Portal:Madonna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z

Wikiportal, madonna.png

MADONNA

Madonna na estreia de I Am Because We Are em 2008.

Madonna Louise Veronica Ciccone (Bay City, 16 de agosto de 1958), mais conhecida como Madonna, é uma cantora, compositora, atriz, dançarina, empresária e produtora musical e cinematográfica norte-americana. Ela se mudou para Nova Iorque em 1977 para seguir a carreira na dança moderna. Após se apresentar nos grupos musicais Breakfast Club e Emmy, ela lançou seu álbum de estreia em 1983. Em seguida, uma série de álbuns bem sucedidos a trouxeram popularidade, quebrando as barreiras do conteúdo lírico da música popular tradicional e da imagem em seus videoclipes, que se tornaram constantemente exibidos na MTV. Ao longo de sua carreira, várias de suas canções se tornaram bastante lembradas e executadas, entre elas "Like a Virgin", "Papa Don't Preach", "La Isla Bonita", "Like a Prayer", "Vogue", "Take a Bow", "Frozen", "Music", "Hung Up" e "4 Minutes". Madonna tem sido elogiada pela crítica por suas produções musicais diversificadas que servem ao mesmo tempo como meio de chamar atenção para controvérsias religiosas e sexuais.

Sua carreira foi reforçada por participações em filmes que começaram em 1979, apesar dos comentários mistos. Ela ganhou aclamação da crítica e um Globo de Ouro de melhor atriz em comédia ou musical por seu papel em Evita, mas tem recebido duras críticas por outros papéis no cinema. Outras ocupações de Madonna incluem ser escritora de livros infantis, diretora de cinema, produtora,desenhista de moda e empresárioa, sendo nesta última, tendo destaque com a fundação da Maverick Records em 1992. Em 2007, ela assinou um contrato de 120 milhões de dólares com a Live Nation.

Madonna já vendeu mais de 300 milhões de discos e é reconhecida pelo Guinness World Records como a Artista feminina mais bem sucedida de todos os tempos. De acordo com a Recording Industry Association of America (RIAA), ela é a artista feminina da era do rock mais vendida do século XX e a segunda artista feminina mais vendida nos Estados Unidos, atrás de Barbra Streisand, com 64 milhões de álbuns certificados. Em 2008, a revista numerou Madonna na segunda posição, atrás apenas dos Beatles, na lista de maiores artistas de todos os tempos no Hot 100, fazendo dela a artista solo mais bem sucedida na história das paradas da Billboard. Ela também foi introduzida no Rock and Roll Hall of Fame no mesmo ano. Considerada uma das "25 mulheres mais poderosas do século XX" pela Time por exercer influência na música contemporânea, Madonna frequentemente é chamada de "Rainha do pop" e é conhecida por estar constantemente reinventando e modernizado sua música e sua imagem, e por manter um grande nível de autonomia dentro da indústria fonográfica.

Mostrar novas seleções

Canção seleccionada

Madonna performando "Hung Up" durante a Confessions Tour.

"Hung Up" é uma canção da cantora americana Madonna. Foi escrito e produzido por Stuart Price, e lançado como o primeiro single de seu décimo álbum de estúdio, "Confessions on a Dance Floor". Inicialmente utilizado em uma série de anúncios televisivos e seriados, a canção foi lançada como single do álbum em 17 de outubro de 2005. Desde então a canção foi incluída no álbum de Greatest Hits "Celebration", lançado em 2009. Também se tornou a primeira faixa de Madonna a ser lançada digitalmente pelo iTunes.

"Hung Up" possui os acordes do hit Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight) do grupo de Pop e Disco Music ABBA. Madonna recebeu autorização para a utilização dos samples de Benny Andersson e Björn Ulvaeus, compositores e ex-integrantes do grupo. Musicalmente a música é influenciada pelo pop dos Anos 80, além da Disco Music que marcou presença nos Anos 70 em grupos como ABBA, Bee Gees a cantora Donna Summer. Também se destaca na canção elementos de fundo de um relógio que sugerem o passar do tempo. Liricamente a música é descrita como um número de dança tradicional sobre uma mulher forte e independente, que tem problemas de relacionamento.

"Hung Up" recebeu elogios da crítica, observando que a canção recuperou a grande popularidade da cantora, ofuscada pelas polêmicas políticas e sociais de seu, até então, último álbum, "American Life", em 2003. A canção freqüentemente tem sido considerada a melhor de gênero dance na carreira da cantora, sendo comparada a best-sellers de sua carreira, como "Like a Virgin", "Papa Don't Preach", "Like a Prayer", "Vogue" e "Ray of Light". Eles também elogiaram a sincronização eficaz da amostra do ABBA com a música real. "Hung Up" obteve um grande sucesso comercial, chegando no topo das paradas de 41 países ao redor do mundo, tendo entrado para o Guinness World Records como a canção que mais ficou em primeiro lugar na história. A canção tornou-se seu trigésimo-sexto single no Top 10 da Billboard Hot 100, igualando-se a Elvis Presley como a artista com mais canções no Top 10 americano. Tornou-se também a música dance mais bem sucedida da década nos Estados Unidos na Década de 2000. "Hung Up" continua a ser um dos singles mais vendidos de todos os tempos, com vendas de mais de dez milhões de cópias em todo o mundo, sendo a canção mais vendida da carreira da cantora.

