The Black Eyed Peas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Black Eyed Peas
Integrantes do The Black Eyed Peas
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hip hop, R&B, electropop, electro hop, EDM
Período em atividade 1995 - presente
Gravadora(s) Interscope Records (2005-atualmente)
A&M Records (1998-2004)
Ruthless Records (1993-1996)
Página oficial BlackEyedPeas.com
Integrantes
Will.I.Am
Apl.de.Ap
Taboo
Fergie

The Black Eyed Peas é um grupo de hip hop, R&B e de música eletrônica, formado em Los Angeles, Califórnia em 1995. O grupo é composto por Will.I.Am, Apl.de.ap, Taboo, e Fergie. Desde seu terceiro álbum Elephunk em 2003, o grupo vendeu mais de 35 milhões de álbuns e 50 milhões de singles.[1]

Seu primeiro hit número um no mundo foi "Where Is the Love?" em 2003. Outro single que chegou ao número um nas paradas européias, foi "Shut Up". O álbum seguinte do grupo, Monkey Business foi outro sucesso, certificado "4x Platina" nos Estados Unidos, com singles como "My Humps", "Don't Phunk With My Heart" e "Pump it".

Em 2009, o grupo se tornou um dos 11 artistas à colocar singles em primeiro e segundo lugar, simultaneamente, na Billboard Hot 100, com seus singles "Boom Boom Pow" e "I Gotta Feeling", o próximo single "Meet Me Halfway" alcançou um sucesso similar, a partir do álbum The E.N.D, estes três singles também liderou as paradas por 30 semanas consecutivas em 2009. O álbum mais tarde conseguiu mais uma vez a primeira posição da Hot 100 com "Imma Be", tornando o grupo um dos poucos à colocar três singles número um no chart do mesmo álbum antes de ser seguido com "Rock That Body", que conseguiu pico no Top 10 da Hot 100. "I Gotta Feeling" tornou-se o primeiro single a vender mais de 1 milhão de downloads no Reino Unido.[2]

Em novembro de 2010, eles lançaram seu álbum The Beginning. O primeiro single do álbum foi "The Time (Dirty Bit)".A canção liderou as paradas em diversos países. Em fevereiro de 2011, o grupo se apresentou no Super Bowl XLV. O segundo single do álbum foi "Just Can't Get Enough" e foi lançado em fevereiro de 2011. O vídeo foi filmado no Japão uma semana antes do terremoto de 2011. A canção foi dedicada a amigos japoneses. O terceiro single, "Don't Stop the Party" foi lançado em maio de 2011. O vídeo deste single foi filmado no Brasil, com cenas da The END World Tour no país e da vinda de Will.i.am no carnaval do Rio de Janeiro em 2011.

Carreira[editar | editar código-fonte]

1998-2000: Bridging the Gap[editar | editar código-fonte]

Em 1988, quando estudantes da oitava série William Adams, will.i.am, e Allan Pineda, apl.de.ap, reuniram-se e começaram a cantar e tocar juntos em Los Angeles. A dupla assinou contrato com a Ruthless Records, em 1992, chamando a atenção de Eazy-E, sobrinho de Jerry Heller. Juntamente com outro amigo deles, Dante Santiago, eles chamaram o grupo de Atban Klann.[3] Will 1X, Apl.de.ap, Mookie Mook, DJ motiv8 aka e Dante Santiago formavam o Atban Klann. Seu álbum de estréia, Grass Roots, nunca foi lançado porque fundador da Ruthless, Eazy-E, vinha a falecer.[3]

Depois da morte de Eazy-E em 1995, o Atban Klann reformou e mudou seu nome para "Black Eyed Pods", e só depois, para "The Black Eyed Peas". Dante Santiago foi substituído por Jaime Gomez, Taboo, e Kim Hill foi adicionada no grupo. Ao contrário de muitos grupos de hip-hop, eles optaram por tocar com uma banda ao vivo e adotou um estilo musical e de vestuário que diferiam muito de um grupo de rap. Depois de ter assinado com a Interscope Records e lançando seu álbum de estréia, Behind the Front em 1998 o grupo, e sua banda que a acompanha ao vivo, ganhou aclamação da crítica. Um dos singles do álbum foi "Joints & Jam", que foi destaque na trilha sonora de Bulworth. Seu segundo álbum foi Bridging the Gap lançado em 2000, que teve o hit "Request+Line", com Macy Gray.

