Capitania de São Pedro do Rio Grande do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


A Capitania de São Pedro do Rio Grande do Sul foi uma divisão administrativa do Brasil colonial.

Foi criada em 19 de setembro de 1807, sucedendo a Capitania do Rio Grande de São Pedro (1760), subordinada à Capitania do Rio de Janeiro. A nova capitania, que tinha estatuto de capitania-geral com capital na cidade de Rio Grande, era independente e abrangia um território de limites pouco precisos, em terras antes sob domínio espanhol e já ocupada de facto por gaúchos, militares e, no final do século XVIII, por colonos portugueses, sobretudo açorianos, que lá receberam glebas de terra e sesmarias.[1] O governo de Santa Catarina lhe era subordinado.[2] O primeiro capitão-general da capitania foi Diogo de Sousa.[2]

Em 28 de fevereiro de 1821 torna-se a província de São Pedro do Rio Grande do Sul, que viria a ser o atual estado do Rio Grande do Sul, após a Proclamação da República do Brasil.[1]

Referências

  1. a b FETTER Jr. Pioneiros, Guerreiros, Aventureiros e seus Herdeiros. Ed UFPEL.
  2. a b SPALDING, Walter. Construtores do Rio Grande. Livraria Sulina, Porto Alegre, 1969, 3 vol., 840pp.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto História do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.