Madonna performou a música em uma série de apresentações ao vivo, incluindo como o número final na turnê Confessions Tour em 2006, e na Stick & Sweet Tour em 2008, onde mesclou a canção com gêneros como Rock e R&B. O vídeoclipe da música é um tributo a John Travolta, em seus filmes e na dança em geral. Dirigido por Johan Renck, o clipe começa com Madonna vestida com um maiô rosa dançando sozinha em um estúdio de balé e conclui em um salão de jogos, onde ela dança com sua trupe de backup. Durante o videoclipe, são intercaladas cenas de pessoas exibindo suas habilidades de dança em uma variedade de configurações, incluindo um bairro residencial de Los Angeles, um pequeno restaurante e no Metrô de Londres. Madonna e os dançarinos também praticam Parkour durante o video.

</onlyinclude>

Digressão seleccionada

Nas notícias

Nuvola arrow right pink.png
Gurgel, Márcia (7 de Junho de 2011). Invasor da casa de Madonna tenta suicidar-se na prisão (HTML) (em português) Diário de Notícias - Lisboa. 1 pp..
Nuvola arrow right pink.png
Rocha, Marta (6 de Junho de 2011). Madonna ainda namora com dançarino (HTML) (em português) 1 pp. My Way.
Nuvola arrow right pink.png
Madonna janta com suposto ex (HTML) (em português) Estrelando. 1 pp. (3 de Junho de 2011).
Nuvola arrow right pink.png
Cruz, Patrick (27 de Maio de 2011). Madonna põe dinheiro em água de coco do Ceará (HTML) (em português) 1 pp..
Nuvola arrow right pink.png
Madonna nua na ‘Penthouse’ portuguesa (HTML) (em português) 1 pp. Vidas (19 de Maio de 2011).
Nuvola arrow right pink.png
Madonna vende casa de infância barata (HTML) (em português) 1 pp. Vidas (14 de Maio de 2011).

Imagem seleccionada

Sabia que...?

  • O seu nome inteiro é Madonna Louise Veronica Ciccone?
  • Foi descoberto por um genealogista que ela é prima de nono grau de Lady Gaga?
  • Ela disse a cantora pop Britney Spears para ela ser verdadeira com ela própria?
  • Quando ela disse seu nome durante sua primeira entrevista e o entrevistador perguntou "Madonna de quê?", ela respondeu "apenas Madonna, assim como Cher"?
  • Ela foi casada com o ator Sean Penn?
  • Ela disse que vê muito de si mesma no início da carreira em Lady Gaga?
  • Ela já posou nua mais de duas vezes?
  • Ela já fez shows no Brasil?
  • Ela namorou o modelo brasileiro Jesus Luz?

Categorias

Tópicos

Portais relacionados

Anexo seleccionado

WikiProjectos

Coisas a fazer

Álbum seleccionado

Like a Virgin (Como uma Virgem, em português) é o segundo álbum de estúdio da cantora e compositora norte-americana Madonna, lançado em 12 de novembro de 1984 pela Sire Records. O álbum foi relançado fora do mercado norte-americano em 1985 com a faixa-bônus "Into the Groove". Ocupa a posição número 164 na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

Like a Virgin vendeu mais de 25 milhões de cópias em todo o mundo. Ficou em primeiro lugar na lista dos mais vendidos da Billboard por três semanas e é considerado por muitos críticos musicais como o "álbum que transformou Madonna numa estrela". O álbum vendeu um total de dez milhões de cópias (Disco de Diamante) nos Estados Unidos. Em 2001 a Warner Bros. lançou uma versão remasterizada com duas faixas-bônus (esta versão não incluiu "Into the Groove"). Com esse disco Madonna vira febre mundial e se torna a primeira artista feminina ultrapassar a marca de vinte milhões de cópias abrindo portas para outras artista femininas ultrapassarem também essa marca como Britney Spears, Mariah Carey, Whitney Houston, Celine Dion e Shania Twain.

Wikimedia

Madonna no Wikinotícias     Madonna no Wikiquote     Madonna no Wikilivros     Madonna no Wikisource     Madonna no Wikcionário     Madonna na Wikiversidade     Madonna no Wikivoyage     Madonna no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
//pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikinews-logo.png
//pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikiquote-logo.svg
//pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikibooks-logo.png
//pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikisource-logo.svg
//pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/MadonnaWiktionary-logo-en.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikiversity-logo.svg
//pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/MadonnaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:MadonnaCommons-logo.svg

Purgar cache do servidor