2001–2004: Elephunk[editar | editar código-fonte]

Black Eyed Peas em tarde de autógrafos.

Seu terceiro álbum, Elephunk, começou a ser elaborado em 2 de Novembro de 2001, mas foi lançado apenas em 2003. Esse foi o primeiro álbum do grupo com os vocais de Fergie, substituindo Kim Hill. Originalmente, Nicole Scherzinger foi convidada para entrar no The Black Eyed Peas. Ela foi forçada a desistir pois ainda era membro Eden's Crush. Dante Santiago apresentou Will.I.Am à Fergie, que entrou no grupo em 2003.

Do Elephunk veio "Where is the Love?", que se tornou o maior sucesso da carreira do Black Eyed Peas, chegando ao número 8 na Billboard Hot 100, chegou ao topo das paradas em vários outros países, incluindo 6 semanas como número 1 no Reino Unido, onde se tornou o single mais vendido de 2003. O single teve similar resultado na Austrália, ficando no número 1 por seis semanas também. Em uma entrevista para o site TalkofFame.com, Taboo revelou que o rompimento de Justin Timberlake com Britney Spears impactou na gravação de "Where Is The Love?".[4]

O álbum lançou ainda "Shut Up", que chegou a ser número 2 no Reino Unido e em vários países e ganhou Platina e Ouro nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e outros países da Europa.

O terceiro single do álbum foi "Hey Mama" que entrou para o Top 5 na Austrália e Top 10 no Reino Unido, Alemanha e outros páises da Europa e 23 nos Estados Unidos. Ganhou mais exposição depois de aparecer em comercial do iPod.

Em 2004, o The Black Eyed Peas comçeou a The Elephunk Tour, indo para muitos países.

2005–2006: Monkey Business[editar | editar código-fonte]

The Black Eyed Peas cantando em 24 Agosto de 2006.

Seu próximo álbum, foi lançado em 7 de Junho de 2005. Mas a pré-produção e composição das músicas foram feitas no John Lennon Educational Tour Bus enquanto o Black Eyed Peas estava em turnê em 2004. O primeiro single do álbum, "Don't Phunk with My Heart", foi um hit nos E.U.A, chegando a número 3 na U.S. Hot 100. Foram indicados para o Grammy como "Best Rap Performance by a Duo or Group". A música ficou em 3º lugar no Reino Unido, em 5º no Canadá e ficou em 1º lugar na Austrália. "Don't Lie", o segundo single álbum, alcançou a posição 14ª na Billboard Hot 100, entretanto teve maior sucesso no Reino Unido e Austrália, chegando a 6ª posição no Top 10 em ambos os países. "My Humps", outra canção do álbum que ganhou grande sucesso, apesar das letras sexualmente sugestivas, chegando à 3ª posição na U.S. Hot 100 e número 1 Austrália. O álbum estreou na 2ª posição da Billboard 200, vendendo mais de 295.000 copias na primeira semana e foi certificado como tripla Platina. Seu próximo e último single commercial foi "Pump It", com samples de "Misirlou", de Dick Dale, conseguiu a 8ª posição na Austrália. Mesmo sendo um álbum de hip-hop, Monkey Business conta com alguns solos de violão tocados por Jack Johnson em "Gone Going".

Em Setembro de 2005, The Black Eyed Peas lançou o iTunes Originals playlist com seus maiores hits, algumas músicas foram re-gravadas especialmente para o iTunes. A playlist inclui músicas como "Don't Lie", "Shut Up", e uma nova versão de "Where Is the Love?" Contém ainda pequenas histórias, informações e comentários sobre as músicas do grupo e como se conheceram.

Em 27 de Novembro de 2005, The Black Eyed Peas cantou no intervalo da Liga de Futebol Canadense em Vancouver, Columbia Britânica.

Em 2005, The Black Eyed Peas saiu em turnê com Gwen Stefani, fazendo seus shows de abertura. Em Dezembro de 2005, eles entraram em uma turnê européia.

A parte europeia da turnê começou em Tel Aviv, Israel, passando por Irlanda, Reino Unido, Itália e Alemanha.

Depois de passer pela Europa e Ásia, eles foram para os EUA e América do Sul. Uma série na internet chamada de Instant Def, interpretando um grupo de hip-hop super-heróis.

