Estação Botujuru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CPTM icon.svg Botujuru
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração RFFSA (1975–1984)
CBTU Logo2.svg CBTU (1984–1994)
CPTM icon.svg CPTM (1994–atualmente)
Linha 7roxo.png Rubi
Sigla BTJ
Movimento em 2016 3,5 mil
Informações históricas
Inauguração 17 de setembro de 1908 (110 anos)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação Botujuru
Endereço Rua Bela Vista, s/n - Campo Limpo Paulista,  São Paulo
Próxima estação
Sentido Jundiaí 7roxo.png Sentido
Francisco Morato/Luz
Campo Limpo Paulista Francisco Morato
Botujuru

A Estação Botujuru é uma estação ferroviária, pertencente à extensão operacional da Linha 7–Rubi da CPTM, localizada no município de Campo Limpo Paulista.

História[editar | editar código-fonte]

A estação foi aberta inicialmente como um pequeno posto telegráfico e de sinalização, com apeadeiro, em 17 de setembro de 1908, próxima ao túnel ferroviário homônimo aberto em 1898 durante a retificação da ferrovia. Por muito tempo permaneceu como posto, sendo elevado à categoria de estação apenas em 6 de março de 1979 quando foi entregue uma nova edificação e plataformas de alvenaria para atender aos passageiros.[1]

Desde 1 de junho de 1994 é administrada pela CPTM, sendo a estação de menor movimento de toda a rede.[2]

Projeto[editar | editar código-fonte]

A CPTM contratou o escritório Fernandes Arquitetos Associados para elaborar um projeto para a reconstrução da estação. Apresentado em 2013, o projeto prevê a construção de novas edificações de 5.967,00m², equipadas com escadas rolantes, elevadores, piso podotátil, entre outras melhorias.[3] Inscrito no no programa PAC Mobilidade do governo federal em 2014, o projeto de reconstrução foi cancelado após perder sua verba de financiamento por conta da Crise econômica no Brasil desde 2014.[4]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
BTJ Botujuru 17 de setembro de 1908 Bilhete Único da SPTrans Laterais Superfície Estação reconstruída pela RFFSA

Referências

  1. Ralph Mennucci Giesbrecht. «Botujuru». Estações ferroviárias do Brasil. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  2. «Tabelade Movimentação» (PDF). CPTM. Julho de 2019. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  3. «Estação Botujuru». Fernandes Arquitetos Associados. 2013. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  4. Caio Lobo (6 de dezembro de 2017). «Verba do PAC cai e afeta projetos de mobilidade em São Paulo». Via Trólebus. Consultado em 20 de agosto de 2019 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]