Girl Gone Wild

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Girl Gone Wild"
Single de Madonna
do álbum MDNA
Lançamento 2 de Março de 2012
Formato(s) Descarga digital, LP, Picture Disc
Gravação 2011
Gênero(s) Electropop, dance
Duração 3:48
Gravadora(s) Live Nation, Interscope
Composição Madonna, Jenson Vaughan
Produção Madonna, Benny Benassi, Alle Benassi
Informações sobre o vídeo musical
Lançamento 20 de Março de 2012
Director(es) Mert and Marcus
Duração 3:44
Cronologia de singles de Madonna
Último
Último
"Give Me All Your Luvin'"
(2012)
"Turn Up The Radio"
(2012)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de MDNA
Último
Último
"Gang Bang"
(2)
Próximo
Próximo

"Girl Gone Wild" é uma canção da cantora norte-americana Madonna, gravada para o seu décimo segundo álbum de estúdio MDNA. Foi escrita e produzida pela própria, com auxílio na composição por Jenson Vaughan e na produção por Benny Benassi e Alle Benassi. A música foi divulgada como segundo single do disco pela artista através do serviço VEVO, fazendo parte do novo contrato com a Live Nation e distribuição pela Interscope Records. O seu lançamento ocorreu a 2 de Março de 2012 através de descarga digital na iTunes Store do Canadá, Estados Unidos e México. O vídeo musical foi dirigido pela dupla de fotógrafos Mert e Marcus.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O DJ italiano Benny Benassi foi responsável pelo trabalho de produção da canção.

Em Dezembro de 2010, Madonna publicou a seguinte mensagem na sua conta oficial no Facebook: "É oficial! Preciso de me mexer. Preciso suar. Preciso de fazer música nova! Música com que possam dançar. Estou a procurar os artistas mais loucos, doentes, as pessoas mais rudes para colaborar. Estou a dizer".[1] A 4 de Julho, o agente da cantora Guy Oseary, anunciou que esta tinha entrado em estúdio para as sessões de gravação do seu décimo segundo álbum de estúdio.[2] Benny Benassi, cujo foi incluindo na lista para trabalhar com Madonna no seu projecto, estava a trabalhar no lançamento do seu quarto disco de originais Electroman, quando Patrick Moxey da editora Ultra Records afirmou que Benassi deveria "trabalhar bem com algumas das maiores estrelas da América".[3] Algumas demos gravadas por Benny foram enviadas para o compositor Jenson Vaughan, que ficou "atraído pelas suas letras".[3] Depois de reformularem a versão inacabada, esta foi devolvida para a editora, e mais tarde enviada para o agente de Madonna.[3] Oseary comentou que achava o produtor "uma pessoa de qualidade", além de que a cantora também "adorou" o trabalho apresentado.[3] A artista viajou até Londres para gravar algumas demos com Benny e Alle Benassi, com "Girl Gone Wild" e "I'm Addicted" planeadas para serem incluídas no alinhamento final de MDNA.[3] Um dia após a sua actuação durante o intervalo do espectáculo Super Bowl XLVI, Madonna foi entrevistada por Ryan Seacrest e confirmou o título do segundo single para divulgar o trabalho.[4] A própria também confirmou nessa mesma conversa que a norte-americana Britney Spears não tinha sido convidada para colaborar na faixa, negando a especulação que tinha sido revelada on-line.[5]

Estilo musical e recepção crítica[editar | editar código-fonte]

"Girl Gone Wild" (2012)
Demonstração de 28 segundos de "Girl Gone Wild", canção de tempo moderado com elementos de estilo electropop e dance.

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

"Girl Gone Wild" é uma canção de tempo moderado com elementos de estilo electropop[6] e dance,[7] sido escrita e produzida pela própria, com auxílio na composição por Jenson Vaughan e na produção por Benny Benassi e Alle Benassi.[3] A melodia foi descrita como uma faixa festiva de tempo moderado, sendo comparada musicalmente a outros trabalhos do seu décimo álbum de estúdio, Confessions on a Dance Floor.[3] Kerri Mason da revista norte-americana Billboard afirmou que o tema era "inegavelmente dance, mas com fortes marcações de electro e house",[3] enquanto que um escritor do MSN Music considerou "um número divertido e fofo de dance" a partir do álbum.[8]