Em 31 de Dezembro de 2006, Black Eyed Peas fizeram seu último show da The Monkey Business Tour, em Ipanema no Rio de Janeiro, para mais de 1 milhão de pessoas, se tornado seu maior público. Black Eyed Peas cantou no Live Earth em 7 de Julho de 2007 no Wembley Stadium, Londres. will.i.am cantou sua música, "Help Us Out" que agora se chama "S.O.S. (Mother Nature)", do álbum, Songs About Girls.

Cantaram também no Summer Sonic Festival em Tokyo, Japão em 11 de Agosto 11, e Osaka, Japão em 12 de Agosto de 2007. A apresentação contou com Fergie cantando seus sucessos do The Dutchess. Will.i.am cantou músicas de se álbum solo também. Em 10 de December de 2005, os Peas fizeram um cover de John Lennon, a clássica "Power to the People", A canção foi mais tarde lançada no álbum de tributo à John Lennon em 2007 Instant Karma: The Amnesty International Campaign to Save Darfur. No mesmo dia o Black Eyed Peas fez uma versão ao vivo da música com participação de John Legend e Mary J. Blige.

Em 21 de Março de 2006, The Black Eyed Peas lançou um álbum de remixes chamado Renegotiations: The Remixes para o iTunes. Contava com versões remixadas de "Ba Bump", "My Style", "Feel It", "Disco Club", "They Don't Want Music", "Audio Delite at Low Fidelity", e o videoclipe da canção "Like That". Na semana seguinte, foi lançada um cd sem o videoclipe de Like That.

Depois de produzir os álbuns dos Peas, will.i.am começou sua carreira solo produzindo e colaborando com Michael Jackson, U2, Sérgio Mendes, Carlos Santana, Too Short, Kelis, Cheryl Cole, John Legend, RBD, Nelly Furtado, Justin Timberlake, Nas e Bone Thugs and Harmony.

Em Março de 2006, The Black Eyed Peas começou a Honda Civic Tour com Flipsyde e The Pussycat Dolls como shows de abertura. Eles novamente usaram o John Lennon Educational Tour Bus na turnê para produzir novas músicas para o álbum solo de Fergie.

Em 2007, The Black Eyed Peas começou a Black Blue & You Tour visitando mais de 20 países, incluindo Macau, Suécia, Polónia, Roménia, Hungria, África do Sul, Coréia do Sul, Malásia, Índia, Indonésia, Israel, Singapura, China, Rússia, Cazaquistão, Austrália, Nigéria, México, Tailândia, Venezuela, Guatemala, Nicarágua, Costa Rica, Argentina , Filipinas, El Salvador e Brasil. Essa turnê foi patrocinada pela Pepsi.

2007: Carreiras solo[editar | editar código-fonte]

Fergie entrou em carreira solo com o lançamento do disco The Dutchess em 2006. O álbum vendeu 7,5 milhões de cópias no mundo e todos os singles lançados estiveram entre as cinco primeiras posições da Billboard Hot 100. London Bridge, Glamorous e Big Girls Don't Cry chegaram, respectivamente, ao primeiro lugar. Enquanto Fergalicious chegou até a segunda colocação e Clumsy alcançou a quinta. Mas os bons resultados não ficaram restritos às paradas musicais americanas, os “hits” do primeiro álbum de Fergie alcançaram o topo de várias paradas musicais pelo mundo. A cantora planeja lançar um segundo álbum solo em 2012.[5]

Will.I.am lançou um álbum em 2007, foi intitulado Songs About Girls e teve três singles: I Got It From My Mama, Heartbreaker, e One More Chance. O álbum não obteve bons resultados tanto nas vendas quanto nas paradas musicais. Em carreia solo o rapper já produziu para vários artistas, incluindo Michael Jackson, Rihanna, Usher, Cheryl Cole, U2, Nicki Minaj, Britney Spears, e outros.

Apl.de.Ap está produzindo um álbum solo com a ajuda dos outros membros do Black Eyed Peas. Até agora já lançou três singles: Take Me To The Philipines, Mama Filipina e U Can Dream; este último contém o nome do próprio álbum.

Taboo também está planejando um álbum solo homônimo, mas até agora só há um single: You Girl.

2008–2010: The E.N.D. e The E.N.D. World Tour[editar | editar código-fonte]

Black Eyed Peas na turnê The E.N.D. na Arena O2.

