Atos 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Atos 1
Codex laudianus.jpg
Trecho de Atos dos Apóstolos no Codex Laudianus
Livro Atos dos Apóstolos
Categoria Histórico
Parte da Bíblia Novo Testamento
Precedido por: João 21
Sucedido por: Atos 2

Atos 1 é o primeiro capítulo dos Atos dos Apóstolos, de autoria de Lucas, o Evangelista, no Novo Testamento[1] da Bíblia. Ele relata os eventos da Ascensão de Jesus antes do Pentecostes[2]. O livro dos Atos é anônimo, mas uma antiga tradição cristã identifica Lucas como o autor[3].

Manuscritos[editar | editar código-fonte]

Atos 1 foi originalmente escrito em grego koiné e dividido em 26 versículos. Alguns dos manuscritos que contém este capítulo ou trechos dele são:

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A Tradução Brasileira da Bíblia organiza este capítulo da seguinte maneira[4]:

  • Atos 1:1-5 - Prefácio
  • Atos 1:6-11 - A ascensão de Jesus
  • Atos 1:12-14 - Os apóstolos em Jerusalém
  • Atos 1:15-26 - A escolha de Matias

Temas principais[editar | editar código-fonte]

A Ascensão de Jesus é o evento central de Atos 1.
Afresco na Stiftskirche de Hechingen, na Alemanha.

Este capítulo pode ser dividido em cinco partes bem distintas, alguns fazendo referências a outros trechos do Novo Testamento.

Prólogo e a Ascensão[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ascensão de Jesus

Atos 1:1-3 é um prólogo de todo o livro dos Atos dos Apóstolos no qual o autor identifica Teófilo como destinatário do relato. Em Atos 1:4-8, Jesus ressuscitado acalma seus discípulos e promete o envio do Espírito Santo para que eles sejam «testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judeia e Samaria, e até as extremidades da terra.» (Atos 1:8).

Logo depois, Jesus ascende aos céus e dois "varões vestidos de branco" prometem que um dia ele voltará. Este evento é citado também em Lucas 24:50-53.

Em Jerusalém[editar | editar código-fonte]

Os onze apóstolos em seguida retornam para Jerusalém e se reúnem no no cenáculo, que fica no Monte das Oliveiras (Atos 1:12-14). Estavam ali também «as mulheres e com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele (Atos 1:14) O restante do relato (Atos 1:15-26) é tomado pela decisão dos discípulos de substituírem o traidor Judas Iscariotes — que, segundo o autor, «precipitou-se de cabeça para baixo, arrebentou pelo meio, e todas as suas entranhas se derramaram» (Atos 1:18) num local chamado "Campo de Sangue". Depois de citar o livro dos Salmos (uma referência a Salmos 69:25 e Salmos 109:8), dois candidatos se apresentam: José Barsabás e Matias. No sorteio que seguiu às orações, Matias foi o escolhido.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por:

João 21
Capítulos da Bíblia
Atos dos Apóstolos
Sucedido por:
Atos 2

Referências

  1. «A Formação do Novo Testamento». Portal da Sociedade Bíblica do Brasil 
  2. Halley, Henry H. Halley's Bible Handbook: an abbreviated Bible commentary. 23rd edition. Zondervan Publishing House. 1962.
  3. Holman Illustrated Bible Handbook. Holman Bible Publishers, Nashville, Tennessee. 2012.
  4. «Atos 1, Tradução Brasileira da Bíblia». YouVersion - Life.Church 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]