Vargem Grande Paulista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Vargem Grande Paulista
"VGP"
Bandeira de Vargem Grande Paulista
Brasão de Vargem Grande Paulista
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 23 de dezembro de 1981
Gentílico vargem-grandense
Lema Liberdade, fé e trabalho
CEP 06730-000
Prefeito(a) Josué Silveira Ramos (PR)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Vargem Grande Paulista
Localização de Vargem Grande Paulista em São Paulo
Vargem Grande Paulista está localizado em: Brasil
Vargem Grande Paulista
Localização de Vargem Grande Paulista no Brasil
23° 36' 10" S 47° 01' 33" O23° 36' 10" S 47° 01' 33" O
Unidade federativa  São Paulo
Região
intermediária

São Paulo IBGE/2017 [1]

Região
imediata

São Paulo IBGE/2017

Região metropolitana São Paulo
Municípios limítrofes Cotia, Itapevi e São Roque.[2]
Distância até a capital 45 km[3]
Características geográficas
Área 33,512 km² [4]
População 42 946 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 1 281,51 hab./km²
Clima Subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,770 elevado PNUD/2010 [6]
PIB R$ 658 278,861 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 15 076,01 IBGE/2008[7]

Vargem Grande Paulista é um município do estado de São Paulo, na Microrregião de Itapecerica da Serra, Zona Sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1.139, de 16 de junho de 2011[8] e, consequentemente, com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI).[9]

A cidade vêm se desenvolvendo rapidamente, apesar de sua juventude. A região de Vargem Grande Paulista - que foi Bairro do Ribeirão da Vargem Grande e Distrito Raposo Tavares sob administração municipal e paroquial de Cotia - ocupa hoje uma área de 38 km², entre os quilômetro 39 e 47 da Rodovia Raposo Tavares e abriga uma população estimada em 47.013 habitantes, segundo IBGE 2013.

Por decisão popular, em plebiscito realizado em 27 de Novembro de 1981 (com 96% dos Votos válidos), Vargem Grande Paulista tornou-se mais um Município da região metropolitana de São Paulo - e, em 15 de Novembro de 1982, foi eleito o primeiro Prefeito vargengrandense: o Sr. Elias Alves da Costa.

Teve o primeiro prefeito da história do Brasil cassado por uma câmara de vereadores, na época presidida por José Geraldo Rocha de Jesus.

História[editar | editar código-fonte]

A região de Vargem Grande Paulista ocupa hoje uma área 38 Km2, entre os Kms 39 e 47 da Rodovia Raposo Tavares e abriga 44.754 habitantes, segundo o IBGE 2009. Por decisão popular, em plebiscito realizado em 27 de Novembro de 1981, Vargem Grande Paulista tornou-se mais um Município da região metropolitana de São Paulo.

Economia[editar | editar código-fonte]

Foram abertos recentemente condomínios empresariais, que por conta de incentivos da Administração Municipal, está viabilizando a chegada de novas empresas, de todos os segmentos.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Vargem Grande conta no setor público com uma UBS (Unidade básica de saúde) denominada "central". São observadas em dois bairros , uma Ubs Usb e um pronto Socorro

Comércio[editar | editar código-fonte]

O comercial vargengrandense possui lojas da rede varejista, como a Lojas Cem, recentemente inaugurada na Av. Presidente Tancredo Neves. O Supermercado DIA da rede Carrefour.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima da cidade, como em toda a Região Metropolitana de SP, é o Subtropical, mas especialmente VGP encontra-se em uma região de serra,a cidade encontra-se praticamente a uma altitude de 880 m na sede do município podendo variar para mais de 1000m nas redondezas como também nos bairros ou distritos mais elevados. É a cidade mais fria da Região metropolitana de São Paulo. No inverno as temperaturas chegam muitas vezes abaixo de 5° Celsius, provocando geadas ao amanhecer. Os dias de verão costumam ser bem quentes e chuvosos, diferente do inverno que o frio encaixa-se na categoria sub-seco, o mês mais quente é fevereiro, com média de 22 °C e o mês mais frio é julho, com média de 13 °C. O clima é úmido o ano inteiro e têm verões temperados(variando dias quentes com dias amenos e noites frescas) e mais úmidos e invernos mais secos sem interrupção substancial da precipitação, como acontece com vários municípios da Grande São Paulo como a própria capital.

O Mês mais quente(fevereiro) tem temperatura média inferior a 22°C(21,5°C) e o mês mais frio tem temperatura média de 12°C. O mês mais seco é Agosto com 41mm de chuva e o mês mais chuvoso é janeiro com 255mm de chuva. Têm 1474mm de chuvas anuais.*

  • De acordo com o gráfico do Meteoblue, Vargem Grande Paulista possui precipitações contantes durante o ano sem intermitência das chuvas e a média do mês mais quente é inferior a 22°C(21,5°C), portanto é a única cidade da Região Metropolitana de São Paulo com Clima Temperado Oceânico Cfb.

Transporte[editar | editar código-fonte]

O único transporte público em vigor é o ônibus. A EMTU, empresa que administra o segmento dispõe de viagens até o metrô Butantã na capital paulista pela Rodovia Raposo Tavares, além de linhas que têm como ponto final o Centro de Cotia e de Itapevi. O município recentemente inaugurou uma frota de ônibus regionais, que atendem aos bairros mais distantes. O município também dispõe de viagens para o município de São Roque, estas operadas pela empresa Piracicabana.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo na cidade não possui índices elevados, mas pontos turísticos isolados são comuns.

Hotéis e Pousadas[editar | editar código-fonte]

Vargem Grande possui 2 hotéis.

Turismo Religioso[editar | editar código-fonte]

  • Salão de Assembleias das Testemunhas de Jeová. Localizado no bairro Nara Garden, é um dos 10 complexos de assembleia das Testemunhas de Jeová no estado de São Paulo e recebe congressistas da região metropolitana e interior do estado nos fins de semana.

Referências

  1. «O recorte das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias de 2017» (PDF). Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. p. 20–34. Consultado em 10 de agosto de 2017. 
  2. http://mapas.ibge.gov.br/divisao/viewer.htm
  3. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 26 de janeiro de 2011. 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013. 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  8. «Lei Complementar nº 1.139, de 16 de junho de 2011». Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017. 
  9. «Região Metropolitana de São Paulo». Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017.. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikivoyage Guia turístico no Wikivoyage