O quinto álbum do grupo, The E.N.D. ("The Energy Never Dies"), foi lançado em 9 de Junho de 2009. "Boom Boom Pow" foi lançado nas radios Americanas em 10 de Março de 2009 e foi lançada em 30 de Março de 2009 no iTunes. Se tornou a primeira música desse álbum a chegar ao topo, onde ficou por 12 semanas, no topo da Billboard Hot 100, chegando ao número 1 na Austrália, Canadá e Inglaterra. O álbum tem uma batida mais voltada para o electro-hop. O álbum chegou à 1ª posição na Billboard 200 em 27 de Junho de 2009, vendendo 304 mil cópias.

O primeiro promo single, "Imma Be", foi lançado para download no iTunes em 19 de Maio nos EUA, entrando na posição 50ª da Billboard Hot 100 em 6 de Junho de 2009.

Taboo disse à revista iProng que The E.N.D. pode ser o último CD do "BEP" a ser lançado na forma física, em favor ao lançamento digital de álbuns no futuro.

O segundo promo single "Alive" foi lançado para download em 26 de Maio via Sendle.com.

Após o lançamento de The E.N.D., The Black Eyed Peas lançou "I Gotta Feeling, produzida por David Guetta, como o segundo single do álbum. "I Gotta Feeling" chegou ao topo da U.S. iTunes chart substituindo "Boom Boom Pow" que caiu para a 2ª posição. Chegou a 3ª e depois à 2ª posição na Inglaterra. Estreou como número 2 na Hot 100 atrás de "Boom Boom Pow" e depois a ultrapassou chegando à 1ª posição. The Black Eyed Peas entrou para o grupo de artistas que teve mais músicas na 1ª e 2ª posição da Hot 100 simultaneamente. O grupo esteve no topo dos chartes por 26 semanas, mais semanas consecutivas do que qualquer outro grupo.

Após o lançamento, Will.I.Am comentou que o álbum foi inspirado por uma viagem à Austrália, especificamente pela música do The Presets My People. "A energia no pequeno palco do The Presets era louca. Aquela música, My People, aquilo era selvagem." Will.I.Am disse.

Em 8 de Setembro de 2009, o grupo cantou ao vivo no "Oprah Winfrey's 24th Season Kickoff Party", na Michigan Avenue em Chicago. Se estima que 21 mil dançarinos fizeram o flash mob para "I Gotta Feeling". Em setembro de 2009, o grupo embarcou na The END World Tour, com datas anunciadas no Japão, Austrália e Nova Zelândia. A turnê continuará em 2010, passando por vários países de todos os continentes. Em 30 de Julho foi anunciado mais um record de IGF, dessa fez foi o recorde de primeira música a passar da marca de 6 milhões de downloads digitais apenas nos estados unidos, vale lembrar que antes a música já havia batido o record de mais baixada nos EUA com mais de 5 milhões de downloads digitais.

Lançada para download em 2 de Junho, "Meet Me Halfway" foi anunciado como o terceiro single do álbum. O vídeo estreou no iTunes em 13 de Outubro. O single alcançou o número 1 no Reino Unido e Austrália, tornando-se o terceiro, no Top 10 do The END em ambos os países. Chegou também à 7ª posição da Billboard Hot 100, tornando-se o terceiro Top 10 do álbum.

O grupo cantou no American Music Awards de 2009 as músicas Meet Me Halfway e Boom Boom Pow. Nesse mesmo dia, o grupo ganhou 2 das 3 categorias em que concorria: Favorite Rock/Pop Group e Favorite R&B/Soul Group. Perderam a última categoria Best R&B/Soul Album (The E.N.D), para Michael Jackson.

Fergie e apl de performance em Lisboa.

William anunciou que seria Missing You o quarto single do grupo, mas alguns dias depois foi confirmado que Imma Be seria o quarto single. Durante o lançamento promocional, a canção chegou a posição 50 na Hot 100. Foi oficialente lançada em 15 de Dezembro de 2009 e rapidamente chegou ao topo da Hot 100. Rock That Body foi escolhido como quarto single para Inglaterra, Canada e Austrália e será o quinto single para os EUA.

The Black Eyed Peas começou 2010 cantando Rock That Body, Imma Be, Boom Boom Pow e outras músicas do The E.N.D no New Year's Eve o que alavancou os downloads das músicas. Cantaram também no Grammy 2010 um mash-up de Imma Be/I Gotta Feeling. Na mesma noite, eles ganharam 3 das 6 categorias em que concorriam Best Pop Vocal Album for The E.N.D, Best Pop Vocal Performance by a Group for I Gotta Feeling e Best Short Form Video for Boom Boom Pow. Em Fevereiro de 2010 Imma Be tornou-se o quarto single Top 10 e o 3º primeiro lugar da era THE E.N.D na Billboard Hot 100.

