Banco 24 Horas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

O Banco 24 Horas é um uma rede brasileira interbancária que possui mais de 40 bancos conveniados, com 45 mil caixas eletrônicos[1] presentes em mais de 400 cidades brasileiras. É um serviço da empresa TecBan para o mercado dos bancos caracterizado pela oferta de acesso nos terminais automáticos ao serviço de saques, cadastro de recarga para telefone pré-pago, pagamentos, consulta de saldos e extratos, entre outros serviços. O nome Banco24Horas é uma marca registrada da TecBan. As operações realizadas nos terminais dos caixas do Banco 24 horas estão sujeitas às cobranças de tarifas pelos bancos.

Tem como principais acionistas os maiores bancos brasileiros, onde o Itaú Unibanco detém 25,94%, Santander 20,82%, Bradesco 16,31% e Banco do Brasil 13,53%. Também são acionistas o HSBC (9,02%); Caixa Participações (10%); Citibank NA (4,51%); Banorte (liquidação extra judicial) (2,78%), e Banco Citibank S/A (1,13%).[2]

Durante o racionamento de energia entre os anos de 2001 e 2002 no Brasil, também conhecido como "Apagão", os caixas 24h passaram a funcionar apenas das 6h as 22h[3] . Em Março de 2002, mês seguinte após o fim do racionamento, os caixas puderam voltar a funcionar 24 horas por dia mas a Febraban manteve o funcionamento por apenas 16 horas diárias[4] .

Bancos e administradoras conveniados[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências