Oh Father

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
"Oh Father"
Single de Madonna
do álbum Like a Prayer
Lado B "Pray for Spanish Eyes"
Lançamento 24 de outubro de 1989
Formato(s) 7", CD, Cassette
Gravação 1988; Garment District, cidade de Nova York, Nova York
Duração 4:58 (Versão álbum)
4:19 (Radio edt)
Gravadora(s) Sire, Warner Bros. (1989)
Maverick, Warner Bros. (1995)
Composição Madonna, Patrick Leonard
Produção Madonna, Patrick Leonard
Cronologia de singles de Madonna
Último
Último
Cherish
(1989)
"Dear Jessie"
(1989)
Próximo
Próximo

"Oh Father" (em português: Ah, Pai!) é o nome de um single da cantora Madonna, retirado do álbum Like a Prayer (1989). A canção foi escrita e produzida por Madonna e Patrick Leonard[1] , tendo o seu lançamento ocorrido no Outono de 1989. Nos Estados Unidos, o single tornou-se o primeiro da carreira da cantora a não atingir os dez primeiros lugares desde 1984. No Reino Unido não foi lançado em 1989, mas em 1995 para promover a colectânea Something To Remember.

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe da canção, todo a preto e branco, foi dirigido por David Fincher, tendo sido filmado no Outono de 1989. Nele Madonna desempenha uma personagem que se confronta com os abusos que sofreu por parte do pai. No videoclipe surge uma menina brincando na neve enquanto sua mãe está no quarto em seu leito de morte; depois disso surge uma sucessão de cenas em que é mostrado a menina enfrentando essa perda. Numa das cenas consideradas mais tristes é quando ela se aproxima do caixão da mãe e percebe que seus lábios foram costurados para que sua boca se mantivesse fechada.

No videoclipe é possível ver uma cena na qual a personagem interpretada pela artista recebe uma bofetada do seu amante, uma possível sugestão de que uma criança abusada pode enquanto adulto continuar a receber abusos. Há rumores de que a primeira versão do clipe era muito mais triste e sofrida e que foi recusada.

A revista Rolling Stone incluiu este video na sua lista de cem melhores videoclipes de todos os tempos, posicionando-o no 66º lugar. Mesmo não tendo entrado no CD da colectânea The Immaculate Collection foi incluído na colectânea de videoclipes do mesmo nome, lançada em formato VHS em 1990.

Apresentações ao vivo e covers[editar | editar código-fonte]

Madonna apresentando "Oh Father" durante a Blond Ambition World Tour

Madonna apresentou Oh Father na sua turnê Blond Ambition junto com Live to Tell durante o segundo segmento do show [2] . Após a apresentação de Like a Prayer, Madonna, que estava vestida com uma túnica, um crucifixo ao pescoço e um véu em sua cabeça, ajoelhou-se na nave de uma igreja, enquanto fumaça de incenso flutuava ao seu redor. Ela começou a cantar Live to Tell de um genuflexório, com colunas romanas e velas votivas ao fundo. No meio da canção ela começou a cantar Oh Father, enquanto um dançarino com uma túnica preta interpretou o papel de um padre. O dançarino, Carlton Wilborn, afirmou que lembra que essa apresentação exigiu muito tempo de ensaio, pois a dança retrata Madonna como uma mulher tentando encontrar sua religião[2] . Ele explicou: "Um lado sabia que ela precisava disso, o outro estava resistente e nossa dança representou essa batalha interior". Ao fim da apresentação, Wilborn empurrou a cabeça de Madonna antes de puxá-la para cima novamente, retratando assim seu papel como padre, tentando acordar Madonna para a importância da religião.[2]

Duas apresentações foram gravadas e lançadas em vídeo: Blond Ambition - Japan Tour 90, gravada em Yokohama, Japão, em 27 de Abril de 1990[3] e Live! - Blond Ambition World Tour 90, gravada em Nice, França, em 5 de Agosto de 1990[4] .

A banda britânica My Vitriol lançou uma versão rock dessa música em seu álbum de 2001, Finelines[5] . A banda Giant Drag lançou uma versão da música em folk rock que foi incluída no tributo a Madonna lançado em 2007, Through the Wilderness[6] . Em 2010 Sia fez um cover da canção em seu álbum We Are Born[7] .

Formatos[editar | editar código-fonte]

"Oh Father" foi lançado apenas em vinil 7" (compacto) e em fita cassete. Não há re-edição em cd com essa capa.

Faixas do single[editar | editar código-fonte]

  1. Oh Father.
  2. Pray For Spanish Eyes.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Kot, Greg. "Tressed to Kill Madonna pumps up the image machine", Chicago Tribune, 1990-05-13, p. 2. Página visitada em 18 de Outubro de 2012.
  2. a b c O'Brien, Lucy (2007), Madonna: Like an Icon, Bantam Press, ISBN 0-593-05547-0 
  3. Madonna. Blond Ambition - Japan Tour 90 [VHS]. Warner-Pioneer Japan.
  4. Madonna. Live! - Blond Ambition World Tour 90 [Laserdisc]. Pioneer Artists.
  5. Carlson, Dean. Finelines – My Vitriol. Allmusic. Rovi Corporation. Página visitada em 18 de Outubro de 2012.
  6. Carlson, Dean. Through the Wilderness: A Tribute to Madonna – Various Artists. Allmusic. Rovi Corporation. Página visitada em 18 de Outubro de 2012.
  7. Hoffman, K. Ross. We Are Born - Sia. Allmusic. Rovi Corporation. Página visitada em 18 de Outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]