Em 15 de Setembro de 2009, o grupo iniciou a The E.N.D. World Tour uma turnê completamente diferente de todas as já feitas por eles, com muitos elementos visuais e especiais, vários telões espalhados pelos palcos, figurinos futuristas e 50 toneladas de aparelhagem. O palco demorava alguns dias para ser montado, e era desmontado imediatamente após o término do show. Houve apresentações na Ásia, Oceania, Europa, América do Norte, e América do Sul, sendo que novamente o grupo voltou ao Brasil e se apresentou em 9 cidades. Na América do Sul o palco foi remodelado, sendo que o novo palco proporcionou aos fãs muito mais proximidade. Além disso, na América do Sul os shows foram gravados em 3D, e vão dar origem ao Blu-ray da turnê, como anunciado por Fergie em algumas performances; porém, o único show transmitido em 3D pelo grupo, foi realizado na Times Square, em Nova York, para a campanha de promoção da inovadora tecnologia de televisão a 3D da marca Samsung. O concerto do grupo The Black Eyed Peas, junta-se assim à gama de conteúdos 3D que a Samsung disponibilizou.[6]

2010–2011: The Beginning, The Beginning World Tour e Segunda pausa[editar | editar código-fonte]

Black Eyed Peas durante uma performance no Walmart

Em 06 de Junho de 2010, a banda confirmou que eles estavam trabalhando em um novo álbum em uma entrevista para The Big Issue. O álbum foi descrito como uma "seqüela" de The E.N.D. Will.i.am anunciou que o novo álbum "simboliza o crescimento, novos começos e começa uma nova perspectiva", e que seria intitulado The Beginning. O álbum foi lançado em 30 de Novembro de 2010 e recebeu críticas mistas.[7] O primeiro single do álbum se chama "The Time (Dirty Bit)",[8] e foi lançado em 20 de Outubro de 2010 através do Twitter de Will.i.am. O videoclipe foi dirigido por Rich Lee, que já havia dirigido o clipe de "Imma Be, Rocking That Body"

O grupo também afirmou na entrevista o grande problema que eles estão tendo em um filme em 3D dirigido por James Cameron . O filme seria um documentário com ficção inserida nele. O grupo também se apresentou no show do intervalo do Super Bowl XLV, no Cowboys Stadium, em 06 de Fevereiro de 2011, um dos eventos mais vistos em todo o mundo.[9]

Em 5 de dezembro, eles apareceram na sétima temporada do ‘’The X Factor’’ no Reino Unido, cantando "The Time (Dirty Bit)".

A música "Just Can't Get Enough", foi confirmada como o segundo single no blackeyedpeas.com em 11 de janeiro de 2011, desmentindo os rumores de que "Whenever" e "The Best One Yet (The Boy)" seriam os próximos singles. O vídeo da música foi lançado no dia 16 de março de 2011 e foi filmado em Tóquio, uma semana antes do terremoto e do tsunami que atingiram a cidade. O vídeo foi dirigido por Ben Mor e o clipe, dedicado às famílias que sofreram na catástrofe, também traz uma mensagem de apoio no início.

Em 17 de março, The Black Eyed Peas apareceu no "American Idol" cantando "Just Can't Get Enough". Will.i.am disse no início da canção que a música foi dedicada a "nossos amigos no Japão".

Em 2 de abril, o grupo apareceu no 24º Kids Choice Awards da Nickelodeon tocando "The Time (Dirty Bit)" e "Just Can't Get Enough". A aparição recebeu críticas muito boas e na mesma noite o grupo ganhou o prêmio de Grupo Musical Favorito. [10]

O terceiro single foi "Don't Stop the Party" e foi lançado em 10 de maio de 2011. No mesmo dia, um videoclipe para a canção foi lançada no iTunes, juntamente com o single. O vídeo, que é dirigido por Ben Mor, apresenta imagens ao vivo de palco e os bastidores do grupo durante a The END World Tour no Brasil. O vídeo estreou na Vevo em 12 de maio de 2011.

