Torcida Organizada Bamor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Torcida Organizada Bamor
Fundação 12 de agosto de 1978
Alcunhas Bamor, TOB
Cores Azul, vermelho e branco
Símbolo Taz
Presidente Luciano Venâncio

A Torcida Organizada Bamor (T.O.B), ou simplesmente Bamor é uma torcida organizada do Esporte Clube Bahia.[1] Durante as partidas do clube, a Bamor fica localizada na arquibancada central da Arena Fonte Nova, do lado oposto à tradicional "ferradura" do estádio.

História[editar | editar código-fonte]

A Bamor foi fundada no dia 12 de agosto de 1978[1] por um grupo de estudantes do Colégio Marista capitaneado por Zé Augusto (conhecido também como Zé Pouvinho) e Oscar.[2] É uma das torcidas organizadas mais atuantes do estado da Bahia,[1] além de ser a maior de seu clube e tem como lema "Ninguém nos vence em vibração", frase presente no hino oficial do Bahia e constantemente aparece nos bandeirões da torcida nos estádios.[3] [4] [5]

A maior crise da Bamor ocorreu em 1995. A eleição para presidente levou a diretoria a se separar. Na época a direção da atual Bamor, que detém o registro da marca, criou um estatuto no qual o presidente deveria ser eleito e não escolhido. Isso resultou numa modernização da torcida, com a eleição de um diretoria jovem.[2]

Antes da divisão, a Bamor era a torcida que mais possuía bandeiras no Nordeste - mais de 80. Com a separação, os antigos diretores tomaram posse de grande parte do material, que ainda hoje a Bamor tenta reaver através de medidas judiciais. Além disso, muito material foi perdido no incêndio do depósito na Estádio da Fonte Nova e outras no decorrer do tempo.[2]

Em 2013, a torcida esteve em severas divergências com a diretoria do clube, e por isso decidiu não comparecer ao um dos clássico Ba-Vi no Brasileirão 2013.[3] [6] [7] [8] [9]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

  • Final da década de 1990: A Bamor foi eleita pela Revista Placar a maior torcida do Nordeste, recebeu um carro como prêmio. Além disso, na mesma época ganhou outro concurso e passou a ser patrocinada pela cervejaria Brahma.[2]
  • 2001: A torcida lançou seu site oficial na internet. O mascote da Bamor é o Taz, personagem de desenho animado criado por Warner Bros.[2] No mesmo ano, a Bamor é tetracampeã do Troféu Zuza Ferreira (98/99/00/01), concurso que premia os melhores do futebol baiano.[2]
  • 2008: A Bamor passa a ser a única torcida do estado a possuir loja oficial, sede social, além de reinaugurar sua sede principal.[2]
  • 2009: A Torcida Bamor lança a campanha "Bamor: uma nova era", que tenta resgatar sua história.[2]
  • 2010: A Bamor tem enfrentado problemas com a aliança com a Leões da TUF (Fortaleza).
  • 2010: Após a quebra da aliança com a Leões da TUF, a Bamor volta a se aliar com a Terror Bicolor do Paysandu. No mesmo ano, foi eleita a melhor torcida do Brasil, ocasião em que o Tricolor voltou à elite do futebol brasileiro.[2]
  • 2011: Promovendo ações sociais, fechou parceria com o Hospital Martagão Gesteira, referência no atendimento às mais diversas especialidades pediátricas.[2]
  • 2013: Inauguração da nova sede social. [2]
  • 2014: Início de mais uma "nova era", com a nova diretoria da torcida organizada eleita e empossada.[2]

Aliadas e Amizades[editar | editar código-fonte]

Diretoria[editar | editar código-fonte]

  • Presidente: Luciano Venâncio
  • Sub-Presidente: Half Matos
  • Diretores: Jau Santana, Júnior Santana, Matheus Castro, Rômulo Vinícius

Referências

  1. a b c Esporte Clube Bahia (12/08/2010). Torcida Organizada Bamor completa 32 anos. Página visitada em 03/01/2014. Cópia arquivada em 18/03/2014.
  2. a b c d e f g h i j k l História Bamor
  3. a b bocaonews.com.br. Bamor não vai ao clássico e diz que está sendo usada como bode expiatório. Página visitada em 18/04/2014.
  4. Bandeirão
  5. Bamor Nova Era Imagens
  6. metro1. Bamor se ausenta do Ba-Vi em protesto contra decisão da diretoria. Página visitada em 18/04/2014.
  7. bk2.com.br (Revolta da Caxirola - Polícia Militar divulga punição a torcida organizada Bamor). Título não preenchido, favor adicionar. Página visitada em 18/04/2014.
  8. correio24horas. Bamor publica nota oficial e acusa segurança da Arena Fonte Nova de agressão. Página visitada em 18/04/2014.
  9. Copa2014.gov.br. Torcida organizada do Bahia que atirou objetos no gramado durante o Ba-Vi é punida. Página visitada em 18/04/2014. Cópia arquivada em 18/04/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]