Após a divulgação da obra na Internet, Jason Lipshitz da Billboard descreveu-a como "electro-pop sem brincadeiras, com uma batida condutora e um gancho musical propulsivo que lembra o single de 2005 'Hung Up'".[6] Robbie Daw do sítio Idolator escreveu que "Madge [está] a fazer o que faz de melhor: transformar o calor na pista de dança", mas que "a música é embalada com verdadeiros clichés pop".[9] Daniel D'Addario, do semanário The New York Observer, comparou a canção a outra intitulada "Music", complementando que "era doze anos mais jovens naquela época e, assim, talvez uma "menina má" de uma forma mais convicente, assim também era a nossa cultura [...], talvez esteja na hora de tentar algo totalmente diferente?"[10] Scott Shetler do portal Pop Crush atribuiu uma crítica mista, classificando com duas estrelas de cinco possíveis. Shetler apreciou a composição musical revelando que "uma música de clube pronta para o seu próximo álbum ‘MDNA’ que se encaixa bem com a actual safra de dance-pop contemporâneo", no entanto, considerou que a letra mais "redutora" e disse que era muito semelhante a "DJ Got Us Fallin' in Love" de Usher.[11]

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Joe Francis, o criador do franchise Girls Gone Wild, ameaçou processar a cantora por violação de direitos de autor.

A 4 de Fevereiro de 2012, houve uma polémica em torno do título da canção, que foi inicialmente conhecida como "Girls Gone Wild". Joe Francis, criador da franquia com o mesmo nome, ameaçou processar Madonna caso interpretasse a música durante sua apresentação no Super Bowl XLVI.[12] Os créditos da música, aparentemente, "violavam as leis de marcas comerciais do Estado, fazendo uso não autorizado da gama de Mr. Francis, não só no título, mas também na linha de assunto dos seus vários anúncios, a fim de atrair potenciais consumidores para comprar o seu mais recente esforço musical".[12] Contudo, foi anunciado pela NFL que a obra não seria cantada no evento. Patrick Moxey, no entanto, comentou que Francis só queria a atenção da imprensa, afirmando: "Quando olhei para a ASCAP, notei que havia cerca de 50 registos intitulados 'Girls Gone Wild'. Ele pensa muito de si mesmo".[13] No final, o título da faixa foi ligeiramente modificado para o singular "Girl Gone Wild". Francis comentou que era "evidente que a editora estava a tentar evitar uma acção jurídica em torno do tema... Mas a violação ainda persiste [no novo título], tanto quanto a lei que está em causa, e temos estado em conversação com o pessoal de Madonna, num esforço para resolver esta questão".[14] Joe continua a afirmar que vai prosseguir com um novo processo legal, se mais mudanças não forem feitas, pois o seu advogado insiste que também existe um registo para a forma singular do título.[15] O agente da artista negou mais tarde a alteração do nome por causa de Francis, dizendo que "fomos aprimorando o álbum durante semanas, e decidiu fazer a palavra "Girl" no singular, porque é assim que Madonna canta na música".[16]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Durante a entrevista com Ryan Seacrest, Madonna confirmou que o vídeo musical para "Girl Gone Wild" seria gravado a 17 de Fevereiro de 2012.[4] A dupla de fotógrafos de moda Mert e Marcus foram anunciados como directores.[17] O duo já tinha trabalhado anteriormente com a artista na sessão fotográfica para a Interview e para a capa de MDNA.[17] A 9 de Março de 2012 foi divulgada uma previsão de trinta segundos,[18] em que Robbie Daw do sítio Idolator comparou ao videoclipe da cantora para a música "Erotica".[19] Acabou por estrear através da E! Entertainment Television a 20 de Março de 2012 e foi posteriormente disponibilizado na página oficial do canal.[20]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2012) Melhor
posição
 Bélgica (Ultratop 40 Flandres)[21] 11
 Bélgica (Ultratop 40 Valônia)[22] 28
 Canadá - Canadian Hot 100[23] 47
 Brasil - Hot 100 Airplay[24] 87
 Estados Unidos - Bubbling Under Hot 100 Singles[25] 6
 Estados Unidos - Billboard Dance/Club Play Songs[26] 1
 Finlândia - (Suomen virallinen lista)[27] 13
 França - (French Singles Chart)[28] 33
 Países Baixos (Mega Single Top 100)[29] 66
 Espanha (PROMUSICAE)[30] 7

O tema acabou por ser considerado pela revista Billboard como a 44ª canção mais passada nas discotecas americanas durante 2012.[31]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Editora discográfica
 Canadá[32] 2 de Março de 2012 Descarga digital Live Nation, Interscope
 Estados Unidos[33]
 México[34]

