Estação Vila Aurora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CPTM icon.svg Vila Aurora
Estação Vila Aurora vista de um trem
Uso atual Bahn aus Zusatzzeichen 1024-15.svg Estação de trens metropolitanos
Proprietário Bandeira do estado de São Paulo.svg Governo do Estado de São Paulo
Administração CPTM icon.svg CPTM
Linha 7roxo.png Rubi
Sigla VAU
Movimento em 2016 9,6 mil
Serviços Acesso à deficiente físico Escada rolante Terminal rodoviário Elevador Bicicletário
Informações históricas
Inauguração 9 de setembro de 2013 (6 anos)
Localização
Localização Gnome-globe.png Estação Vila Aurora
Endereço Rua Francisco da Cunha Menezes, 1066, Jaraguá
São Paulo,  São Paulo
Próxima estação
Sentido
Francisco Morato/Jundiaí
7roxo.png Sentido Brás
Perus Jaraguá
Vila Aurora

A Estação Vila Aurora é uma estação ferroviária pertencente à Linha 7–Rubi da CPTM, inaugurada em 9 de setembro de 2013.[1] Localiza-se entre as estações Perus e Jaraguá, próxima a Rua Francisco da Cunha Menezes, altura do número 1066, com muitas possibilidades de transporte público para os habitantes daquela região.

Atende principalmente aos moradores de Cidade D'abril, Jardim Ipanema, Vila Santa Lucrécia, Vila Aurora, Conjunto Habitacional Voith, Jardim Donária, aliviando o fluxo de pessoas da Estação Jaraguá, que até então era a única opção de trem para os moradores desses bairros.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Diante da distância de cerca de 6 quilômetros entre as estações Jaraguá e Perus, a prefeitura de São Paulo sugeriu ao governo do estado a construção da estação Vila Aurora entre aquelas estações, dentro do Plano Diretor Estratégico da Subprefeitura Pirituba (2004).[3] Em meados de 2006, os primeiros projetos foram anunciados pela CPTM, sendo formalmente apresentados em audiência pública em junho do ano seguinte. A contratação das obras se deu por meio do processo de licitação Nº 8705802011, realizado entre fevereiro e julho de 2009. A licitação foi vencida pelo consórcio formado pelas empresas Estacon e Hersa, ao custo de R$ 34.421.352,97. [4]

Após um breve início, as obras foram paralisadas em 2010 por conta de desentendimentos entre a CPTM e as empresas do consórcio (que acabaram desistindo das obras). As obras foram retomadas em fins de 2010 pelo consórcio Heleno & Fonseca Construtécnica S/A, que ficou em segundo lugar na licitação, ao custo de R$ 26 milhões (saldo contratual existente). Após mais atrasos, a estação foi inaugurada em 9 de setembro de 2013, tendo custado R$ 40,3 milhões (acima do orçamento original de R$ 34 milhões).[5]

Tabela[editar | editar código-fonte]

Sigla Estação Inauguração Integração Plataformas Posição Notas
VAU Vila Aurora 9 de setembro de 2013 Bilhete Único da SPTrans Centrais Superfície Estação construída pela CPTM
Interior da estação Vila Aurora


Referências

  1. «CPTM inaugura estação 3 anos depois do previsto». estadao.com.br. 10 de setembro de 2013. Consultado em 11 de setembro de 2013 
  2. «Governador Alckmin entrega nova estação da CPTM». Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM. 9 de setembro de 2013. Consultado em 11 de setembro de 2013 
  3. Prefeitura da Cidade de São Paulo. «Confira o antigo Plano Diretor Estratégico (Lei nº 13.430/02), seus Mapas e Quadros». Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  4. CPTM (24 de julho de 2009). «HOMOLOGAÇÕES» (PDF). Imprensa Oficial do estado de São Paulo. Consultado em 11 de novembro de 2018 
  5. «Com atraso, Estação Vila Aurora da CPTM é aberta na zona norte de SP». O Estado de S. Paulo. 9 de setembro de 2013. Consultado em 11 de novembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.