Estação Várzea Paulista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CPTM icon.svg Várzea Paulista
Vista vinda de um trem TUE Mafersa Hitachi 1700 parado na plataforma da estação.
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração RFFSA (1975–1984)
CBTU Logo2.svg CBTU (1984–1994)
CPTM icon.svg CPTM (1994–atualmente)
Linha 7roxo.png Rubi
Sigla VPL
Movimento em 2016 5,4 mil
Informações históricas
Nomes antigos Várzea
Secundino Veiga
Inauguração 1 de julho de 1891 (127 anos)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação Várzea Paulista
Endereço Rua Antônio Feres, s/n - Centro - Várzea Paulista,  São Paulo
Próxima estação
Sentido Jundiaí 7roxo.png Sentido
Francisco Morato/Luz
Jundiaí Campo Limpo Paulista
Várzea Paulista

A Estação Várzea Paulista é uma estação ferroviária pertencente à extensão operacional da Linha 7–Rubi da CPTM e está localizada no município homônimo, parte da Aglomeração Urbana de Jundiaí.

História[editar | editar código-fonte]

A estação Várzea foi inaugurada em 1 de julho de 1891, na área rural de Jundiaí, durante o primeiro período de modernização da ferrovia.[1] O desenvolvimento daquela região permaneceu estagnado até 1923 quando a empresa química L. Queiroz & Cia adquire terras na cidade e implanta uma fábrica às margens da ferrovia e da pequena estação, trazendo novos moradores à localidade, conhecida por Várzea-distrito de Jundiaí. Em 1954, o distrito é brevemente renomeado para Secundino Veiga, assim como a estação. Nas décadas seguintes, Várzea Paulista é emancipada e a estação passa pela gestão federal e estadual.[2]

Hoje a estação atende aos trens da CPTM com o nome de Várzea Paulista. Em novembro de 2011, no aniversário de 120 anos da criação da estação, o conjunto de edificações da mesma foi tombado pelo Condephaat[3]. A CPTM contratou um projeto de um novo prédio para a estação próximo ao atual, porém não há prazo para o início das obras, orçadas em R$ 40 milhões. [4] [5]

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
VPL Várzea Paulista 1 de julho de 1891 Bilhete Único da SPTrans. Laterais Superfície Estação original da SPR
Precedido por
Jundiaí
Distância: 5.619 metros
Linha 7–Rubi da CPTM
Várzea Paulista
Sucedido por
Campo Limpo Paulista
Distância: 5.860 metros

Referências

  1. «Mapa da São Paulo Railway». Centro Oeste. 1898. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  2. Ralph Mennucci Giesbrecht. «Várzea Paulista». Estações Ferroviárias do Brasil. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  3. «Várzea Paulista – Estação Ferroviária». Infopatrimônio. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  4. «Várzea Paulista». Fernandes Arquitetos. 2007. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  5. «Prefeitura conhece projeto da nova estação ferroviária». Prefeitura de Várzea Paulista. 8 de novembro de 2013. Consultado em 25 de janeiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]