alma gêmea" havia expandido sua limitada visão e a transformado como pessoa.[18] No entanto, menos de dois anos depois, o relacionamento chegou ao fim de forma repentina,[21] fazendo a cantora entrar em um profundo estado de depressão e alcoolismo.[18] [22] Ela compôs 21 no rescaldo da separação, utilizando a música como uma "válvula de escape" para seu desgosto e desespero.[20] No entanto, ela explicou que o álbum não era apenas sobre sua raiva com seu ex-namorado, mas que ela também tinha tentado ser "honesta sobre [suas] próprias falhas."[20]

Uma grande fã de Californication (1999), álbum da banda estado-unidense Red Hot Chili Peppers que "definiu sua juventude",[20] Adele tinha manifestado há tempos seu interesse em trabalhar com o produtor musical Rick Rubin, que havia trabalhado no álbum da banda. Ela conheceu Rubin em 2008 durante sua participação como convidada musical no programa de comédia americano "Saturday Night Live", reconhecendo-o e acenando para ele, que estava na plateia do programa durante a performance ao vivo de Adele, na qual ela apresentou seu primeiro single americano, "Chasing Pavements".[21] A presença de Adele no 51º Grammy Awards, realizado na cidade de Los Angeles, no qual ela ganhou dois prêmios, tornou-se o ponto crucial para o início do desenvolvimento do álbum: ela resultou em um segundo encontro com Rubin, assim como em seu primeiro encontro com o músico e produtor musical americano Ryan Tedder.[21] [23] Outros produtores foram adicionalmente incluídos a produção do álbum, como os músicos britânicos Jim Abbiss e Francis "Eg" White, que haviam trabalhado com Adele anteriormente, e também Fraser T. Smith, Paul Epworth e o músico e produtor musical Dan Wilson.

Inicialmente, Adele pretendia dar ao álbum o título de Rolling in the Deep,[24] uma adaptação da gíria britanica "roll deep", que em sua tradução livre significa "sempre ter alguém a sua volta", alguém que sempre irá apoiá-lo.[25] Ela afirmou que era assim que ela se sentia em seu relacionamento. Ela decidiu não utilizar esse título pois ela o considerou muito confuso para algumas pessoas que faziam parte do seu público.[24] Apesar de ter admitido a aparente simplicidade do título do álbum, ela considerou que ele apresentava um número significativo, pois esse mesmo número representa sua idade no momento da composição do álbum, o que marca um momento de criatividade pessoal e também simboliza sua maturidade pessoal e evolução artística desde sua estreia em 2008, com o álbum 19.

Estilo musical[editar | editar código-fonte]

A primeira faixa do álbum, intitulada "Rolling in the Deep", foi co-escrita por Adele e Paul Epworth. A segunda faixa "Rumour Has It" foi produzida pelo membro do OneRepublic, Ryan Tedder, e apresenta tambores. "Turning Tables", a terceira faixa do álbum foi produzido por Jim Abbiss descrita como uma balada ao piano, é co-escrito por Tedder. A quarta faixa "Don't You Remember", foi co-escrita por Dan Wilson e produzido por Rick Rubin e é descrito como uma balada com um estilo country. Para a quinta faixa, Adele trabalhou com o produtor Fraser T. Smith na pista "Set Fire to the Rain" e possui fortes influências pop. A sexta faixa "He Won't Go" lirismo características do estilo soulful com temas de R&B. A sétima faixa "Take It All" apresenta temas de música gospel e é acompanhada por um coro e piano. "I'll Be Waiting" é a oitava faixa e liricamente fala de reacender um amor perdido. A nona faixa "One and Only" tem temas de alma que caracteriza um desempenho poderoso vocal. "Lovesong", a décima faixa, é um cover de uma música do The Cure, que é seguida pela faixa final "Someone Like You". A faixa é uma balada de piano que fala nas letras de chegar a termos com um relacionamento fracassado[26] .

