Nubank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nubank
Razão social Nu Pagamentos S.A.
Empresa de capital fechado
Slogan A nova geração de serviços financeiros no Brasil
Atividade Serviços financeiros
Fundação 6 de maio de 2013 (2013-05-06)
Fundador(es)
  • David Vélez
  • Edward Wible
  • Cristina Junqueira
Sede São Paulo, SP, Brasil
Empregados 1100 (2018)
Produtos
Valor de mercado US$ 4bi
Receita 236,8 milhões (parcial 2017)
Website oficial nubank.com.br

Nubank é uma empresa startup brasileira pioneira no segmento de serviços financeiros, atuando como operadora de cartões de crédito e banco digital com operações no Brasil, sediada em São Paulo e fundada em 6 de maio de 2013 por David Vélez.[4][5][6] Em 2014, a empresa lançou o seu primeiro produto, um cartão de crédito internacional com a bandeira Mastercard, sem anuidade e completamente gerenciado por meio de um aplicativo. Em 2017, o Nubank também lançou seu programa de benefícios, o Nubank Rewards, e a NuConta, conta digital que já é usada por mais de 2,5 milhões brasileiros.[7] A primeira compra realizada com um cartão Nubank ocorreu em 1º de abril de 2014. Em 2018, o Nubank atingiu o status de startup unicórnio ao atingir avaliação de preço de mercado no valor de 1 bilhão de dólares, sendo a terceira empresa brasileira com esta marca até então.[8]

Tem como investidores Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management, Founders Fund,[2] Goldman Sachs, QED Investors, DST Global, Redpoint Ventures, Ribbit Capital, Dragoneer Investment Group, Thrive Capital e Tencent.

Em 2018, após o lançamento do novo design do seu cartão, a empresa entrou para o Guinness Book ao fazer o maior unboxing do mundo.[9]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A história do Nubank inicia-se com David Vélez, um colombiano radicado nos Estados Unidos. Em outubro de 2012, ele vem para a cidade de São Paulo tentar abrir um escritório do fundo Sequoia, mas nada dá certo até então. Frustado com sua experiência nos bancos no país, decide então, junto com Cristina Junqueira e Edward Wible, fundar uma startup que oferte serviços bancários sem qualquer tarifa em maio de 2013. O escritório era uma casinha localizada no bairro Brooklin em São Paulo. Depois de um ano, precisaram de um lugar maior para abrigar seus 300 funcionários e mudaram para a Avenida Brigadeiro Luis Antônio e depois mudaram ainda para o bairro Pinheiros. A empresa então passou a destacar-se do sistema de bancos pois além de não cobrar tarifas oferece um atendimento desburocratizado para seus clientes. Em 2014 começou a receber aporte fundos de investimento internacional.[10][11]

Em novembro de 2016 possibilitou aos usuários o pagamento antecipado de compras parceladas, gerando um desconto pra quem utiliza essa modalidade. A função, disponibilizada inicialmente aos usuários do sistema Android, é a primeira a existir entre os cartões de crédito brasileiros.[12] Em uma publicação institucional mostrou os números de 2016 da empresa: foram mais de 8 000 000 de pedidos de cartão; pouparam devido ao utilização de somente plataformas digitais 130 000 t de papel ou seja 1 389 051 árvores; escreveram na melhoria de seus sistemas 1 500 000 de linhas de código e foi economizado em tarifas de anuidade R$ 637 409 348. Atualmente passou a ser concorrente direto entre as emissoras de cartões de crédito, ocupando uma posição importantes entre os grandes bancos brasileiros.

