Fernando Gonçalves (político)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fernando Gonçalves
Ministro do Tribunal de Contas da União
Mandato: 15 de junho de 1982
até 16 de abril de 1998
Nomeação por: João Baptista de Figueiredo
Sucessor(a): Adylson Motta
Deputado federal do  Rio Grande do Sul
Mandato: 1º de fevereiro de 1975
até 15 de junho de 1982
(2 mandatos consecutivos)
Deputado Estadual do  Rio Grande do Sul
Mandato: 1967 a 1975
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento: 3 de outubro de 1930 (89 anos)
Palmeira das Missões-RS
Alma mater: PUCRS

Fernando Gonçalves (Palmeira das Missões, 3 de outubro de 1930) é um político brasileiro.

Formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), advogou até 1955, quando se elegeu vereador, e anos depois, vice-prefeito de sua cidade natal. Filiado a Arena, foi Deputado estadual gaúcho de 1967 a 1975,[1] inclusive presidindo a Assembléia de 1973 a 1975.

Deputado federal eleito em 1974 e reeleito em 1978, renunciou ao mandato em 15 de junho de 1982 quando foi nomeado pelo Presidente da República João Figueiredo ministro do Tribunal de Contas da União. Foi presidente do Tribunal no biênio 1986/1987.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]