Singles[editar | editar código-fonte]

"Rolling In The Deep" () foi o primeiro single a ser lançado do álbum em 29 de Novembro de 2010, na Holanda. Ele estreou no número quatro na parada, antes de subir para chegar a posição 2 na semana seguinte. Ele também alcançou o número um na Alemanha.[27] O single foi lançado no Reino Unido em 16 de Janeiro de 2011, e chegou ao número 2.

O segundo single, "Someone Like You", foi realizado no BRIT Awards 2011 e, posteriormente, chegou ao topo das paradas de singles do Reino Unido por quatro semanas a partir de 13 de Março de 2011.

Na Holanda "Set Fire to the Rain", foi lançado como segundo single. A faixa foi lançada como o terceiro do álbum, internacionalmente. A canção "Rumour Has It" foi então lançado como quarto single do álbum nos Estados Unidos em 1 de março de 2012 e acabou sendo mais um sucesso nas radios pelo mundo.[28]

Em 5 de novembro de 2011, Adele lança Rumour Has It como single.

Sucesso comercial[editar | editar código-fonte]

21 venceu 6 grammys em 2012, incluindo Álbum do Ano.

Precedido pelo single considerado o "carro-chefe" do álbum, "Rolling in the Deep", 21 debutou em primeiro lugar no Reino Unido. A bem-sucedida performance do segundo single do álbum, "Someone Like You", no BRIT Awards de 2011, contribuiu para que o álbum permanecesse por 23 semanas no topo da parada de álbuns britânica, a UK Albums Chart. O álbum também debutou no topo da parada de álbuns americana, a Billboard 200, e chegou ao primeiro lugar em dezenove países ao redor do mundo. 21 bateu diversos recordes de venda nacionais e internacionais desde seu lançamento, e apareceu na edição de 2011 do Guinness World Records. O álbum ainda permaneceu por vinte e três semanas no topo da Billboard 200, vinte e três semanas no topo da ARIA Albums Chart, e bateu o maior recorde de todos os tempos ao permanecer vinte e seis semanas em primeiro lugar na Nova Zelândia e vinte e nove na Irlanda. Ele ainda bateu o recorde estabelecido pelo álbum Bad, de Michael Jackson, ao permanecer por 39 semanas consecutivas entre os cinco primeiros da Billboard 200.[29] Até Fevereiro de 2012, as vendas mundiais do álbum haviam ultrapassado as 20 milhões de cópias.[30] Em Dezembro, o álbum foi declarado o mais vendido do século XXI no Reino Unido e em fevereiro de 2012 foi declarado o sétimo mais vendido de todos os tempos no Reino Unido. Logo depois em dezembro de 2012, 21 se tornou o quarto álbum mais vendido de todos os tempos no Reino Unido, superando vários discos de grandes nomes da música como (What's the Story) Morning Glory? de Oasis e atrás apenas de Greatest Hits do The Queen e Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band de The Beatles.[31]

No Grammy Awards de 2012, Adele ganhou em todas as seis categorias que havia sido nomeada, incluindo as três principais: "Canção do Ano", "Gravação do Ano" e "Álbum do Ano".[32] Em maio de 2012, 21 ultrapassou a marca de 9 milhões de cópias vendidas nos Estados Unidos, algo que não acontecia no país desde 2005.[33] Foi também o álbum mais vendido em todo mundo em 2011 - o álbum e a single Rolling in the Deep venderam juntos mais de 11 milhões de cópias - ajudando toda a indústria fonográfica a crescer mais de 7% no ano.[34] Em janeiro de 2014, 21 se tornou o primeiro a vender 3 milhões de cópias digitais no país.[35]