Em fevereiro de 2018 torna-se uma empresa unicórnio.[13]

Em Outubro de 2018, foi avaliada em 4 bilhões de dólares, após a Tencent adquirir 5% da participação na empresa.[14][15]

Em 11 de Dezembro de 2018, a fintech Nubank inicia de maneira progressiva com a funcionalidade débito em seus cartões. Cada saque realizado em caixas eletrônicos na rede Banco 24 Horas tem uma taxa de R$6,50.[16]

Cartão[editar | editar código-fonte]

O primeiro produto da startup foi um cartão de crédito controlado totalmente por um aplicativo disponível para sistemas Google Android e Apple iOS, livre de tarifas e anuidade. Por meio do aplicativo, é possível fazer o bloqueio do cartão, pedir aumento do limite, tirar dúvidas com o SAC da empresa (por chat, correio eletrônico ou telefone) e controlar cada transação efetuada em tempo real. As faturas vêm por correio eletrônico ou podem ser pagas através de um código de barras gerado pelo próprio aplicativo para pagamento em caixa eletrônico ou internet banking.

Através do aplicativo é possível também criar um cartão virtual para compras efetuadas pela Internet.

A obtenção do cartão pode ser feita por meio de inscrição no site ou no aplicativo do Nubank e todos os pedidos passam por uma análise de crédito interna realizada pela própria empresa.. No início emitiu cartões categoria MasterCard Platinum e posteriormente trabalha apenas com o tipo Gold para novos clientes. O segmento Platinum possui benefícios relacionados a seguros de viagem e aluguel de carros, enquanto o Gold possui diversos benefícios, como seguros de compra protegida por diferença de valor e outros serviços disponíveis pela bandeira do cartão. Em 2018, ao atingir a marca de 5 milhões de clientes, repaginou o design do seu cartão físico: alocou a numeração para parte traseira e incluiu a tecnologia contactless.[17]

No dia 11 de dezembro de 2018, foi inserida a função débito, que será liberada gradativamente para todos os clientes que tem o cartão com o design novo.

NuConta[editar | editar código-fonte]

Uma das grandes novidades apresentadas no final do ano de 2017 foi a chegada da NuConta. A NuConta é uma Conta de Pagamentos que não tem anuidade e os clientes não pagam nada para transferir para outra NuConta, além de ter TEDs ilimitados e gratuitos em transferências para contas correntes de outros bancos. Também não há nenhum custo para ativar e nem para receber um cartão de débito.

Todo o dinheiro depositado na NuConta rende automaticamente 100% do CDI (mais que a poupança) em todos os dias úteis e com liquidez diária.

Os saques realizado em caixas eletrônicos com a função de débito da NuConta é cobrado um valor de R$6,50 por transação, entretanto para pagamentos em débito em geral, o serviço é gratuito.

Nubank Rewards[editar | editar código-fonte]

Em março de 2016, o Nubank anunciou que estava preparando um programa de pontos próprio.[18] Em setembro de 2017, lançou o Nubank Rewards em fase beta.

O Nubank Rewards é o programa de benefícios do cartão Nubank. Com ele, cada R$1 gasto equivale a 1 ponto acumulado. Os pontos nunca expiram e podem ser usados para eliminar da fatura gastos com restaurantes, passagens aéreas, hospedagem e também com uma série de serviços parceiros - fazem parte do programa iFood, Netflix, Uber, Amazon.com.br, AMARO, Cabify, Nike, Ingresso Rápido, Rappi, Evino, Microsoft, MaxMilhas, Ingresso.com, entre outros.

A assinatura do programa é opcional e custa R$19,90 por mês ou R$190 ao ano - mas você tem 30 dias gratuitos para testar e pode cancelar quando quiser pelo aplicativo.

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • 2018 - 3° lugar no ranking EXAME/IBRC de Atendimento ao Cliente (1° lugar na categoria cartão de crédito)
  • 2018 - 3° lugar na 10 most innovative Companies in Latin America, da Fast Company
  • 2017 - Prêmio Love Mondays - 3° lugar para pequenas e médias empresas mais bem avaliadas pelos seus colaboradores[19]
  • 2016 - Prêmio Claudia na categoria Negócios - Recebido por Cristina Junqueira co-fundadora.[20]
  • 2016 - Melhores Empresas Para Trabalhar – GPTW Brasil, 23° lugar na categoria médio porte nacional.[21]
  • 2016 - Prêmio Marketers That Matter, do Sage Group do Vale do Silício.[22]
  • 2016 - Melhor Empresa B2C pela Latam Founders Network (LFN) Awards pelas com atividades voltadas diretamente ao consumidor.[23]
  • 2015 Empresa mais inovadora - Annual Awards Gala realizado por Latam Founders.[24]
  • 15 empresas inovadoras que marcaram 2015 pela Revista Época.[25]
  • 4° melhor aplicativo de 2015 para iOS pela Apple.[26]
  • Aplicativo mais inovador para iPhone de 2015.[2]