Em 22 de maio, o grupo apareceu no Billboard Music Awards 2011 e ganhou uma das quatro nomeações, por Melhor Grupo ou Dupla. [11] Eles também tocaram "Just Can't Get Enough", "The Time (Dirty Bit)", "Boom Boom Pow" e "I Gotta Feeling". O desempenho recebeu boas críticas.

Em 25 de junho, a Ubisoft anunciou que iria desenvolver um jogo de video-game de dança do Black Eyed Peas para Kinect e Wii, que seria, futuramente, intitulado como "The Black Eyed Peas Experience".[12]

Durante um concerto no Alton Towers em Staffordshire no dia 6 de julho de 2011, o Black Eyed Peas anunciou que iriam dar uma pausa após o fim da turnê, assim como foi em 2005 até 2009. Will.i.am confirmou depois em seu Twitter, completando que eles não iriam parar de criar.[13]

2013-presente: Próximo sétimo álbum de estúdio[editar | editar código-fonte]

Durante uma entrevista com NRJ, Will.I.Am em falar sobre seu álbum solo também confirmou que o The Black Eyed Peas vai iniciar sessões de gravação para o seu sétimo álbum de estúdio em 2013.

Relação com o Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Todos os membros da banda já afirmaram se identificar com o Brasil tanto pela arte quanto pelas pessoas e pela cultura.
  • Em junho de 2006, a banda gravou com o músico brasileiro Sérgio Mendes um remix de Mas Que Nada, para o álbum solo de Sérgio, intitulado Timeless.
  • No Réveillon de 2006/2007, a banda se apresentou para mais de 1 milhão de pessoas no Posto 8 da Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. Foi o último show da Monkey Business Tour e contou com a participação especial de Sérgio Mendes. Foi o maior público para o qual a banda tenha se apresentado e segundo os cantores, um dos mais marcantes de suas vidas. [14] [15] [16] [17]
  • Durante a participação da banda no show de abertura da Copa do Mundo FIFA de 2010, realizada na África do Sul, o vocalista Will.i.am citou o Brasil por diversas vezes durante as músicas, e ao receber uma bandeira do Brasil vinda da platéia, a flamulou.
  • Will.i.am citou a cidade do Rio de Janeiro como o melhor lugar do mundo.
  • Will.i.am gravou o vídeo de I Got It From My Mama em uma praia do Brasil, e também gravou o clipe de Great Times em São Paulo e no Rio de Janeiro.[18]
  • Em 2011, will.i.am co-protaginizou o filme Rio, emprestando sua voz ao personagem Pedro.[19]
  • Enquanto a The E.N.D World Tour passava por terras brasileiras, a banda gravava parte dos shows e acontecimentos de cada cidade, filmagens que posteriormente foram usadas na confecção do clipe de Don't stop the Party.[20]
  • Para a trilha sonora do filme Rio, Will.i.am gravou Hot Wings (I Wanna Party) com Jamie Foxx e Anne Hathaway.[21]
  • Will.i.am é proprietário de uma casa na Joatinga, área nobre da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1998 Behind the Front
2000 Bridging the Gap
2003 Elephunk
2005 Monkey Business
2009 The E.N.D.
2010 The Beginning

A discografia dos The Black Eyed Peas, é composta por seis álbuns de estúdio. A Interscope Records lançou seu álbum de estreia, Behind the Front, nos Estados Unidos em 30 de Junho de 1998. Embora o álbum recebeu quatro estrelas de uma revisão do Allmusic, ele ficou com posições baixas na Billboard 200 nos Estados Unidos e na French Albums Chart, nos números 129 e 149, respectivamente.[22] O segundo álbum da banda, Bridging the Gap, foi lançado em 2000 e atingiu um pico de sessenta e sete nos EUA e alcançou a posição mais alta na Nova Zelândia, com o número dezoito.

Em Junho de 2003, a banda lançou seu terceiro álbum, Elephunk, que incluía os singles "Where Is the Love?", o primeiro single internacional número-um da banda,[23] "Shut Up", "Hey Mama" e "Let's Get It Started".

O quarto álbum, intitulado Monkey Business, foi lançado em 2005 e chegou a número dois nos EUA e número um em muitos países.[24] [25] [26] [27]

O "The Black Eyed Peas" lançaram seu quinto álbum de estúdio, The E.N.D., em Junho de 2009. Tornou-se o álbum com maior posição nas paradas dos EUA, atingindo o número um. Os The Black Eyed Peas lançaram o seu sexto álbum de estúdio, The Beginning, em 26 de Novembro de 2010.[28] [29] O primeiro single do conjunto, "The Time (The Dirty Bit)", lançado em 9 de Novembro de 2010,[30] chegou a número 1 no UK Singles Chart em 12 de Dezembro de 2010.[31] .