Até 2012, o álbum havia vendido mais de 25 milhões de cópias pelo mundo sendo, com disco de diamante, mais de 10 milhões de cópias nos Estados Unidos.[36] Em 2012, o 21 foi eleito o álbum mais vendido da era digital, batendo os recordes de The Fame Monster de Lady Gaga e Back to Black de Amy Winehouse que ocuparam, respectivamente, a terceira e a segunda posição.[carece de fontes?] Em dezembro de 2013, o álbum foi nomeado o mais vendido da história do site americano de compras Amazon.[37]

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Revelado pela iTunes Store britânica em 30 Novembro de 2010.[38]

N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Rolling in the Deep"   Adele Adkins, Paul Epworth Epworth 3:48
2. "Rumour Has It"   Adkins, Ryan Tedder Tedder 3:43
3. "Turning Tables"   Adkins, Tedder Jim Abbiss 4:10
4. "Don't You Remember"   Adkins, Dan Wilson Rick Rubin 4:03
5. "Set Fire to the Rain"   Adkins, Fraser T. Smith Smith 4:02
6. "He Won't Go"   Adkins, Epworth Rubin 4:38
7. "Take It All"   Adkins, Eg White Abbiss 3:48
8. "I'll Be Waiting"   Adkins, Epworth Epworth 4:01
9. "One and Only"   Adkins, Dan Wilson, Greg Wells Rubin 5:48
10. "Lovesong"   Robert Smith, Simon Gallup, Roger O'Donnell, Porl Thompson, Lol Tolhurst, Boris Williams Rubin 5:16
11. "Someone Like You"   Adkins, Wilson Wilson, Adkins 4:45

Paradas e certificações[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato Gravadora
 Japão 19 de Janeiro de 2011 CD, Download digital Hostess Entertainment
 Grécia[79] 20 de Janeiro de 2011 Edição limitada XL
 Austrália 21 de Janeiro de 2011 CD, Download digital
 Austrália
 Alemanha
 Países Baixos
Suíça
 Reino Unido[80]
Taiwan 22 de Janeiro de 2011 Standard, Edição exclusiva High Note
 França 24 de Janeiro de 2011 CD, download digital XL
 Polónia CD XL
 Israel CD High Fidelity
 Estados Unidos 22 de Fevereiro de 2011 CD, download digital Columbia
 Brasil 15 de Abril de 2011 CD Sony Music Entertainment

