Saltar para o conteúdo

ViaMobilidade Linhas 8 e 9

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
ViaMobilidade
ViaMobilidade Linhas 8 e 9
Logo da empresa
Razão social Concessionária das Linhas 8 e 9 do Sistema de Trens Metropolitanos de São Paulo S.A.[1]
Empresa de capital fechado
Atividade Transporte ferroviário de passageiros
Gênero Sociedade anônima
Fundação 30 de junho de 2021 (3 anos)
Sede BrasilSão Paulo, SP, Brasil
Área(s) servida(s)
Locais São Paulo
Proprietário(s)
Presidente Francisco Pierrini
Produtos Transporte de passageiros
Acionistas Grupo CCR (80%)
RuasInvest (20%)[2]
Antecessora(s) Fepasa

CPTM

Website oficial www.viamobilidade.com.br

ViaMobilidade Linhas 8 e 9 é uma empresa pertencente ao Grupo CCR, sendo responsável pela operação, manutenção e investimentos nas linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda do Trem Metropolitano de São Paulo por 30 anos (2022/2052),[3] por meio de contrato de concessão público-privada, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo. Em conjunto, as linhas 8 e 9 contam com 42 estações ativas, e 78,9 Km de extensão da malha ferroviária.[4]

Além da CCR, o consórcio também tem como investidor a RuasInvest, braço de um dos mais tradicionais grupos de ônibus que atuam na cidade de São Paulo.[5] As duas empresas também gerenciam as Linha 5–Lilás, a futura Linha 17–Ouro do Metrô de São Paulo, por meio da ViaMobilidade Linhas 5 e 17 e a Linha 4–Amarela do Metrô de São Paulo, por meio da ViaQuatro.

Frota da ViaMobilidade

[editar | editar código-fonte]

As Linhas 9-Esmeralda e 8-Diamante contam com uma frota total em operação de 61 trens, além de 36 em fabricação.[6] Vários dos trens foram somente emprestados e retornarão para a CPTM após a chegada dos novos trens.[7]

As composições em operação estão divididas entre as seguintes séries:[7][8][9]

Ano Fabricante Trens Número da série Adquirente inicial Voltará para a CPTM?
1978 Francorail/Cobrasma 6 5400 Fepasa Não
2009 CAF 40[a] 7000 CPTM 19 voltam, 19 ficam
2010 CAF 8 7500 CPTM Sim
2014/2016 CAF 7 8500 CPTM Sim
2023 Alstom 36 8900[b] ViaMobilidade -
  1. Dos quais 38 operacionais e 2 baixados.[10]
  2. Apesar da empresa identificar seus trens com letras, conforme [11], em todas as suas publicações oficiais esta frota é chamada de "Série 8900", nome que passou a ser usado também pela imprensa.

Referências

  1. http://www.parcerias.sp.gov.br/Parcerias/Documento/Download?codigo=30357
  2. https://www.viamobilidade.com.br/nos/estrutura-acionaria
  3. «Resolução da STM autoriza a ViaMobilidade a assumir controle total da operação das Linhas 8 e 9 da CPTM a partir de 27 de janeiro». Diário do Transporte. 22 de janeiro de 2022. Consultado em 27 de janeiro de 2022 
  4. «ViaMobilidade – Fatos e Números». ViaMobilidade Linhas 8 e 9. 18 de agosto de 2023. Consultado em 19 de setembro de 2023 
  5. «Linha 5 do metrô de SP tem atraso e fila na estreia de gestão privada». Folha de S.Paulo. 6 de agosto de 2018 
  6. Meier, Ricardo (27 de janeiro de 2023). «ViaMobilidade divulga imagens e vídeo de seu novo trem». Metrô CPTM. Consultado em 2 de fevereiro de 2023 
  7. a b «Entenda como a concessão das linhas 8 e 9 deve mudar a frota de trens em serviço». Metrô CPTM. 22 de dezembro de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  8. «Frota de Trens | CPTM». web.archive.org. 11 de julho de 2021. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  9. «Trens e Sistemas - ViaMobilidade». www.viamobilidade.com.br. Consultado em 2 de fevereiro de 2023 
  10. Carlos, Jean. «Entenda o que houve com os vagões de trens 'abandonados' pela ViaMobilidade». MetrôCPTM. Consultado em 2 de fevereiro de 2023 
  11. Carlos, Jean. «Confira o que muda nos trens com a chegada da ViaMobilidade nas linhas 8 e 9». MetrôCPTM. Consultado em 2 de fevereiro de 2023 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.