Referências

  1. James Dinh (17 de Dezembro de 2010). Madonna Tells Fans: 'I Need To Make New Music!' (em inglês). MTV. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  2. Jason Lipshutz (5 de Julho de 2011). Madonna Starts Recording 12th Studio Album (em inglês). Billboard. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  3. a b c d e f g h Kerri Mason (21 de Fevereiro de 2012). How Madonna's Second 'MDNA' Single 'Girl Gone Wild' Came Together (em inglês). Billboard.biz. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  4. a b Michael Murray. Madonna Says M.I.A’s ‘Digit Malfunction’ Was A ‘Teenager, Irrelevant Thing To Do’ [AUDIO] (em inglês). Ryan Seacrest. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 28 de Fevereiro de 2012.
  5. Jocelyn Vena (9 de Fevereiro de 2012). Are Madonna And Britney Spears Collaborating On MDNA? (em inglês). MTV. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  6. a b Jason Lipshutz (27 de Fevereiro de 2012). Madonna Gets 'Fired Up' in 'Girl Gone Wild' Single: Listen (em inglês). MTV. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  7. Sarah Chazan (27 de Fevereiro de 2012). Madonna 'Girl Gone Wild' Song Premiere (em inglês). AOL. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  8. Madonna previews next single: "Girls Gone Wild" (em inglês). MSN Music (21 de Fevereiro de 2012). Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  9. Robbie Daw (27 de Fevereiro de 2012). Madonna's Girl Gone Wild (em inglês). Idolator. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  10. Daniel D'Addario. Madonna Drops New Single ‘Girls Gone Wild’ (em inglês). The New York Observer. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  11. Scott Shetler (27 de Fevereiro de 2012). MADONNA, ‘GIRL GONE WILD’ – SONG REVIEW (em inglês). Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  12. a b Bruna Nessif (4 de Fevereiro de 2012). Joe Francis Warns Madonna With Cease and Desist Letter Concerning "Girls Gone Wild" Song (em inglês). E! Online. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  13. Jessica Sager. ‘Girls Gone Wild’ Creator Threatens to Sue Madonna (em inglês). Pop Crush. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  14. Sarah Anne Hughes (28 de Fevereiro de 2012). Joe Francis attempts to engage Madonna in dispute about song ‘Girl Gone Wild’ (em inglês). The Washington Post. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  15. Nancy Dillon (27 de Fevereiro de 2012). Madonna releases ‘Girl Gone Wild’ single after Joe Francis launches legal action over title change (em inglês). New York Daily News. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  16. Robbie Daw (28 de Fevereiro de 2012). Madonna Has No Idea Who Joe Francis Is, Didn’t Alter “Girl Gone Wild” For Him (em inglês). Idolator. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  17. a b Robbie Daw (20 de Fevereiro de 2012). Madonna Shooting “Girls Gone Wild” Video This Week (em inglês). Idolator. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2012.
  18. Contessa Gayles (9 de Março de 2012). Madonna 'Girl Gone Wild' Video Preview Debuts (em inglês). AOL Radio. Página visitada em 13 de Março de 2012.
  19. Robbie Daw (9 de Março de 2012). Madonna’s “Girl Gone Wild” Video: Watch A Preview (em inglês). Idolator. Página visitada em 13 de Março de 2012.
  20. "Girl Gone Wild Video" To Premiere On E! March 20 (em inglês). Madonna.com (16 de Março de 2012). Página visitada em 21 de Março de 2012.
  21. Ultratop.be – Madonna – Girl Gone Wild (em neerlandês). Ultratip. ULTRATOP & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 30-03-2012.
  22. Ultratop.be – Madonna – Girl Gone Wild (em francês). Ultratop 40. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 30-03-2012.
  23. Canadian Hot 100 (41-50) (em inglês). Billboard. Página visitada em 20 de Março de 2012.
  24. Brazil Hot 100 Airplay 2012-08-18 (em inglês). Billboard.biz (18 de agosto de 2012). Página visitada em 19 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2012.
  25. Gary Trust (9 de Março de 2012). Chart Moves: Far East Movement & Justin Bieber Debut on Hot 100, Adele Scores Fourth Top 40 Hit From '21' (em inglês). Billboard. Página visitada em 12 de Março de 2012.
  26. Título não preenchido, favor adicionar. billboard. Página visitada em 9 de março de 2012.
  27. Suomen virallinen lista. Musiikkituottajat. Página visitada em 2012-03-29.
  28. Charts in France (SNEP). SNEP. Página visitada em 2012-03-29.
  29. Dutchcharts.nl – Madonna – Girl Gone Wild (em neerlandês). Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch. Página visitada em 30-03-2012.
  30. Spanishcharts.com – Madonna – Girl Gone Wild (em inglês) Canciones Top 50. Hung Medien. Página visitada em 30-03-2012.
  31. Caulfield Keith (14 de Dezembro de 2012). Billboard Year End Dance/Club Play Chart (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Página visitada em 16 de Dezembro de 2012.
  32. Girl Gone Wild - Single by Madonna (em inglês). iTunes Store. Página visitada em 3 de Março de 2012.
  33. Girl Gone Wild - Single by Madonna (em inglês). iTunes Store. Página visitada em 3 de Março de 2012.
  34. Girl Gone Wild - Single by Madonna (em espanhol). iTunes Store. Página visitada em 3 de Março de 2012.