Referências

  1. a b BPI - Certificações (em inglês) British Phonographic Industry (18-11-2011). Página visitada em 27-11-2011.
  2. a b RIAA - Certificações (em inglês) Recording Industry Association of America (03-10-2011). Página visitada em 27-11-2011.
  3. 21 Reviews, Ratings, Credits, and More at Metacritic Metacritic.com. CBS Interactive (27 January 2011). Página visitada em 20 February 2011.
  4. Walker, Ian (8 April 2011). Review: Adele 21 AbsolutePunk. AbsolutePunk, LLC/Buzz Media. Página visitada em 24 April 2011.
  5. Título não preenchido, favor adicionar.
  6. Murray, Noel. "Adele: 21 Review", The A.V. Club, The Onion, 22 February 2011. Página visitada em 23 February 2011.
  7. McNulty, Bernadette. "Adele:21, CD of the week, review", The Daily Telegraph, Telegraph Media Group, 19 January 2011. Página visitada em 31 January 2011.
  8. Greenblatt, Leah (9 February 2011). Review: Adele, 21 Entertainment Weekly. Time division of Time Warner. Página visitada em 24 April 2011.
  9. Dean, Will. "Adele: 21 – review", The Guardian, Guardian News and Media, 20 January 2011. Página visitada em 31 January 2011.
  10. Parkin, Chris (24 January 2011). Adele – Album Review: Adele – 21 (XL) -Album Reviews NME. IPC Media. Time Inc.. Página visitada em 20 February 2011.
  11. Caramanica, Jon. "Adele:21", The New York Times, New York Times Company, 11 February 2011. Página visitada em 3 May 2011.
  12. Hermes, Will. Review:21 by Adele Rolling Stone. Wenner Media LLC. Página visitada em 20 February 2011.
  13. Cole, Matthew (20 February 2011). Adele: 21 – Music Review Slant Magazine. Página visitada em 21 February 2011.
  14. Schneider, Marc (Billboard). "Adele's Next '21' Single: 'Rumour Has It'" (em inglês) 13 de fevereiro de 2012. Página visitada em 20 de fevereiro de 2012.
  15. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas No_Rubin
  16. VH1′s 100 Greatest Women In Music (em inglês) VH1. Página visitada em 29/05/2012.
  17. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Adele_blog
  18. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Broke_my_heart
  19. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Booze
  20. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Failure
  21. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas MTVL
  22. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Together
  23. Adkins 2011, Interview: "Turning Tables"
  24. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Roll_Deep
  25. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Articulate
  26. Adele '21' - Track By Track Review | Adele | News | MTV UK Mtv.co.uk (21 January 2011). Página visitada em 20 February 2011.
  27. charts.de charts.de. Página visitada em 20 February 2011.
  28. Schneider, Marc (13 de fevereiro de 2012). Adele's Next '21' Single: 'Rumour Has It' Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 1 de maio de 2012.
  29. Phares, Heather (23-11-2011). Drake's 'Take Care' Blasts Onto Billboard 200 (em inglês) Billboard. Página visitada em 27-11-2011.
  30. Daw, Robbie (22-02-2012). Adele's '21' Hits 21st Week Atop Album Chart On Its One-Year Anniversary (em inglês) Idolator. Página visitada em 27-02-2012.
  31. Álbum "21", de Adele, é o quarto mais vendido da história do Reino Unido.
  32. Adele - Conheça tudo sobre a cantora que conquistou o público. Página visitada em 06 de novembro de 2012.
  33. Week Ending May 13, 2012. Albums: 9 Million! Yahoo Music. Página visitada em 29/05/2012.
  34. Adele's 21 was 2011's best-selling album, and kinda saved the whole record industry AV Club. Página visitada em 29/05/2012.
  35. [1]
  36. Adele ultrapassa marca de 25 milhões de cópias vendidas do CD "21". Página visitada em 30 de novembro de 2012.
  37. Adele recebe a mais alta honraria da família real britânica
  38. Adele - 21 Pre-order iTunes Store. Página visitada em 30 November 2010.
  39. Top 50 Albums Chart - Australian Recording Industry Association ARIA. Página visitada em 30 de janeiro de 2011.
  40. Steffen Hung. Adele - 21 lescharts.com. Página visitada em 20 de fevereiro de 2011.
  41. ultratop.be - Adele - 21 (em Dutch) Ultratop. ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 28 de janeiro de 2011.
  42. ultratop.be - Adele - 21 (em French) Ultratop. ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 28 de janeiro de 2011.