Referências

  1. «Por dentro da sede roxa e inovadora do Nubank», Abril, Época, consultado em 27 de junho de 2016 .
  2. a b c Gizmodo. Nubank passa a valer US$ 500 milhões com nova rodada de investimentos. Acesso em 7 de janeiro de 2016
  3. «Nubank tem mais de 1 milhão de clientes e fecha 1º semestre com receita de R$ 236 milhões». Época negócios. Globo. Consultado em 1 de setembro de 2017 
  4. «Nubank quer oferecer cartão de crédito com metade dos juros cobrados no Brasil», O Financista, consultado em 22 de dezembro de 2015 .
  5. «Como muitos consumidores têm dispensado as agências bancárias», Época Negócios, consultado em 22 de dezembro de 2015 .
  6. «Sobre». www.facebook.com. Facebook. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  7. Figo, Anderson (24 de outubro de 2017). «Nubank aprimora plataforma digital e cria a NuConta». Exame. Consultado em 24 de outubro de 2017 
  8. «Nubank é o terceiro unicórnio brasileiro - Link - Estadão». Estadão. 1 de março de 2018. Consultado em 1 de março de 2018 
  9. Tecmundo. Clientes do Nubank fazem o maior unboxing do mundo e vão parar no Guinness. Acesso em 26 de outubro de 2018
  10. «Até onde vai o Nubank?». epocanegocios.globo.com. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  11. «Veja a história do Nubank em 12 fotos - Link - Estadão». Link. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  12. IDGNow. Nubank dá desconto para quem antecipar pagamentos de compras parceladas. Acesso em 1 de novembro de 2016
  13. «Nubank é o terceiro unicórnio brasileiro - Link - Estadão» 
  14. «Nubank is now worth $4 billion after Tencent's $180 million investment» 
  15. Miozzo, Júlia. «Nubank passa a valer US$ 4 bilhões após compra de 5% pela chinesa Tencent». www.infomoney.com.br 
  16. «Nubank lança funções débito e saque para clientes da NuConta». Valor Econômico. 11 de dezembro de 2018 
  17. «Nubank lança cartão de crédito contactless; saiba o que muda». TechTudo. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  18. «Nubank prepara programa de milhagem - Economia - Estadão». Estadão. Consultado em 12 de junho de 2016 
  19. Exame. As 30 PMEs que têm os funcionários mais satisfeitos no Brasil. Acesso em 17 de janeiro de 2017
  20. fev 2018 - 09h15, Anna Maria 21 (20 de fevereiro de 2018). «Nubank é eleito a 3ª empresa mais inovadora da América Latina». EXAME. Consultado em 4 de janeiro de 2019 
  21. TecMundo. Nubank entra no ranking de melhores empresas para se trabalhar. Acesso em 14 de setembro de 2016
  22. Revista Época. Inovador, Nubank ganha prêmio no Vale do Silício. Acesso em 24 de maio de 2016
  23. Startse. Nubank é eleita melhor empresa focada em cliente na América Latina; confira as outras categorias. Acesso em 11 de maio de 2016
  24. Pequenas Empresa Grandes Negócios. Nubank e Intelipost são eleitas as mais inovadoras da América Latina. Acesso em 22 de dezembro de 2015
  25. Época. 15 empresas inovadoras que marcaram 2015. Acesso em 22 de dezembro de 2015. Acesso em 22 de dezembro de 2015
  26. O Tempo. Cartão de crédito totalmente online conquista jovens até 35. Acesso em 26 de dezembro de 2015

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata