Corredor Diadema-Morumbi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corredor Diadema-Morumbi (Metra)
Terminal Diadema
Terminal Diadema
Inauguração:30 de julho de 2010 (8 anos)
Estações:18 paradas, 5 estações de transferência e 1 terminal
Comprimento:12 km
Número da rota:B
Velocidade máx.:50 km/h (31,1 mph)
Estado:Em Operação
Unknown route-map component "fvKBHFa"
9greenturquoise.pngEstação Morumbi Km 0
Unknown route-map component "fmTBHF"
SPTrans-logo-cinza.png Corredor Berrini/ Shopping
Unknown route-map component "fdBHF"
Santo Arcádio
Unknown route-map component "fmTBHF"
SPTrans-logo-cinza.png E.T. Santo Amaro 5roxo.png Brooklin
Unknown route-map component "fmTBHF"
SPTrans-logo-cinza.png E.T. Ver. José Diniz
Unknown route-map component "fdBHF"
Ademar de Moraes
Unknown route-map component "fdBHF"
Jardim Cordeiro
Unknown route-map component "fdBHF"
Monte Alegre
Unknown route-map component "fdBHF"
E.T. Washington Luís
Unknown route-map component "fdBHF"
Jardim Prudência
Unknown route-map component "fdBHF"
Vila Celeste
Unknown route-map component "fdBHF"
Djalma Franco
Unknown route-map component "fdBHF"
Vila Canaã
Unknown route-map component "fdBHF"
Pq. do Nabuco
Unknown route-map component "fdBHF"
Rubens Facchini
Unknown route-map component "fdBHF"
Paulo Albernaz
Unknown route-map component "fdBHF"
Rodrigues Montemor
Unknown route-map component "fdBHF"
Publio Pimentel
Unknown route-map component "fdBHF"
Rio Grande do Sul
Unknown route-map component "fdBHF"
Santo Afonso
Unknown route-map component "fdBHF"
Brás de Abreu
Unknown route-map component "fdBHF"
E.T. Jardim Miriam
Unknown route-map component "fdBHF"
Divisa
Unknown route-map component "fKMW"
Divisa São Paulo- Diadema
Unknown route-map component "fvKBHFe"
EMTU logo.svg Terminal Diadema

O Corredor Diadema-Morumbi é um corredor de ônibus intermunicipal de 12 km de extensão que liga as cidades de São Paulo a Diadema. Projetado e construído sob a égide da EMTU, atualmente é administrado pela Concessionária Metra, tendo uma demanda inicial de 85 mil passageiros por dia. [1] [2][3]

História[editar | editar código-fonte]

Projetado no início da década de 1980, suas obras foram iniciadas em 1986, tendo sido paralisadas por várias vezes. Somente em 30 de julho de 2010, cerca de 24 anos depois, o corredor foi inaugurado, sob suspeitas de superfaturamento. Apesar de ter sido concebido para receber trólebus, suas linhas operam com ônibus diesel e híbridos. Algumas obras, como o Terminal Jardim Míriam [4], nunca saíram do papel. [5][6] [7]

Ícone de esboço Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. «Extensão Diadema - São Paulo (Morumbi)». EMTU-SP. Consultado em 15 de julho de 2018 
  2. «Mapa do Traçado». EMTU-SP. Consultado em 15 de julho de 2018 
  3. «Nossa História». Metra. Consultado em 15 de julho de 2018 
  4. Renato Machado, Rodrigo Burgarelli (3 de agosto de 2010). «Novo corredor: ônibus mais rápido que carro». O Estado de S. Paulo. Consultado em 15 de julho de 2018 
  5. Diogo Marcondes (14 de agosto de 2015). «Corredor de ônibus Diadema-Brooklin completa 5 anos». Folha de S. Paulo - Mural. Consultado em 15 de julho de 2018 
  6. Guilherme Balza (31 de julho de 2010). «Após 24 anos, corredor Diadema/Brooklin (SP) começa a funcionar: MP investiga superfaturamento». UOL. Consultado em 15 de julho de 2018 
  7. «EMTU inaugura novo corredor de ônibus Diadema-Morumbi nesta sexta». R7. Rede Record. Consultado em 31 de janeiro de 2011