  43. Canadian Albums - Week of March 12, 2011 Billboard.com. Página visitada em 5 de março de 2011.
  44. a b Steffen Hung. Adele - 19 lescharts.com. Página visitada em 20 de fevereiro de 2011.
  45. dutchcharts.nl - Adele - 21 MegaCharts. Hung Medien. Página visitada em 28 de janeiro de 2011.
  46. Adele: 21 (em Finnish) IFPI. Página visitada em 3 de fevereiro de 2011.
  47. Classement officiel des ventes d'albums en France du 24 janvier au 30 janvier 2011 (em Frances) Chartsinfrance. Página visitada em 4 de fevereiro de 2011.
  48. Deutschland im Adele-Fieber (em German) Media Control GfK (1 de fevereiro de 2011). Página visitada em 3 February 2011.
  49. Adele: 21 (em Greek) IFPI. Página visitada em 4 de fevereiro de 2011.
  50. Chart Track Irish Albums Chart. GfK. Página visitada em 28 de janeiro de 2011.
  51. FIMI (em Italian) Fimi. Página visitada em 5 de fevereiro de 2011.
  52. オリコンランキング情報サービス「you大樹」 (em Japanese) Oricon. Página visitada em 12 de fevereiro de 2011.
  53. Global Charts: Adele - 21 A Charts. Página visitada em 25 de março de 2011.
  54. Lenta.ru: Музыка: Маленький праздник (em Russian) lenta.ru. Página visitada em 19 de março de 2011.
  55. Steffen Hung. Adele - 21 spanishcharts.com. Página visitada em 20 de fevereiro de 2011.
  56. Archive Chart UK Albums Chart. The Official Charts Company. Página visitada em 30 de janeiro de 2011.
  57. Adele's '21' Sells Over 350k to Top Billboard 200 Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 2 de março de 2011.
  58. German albums certifications – Adele – 21 (em alemão) Bundesverband Musikindustrie. Página visitada em 29-01-2012.
  59. Adele: disco de Platino en Argentina (em espanhol) La Cuerda Planetaria (23-12-2011). Página visitada em 27-01-2012.
  60. ARIA Top 50 (em inglês) Australian Recording Industry Association Ltd. Página visitada em 27-01-2012.
  61. Gold & Platin (em alemão) IFPI Áustria (16-12-2011). Página visitada em 27-01-2012.
  62. Goud en platina (em <código de língua não reconhecido>) Ultratop & Hung Medien (16-12-2011). Página visitada em 27-01-2012.
  63. Gold and Platinum Certifications (em inglês) Canadian Recording Industry Association (22-11-2011).
  64. Adele es disco de oro en Chile (em espanhol). Página visitada em 28-01-2012.
  65. Albums Certifications - Adele (em <código de língua não reconhecido>) International Federation of the Phonographic Industry. Página visitada em 28-01-2012.
  66. IFPI Platinum Europe Awards - 2011 (em inglês) International Federation of the Phonographic Industry. Página visitada em 28-01-2012.
  67. IFPI Certifications - Adele (em finlandês) IFPI. Página visitada em 29-01-2012.
  68. Adele disque de diamant (em French) Europe 1 (17 October 2011). Página visitada em 19 November 2011.
  69. Ireland Breaking Record PIAS (20 May 2011). Página visitada em 8 October 2011.
  70. fisici e digitali dalla settimana 1 del 2009 alla settimana 52 del 2013 (PDF) (em Italian) FIMI. Página visitada em 15 de janeiro de 2014.
  71. Top 100 Mexico - Semana Del 17 al 23 de Octubre del 2011 (em Spanish) Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Página visitada em 2 November 2011. Cópia arquivada em 2 November 2011.
  72. Tweede album Adele al na ruim drie maanden vijfmaal platina! (em Dutch) ShowNu.nl. (5 June 2011). Página visitada em 16 July 2011.
  73. The Official New Zealand Music Charts - Top 40 Albums Chart - Monday 28 November 2011 Recording Industry Association of New Zealand. Página visitada em 29 November 2011.
  74. Listy bestsellerów, Wyróżnienia (em Polish) Związek Producentów Audio Video (ZPAV). Página visitada em 26 May 2011.
  75. Lenta.ru: Музыка: Начинается на А (em Russian) 'lenta.ru'. Лента.Ру. Página visitada em 14 Oсtober 2011.
  76. Top 100 Albumes - Semana 44: del 31.10.2011 al 06.11.2011 (PDF) (em Spanish) Productores de Música de España. Página visitada em 10 November 2011.
  77. Sverige Topplistan - Veckolista Album - Vecka 42, 21 oktober 2011 (em Swedish) www.sverigetopplistan.se. Página visitada em 21 October 2011.
  78. Edelmetall – Adele (em German) HitParade.ch. Página visitada em 27 July 2011.
  79. [2]
  80. 21 by Adele - Download 21 on iTunes Itunes.apple.com (21 January 2011). Página visitada em 31 January 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]