Filmes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Erro: campo title é obrigatório.
  2. "Black Eyed Peas set downloads record", BBC News, June 21, 2010.
  3. a b Kellman, Andy. The Black Eyed Peas Allmusic. Página visitada em January 4, 2011.
  4. Taboo Talks Justin Timberlake Rap Session (2009). Página visitada em 2009.
  5. Fergie planeja novo álbum solo para 2012 (2010). Página visitada em 13 de janeiro de 2011.
  6. The Black Eyed Peas e James Cameron se juntam para o lançamento da Samsung 3D LED TV na Times Square BlackEyedPeas.com (June 10, 2010). Página visitada em September 10, 2010.
  7. MusicSearch Blog – Black Eyed Peas Reveal New Album Details! BlackEyedPeas.com (June 10, 2010). Página visitada em September 10, 2010.
  8. MusicSearch Blog – Black Eyed Peas reveal new single "The Time (Dirty Bit)" [AUDIO] MusicSearch (October 21, 2010). Página visitada em October 21, 2010.
  9. Black Eyed Peas Meet The Big Issue BlackEyedPeas.com (June 10, 2010). Página visitada em September 10, 2010.
  10. http://www.nick.com/kids-choice-awards/2012/black-eyed-peas-music-group.html
  11. http://www.billboard.com/features/billboard-1005122862.story#/features/billboard-1005122862.story
  12. Announcing The Black Eyed Peas Experience The Black Eyed Peas (June 25, 2011). Página visitada em June 26, 2011.
  13. {{Cite news|title=Black Eyed Peas Take Indefinite Break|url=http://www.mtv.co.uk/artists/black-eyed-peas/news/322913-black-eye-peas-take-indefinite-break-william-fergie%7Cdate=July 9, 2011|publisher=[[MTV (UK and Ireland)|MTV UK|separator=,|postscript=|accessdate=July 9, 2011}}
  14. http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,AA1404870-5606,00.html
  15. http://oglobo.globo.com/cultura/show-do-black-eyed-peas-leva-um-milhao-de-pessoas-ao-delirio-nas-areias-de-ipanema-4242707
  16. http://musica.terra.com.br/interna/0,,OI1325753-EI1267,00.html
  17. http://rioqueamo.blogspot.com.br/2007/01/rveillon-black-eyed-peas-leva-ipanema.html
  18. Lançamento do Videoclipe de 'I Got It From My Mama'.
  19. http://www.nytimes.com/2010/01/11/business/media/11bluesky.html
  20. http://www.hollywoodreporter.com/hr/content_display/film/news/e3if3a533371c11b1487ce932b12799e42d
  21. Jornal do Brasil - Cultura - Trilha sonora da animação 'Rio' cria a apoteose do filme Jornal do Brasil (6 de abril de 2011). Página visitada em 2 de maio de 2011.
  22. Behind the Front: Overview Allmusic. Macrovision. Página visitada em 4 de Fevereiro de 2009.
  23. Histórico de posições de Where Is The Love? (em inglês) 1 pp. MusicSquare.Net. Página visitada em 22 de Junho de 2007.
  24. Representando a la Industria Argentina de la Música CAPIF. Página visitada em 7 de Abril de 2010.
  25. http://australian-charts.com/showitem.asp?interpret=The+Black+Eyed+Peas&titel=Monkey+Business&cat=a
  26. name="Mariah-Charts">
  27. The Black Eyed Peas - Monkey Business (em inglês) 1 pp. lescharts.com. Página visitada em 21 de Fevereiro de 2011.
  28. Deluxe Edition (em inglês) 1 pp. JB Hi-Fi Online.com.au. Página visitada em 22 de Novembro de 2010.
  29. Standard Edition (em inglês) 1 pp. JB Hi-Fi Online.com.au. Página visitada em 22 de Novembro de 2010.
  30. The Time (The Dirty Bit) Amazon.com. Página visitada em November 4, 2010.
  31. Gustafsson, Fredrik (12 de Dezembro de 2010). Black Eyed Peas Have the Time of Their Life (em inglês) 1 pp. Welch e Music.com. Página visitada em 12 de Dezembro de 2010.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre The Black Eyed Peas

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]