Estação José Bonifácio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CPTM icon.svg José Bonifácio
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração CPTM icon.svg CPTM
Linha 11orange.png Coral
Sigla JBO
Movimento em 2015 21,4 mil
Serviços Acesso à deficiente físico Escada rolante Elevador
Informações históricas
Inauguração 27 de maio de 2000 (19 anos)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação José Bonifácio
Endereço Avenida Nagib Farah Maluf, 1500
José Bonifácio
Próxima estação
Sentido Luz 11orange.png Sentido Guaianases/Estudantes
Dom Bosco Guaianases
José Bonifácio
Mapa diagrama linha 11.jpg

A Estação José Bonifácio é uma estação ferroviária pertencente à Linha 11–Coral da CPTM, localizada no distrito de José Bonifácio na Zona Leste de São Paulo. A estação possui um terminal de ônibus integrado cujas linhas atendem às Áreas 3 (amarela) e 4 (vermelha).

História[editar | editar código-fonte]

A estação José Bonifácio surgiu dentro do controverso projeto de ampliação da Linha Leste-Oeste do Metrô para Guaianases, levado a cabo em 1987. Apesar de estudos da Companhia do Metropolitano de São Paulo não recomendarem a mera extensão da linha, a gestão Quércia resolveu realizar a obra assim mesmo. Iniciada em cerimônia oficial em 14 de outubro de 1987, as obras da estação José Bonifácio foram paralisadas logo em seguida por falta de recursos (bloqueados pelo BNDES por conta das dívidas do Metrô paulista para com o banco). Em maio de 1988 as obras foram reiniciadas, porém em ritmo lento (dado que a prioridade do metrô era a obra do Ramal Paulista). Após um lento andamento, as obras da estação são novamente paralisadas em 1992.[1][2][3][4]

As obras somente foram retomadas em 1995, quando foram repassadas para a CPTM (que pôde renegociar o empréstimo com o BNDES). A estação foi inaugurada em 27 de maio de 2000.[5]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Linha Terminais Estações Principais destinos Duração das viagens (min) Intervalo entre trens (min) Funcionamento
11
Coral
LuzEstudantes 16 Bom Retiro, Brás, Tatuapé, Itaquera, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Suzano, Mogi das Cruzes 60 5 Diariamente das 4h00 à 0h00
Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
JBO José Bonifácio 27 de maio de 2000 Bilhete Único da SPTrans. Laterais Elevada Estação construída pelo Metrô de São Paulo para a CPTM
Precedido por
Dom Bosco
Distância: 1.764 metros
Linha 11–Coral da CPTM
José Bonifácio
Sucedido por
Guaianases
Distância: 1.691 metros

Referências

  1. «Discurso proferido pelo Governador Orestes Quercia na estação do METRÔ de Itaquera, na solenidade em que autorizou o prolongamento da linha até Guaianases». Acervo Quércia/Projeto Nínive. 14 de outubro de 1987. Consultado em 3 de maio de 2019 
  2. MELLO, Karla Reis Cardoso de (2000). Transporte urbano de passageiros: as contradições do poder público. [S.l.]: Café Editora-São Paulo. 259 páginas 
  3. «Sem verba, metrô diz que vai começar obra». Folha de S. Paulo, página A-12. 19 de maio de 1998. Consultado em 1 de maio de 2019 
  4. «Governo apressa metrô na Paulista em prejuízo de linha na periferia». Folha de S.Paulo, Ano 70, edição 22304, Caderno Cidades, página C1. 27 de abril de 1990. Consultado em 1 de maio de 2019 
  5. Pedro Pereira Benvenuto (março de 2003). «Expresso Leste - um projeto de integração» (PDF). Revista de Transportes Públicos da ANTP- Ano 23, edição 90, páginas 17-26. Consultado em 3 de maio de 2019 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]