Ana Júlia Carepa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde novembro de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ana Júlia Carepa
Ana Júlia Carepa
40.º Governadora do Pará
Período 1º de janeiro de 2007
até 31 de dezembro de 2010
Antecessor(a) Simão Jatene
Sucessor(a) Simão Jatene
Senadora pelo Pará
Período 1º de fevereiro de 2003
até 31 de dezembro de 2006
Vice-Prefeita de Belém
Período 1º de janeiro de 1997
até 31 de dezembro de 2000
Prefeito Edmilson Rodrigues
Deputada Federal pelo Pará
Período 1º de fevereiro de 1995
até 31 de dezembro de 1996
Vereadora de Belém
Período 1º de janeiro de 1993
até 31 de janeiro de 1995

1º de janeiro de 2001
até 31 de janeiro de 2003

Dados pessoais
Nascimento 23 de dezembro de 1957 (59 anos)
Belém, PA
Partido PCdoB (desde 2017)
Anteriormente, PT

Ana Júlia de Vasconcelos Carepa (Belém, 23 de dezembro de 1957) é uma bancária e política brasileira. Foi vereadora e vice-prefeita de Belém, deputada federal e senadora pelo Pará, e governadora do Pará pelo Partido dos Trabalhadores.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ana Júlia de Vasconcelos Carepa nasceu em Belém (PA) é arquiteta e bancária, concursada pelo Banco do Brasil desde 1983.

Iniciou sua atuação política no final da década de 70, por meio de comunidades de base e do movimento estudantil. Foi a primeira presidente eleita do Centro Acadêmico Livre de Arquitetura da Universidade Federal do Pará, onde desempenhou papel importante na reorganização do curso e na elaboração de um novo currículo.

Foi eleita vereadora em Belém, em 1992 e dentre os projetos apresentados durante seu mandato, buscou assegurar ônibus 24 horas na cidade e a Criação do Conselho Municipal da Condição Feminina.

Dois anos depois, em 1994, foi eleita deputada federal. Em sua atuação parlamentar, teve destaque a defesa de conquistas populares. Se opôs a um parecer da reforma da Previdência, que tentava restringir direitos como a licença-maternidade.

Em 1997 foi eleita vice-prefeita de Belém. Na administração municipal também atuou como secretária municipal de Urbanismo.

Em 2000 foi eleita novamente vereadora, a mais votada da história de Belém até os dias atuais.   

Em 2002 se tornou a primeira mulher a representar o Pará no Senado da República, com votação histórica, mais de um milhão de votos. Como senadora, Ana Júlia atuou no fortalecimento do empreendedorismo local para impulsionar o desenvolvimento regional.

Atualmente ocupa o cargo de Diretora Administrativa e Financeira da Brasilcap Capitalização S.A. (subsidiária do Banco do Brasil), desde dezembro/2011, e também é Conselheira Fiscal do Sindicato das Seguradoras do Rio de Janeiro.

Deixou o PT em outubro de 2017, após 30 anos de militância no partido, e anunciou o ingresso no Partido Comunista do Brasil.[2][3]

Referências

  1. «Senadora Ana Júlia Carepa». Senado Federal. Consultado em 13 de novembro de 2017 
  2. «Ex-governadora Ana Júlia Carepa sai do PT e vai para o PCdoB». Diário Online - Pará (em inglês). 10 de outubro de 2017. Consultado em 27 de novembro de 2017 
  3. «Ana Júlia Carepa, deixa o PT e vai para outro partido». Comunicação livre. 19 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Trajetória política de Ana Júlia Carepa, a primeira governadora do estado do Pará

Precedido por
Simão Jatene
Governadora do Pará
2007 — 2011
Sucedido por
Simão Jatene