Hitman (jogo eletrônico de 2016)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é sobre o jogo de 2016. Se pretende a série consulte Hitman (série), se pretende o filme de 2007 baseado na série consulte Hitman (filme).
Hitman
Produtora(s) IO Interactive
Editora(s) Square Enix
Diretor(es) Christian Elverdam[1]
Escritor(es) Michael Vogt
Compositor(es) Niels Bye Nielsen[2]
Motor Glacier 2.0[3]
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Linux
SteamOS
Série Hitman
Data(s) de lançamento

Disco
31 de Janeiro de 2017[6]

Género(s) Ação-aventura, stealth
Modos de jogo Single-player

Hitman[7] é um videojogo de ação-aventura e stealth. O sexto jogo da série Hitman, foi produzido pela IO Interactive e publicado pela Square Enix para PlayStation 4, Xbox One, e PC (Linux[8] e Microsoft Windows)

em formato episódico. A versão de retalho para consolas com todos os episódios será lançado em 31 de janeiro de 2017 com o nome Hitman: The Complete First Season. O prólogo do jogo serve como antecedente para a série, no entanto a história principal acontece sete anos depois dos eventos de Hitman: Absolution.

Hitman ganhou o prémio de “Melhor Jogo de 2016” atribuído pelo website Giant Bomb.[9]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Em Hitman, cada um dos níveis tem mais de 300 NPC's, cada um com a sua própria rotina e reagindo de maneira diferente às acções do jogador.

Hitman é um jogo de ação-aventura com elementos furtivos (stealth), e tal como os anteriores da série, é jogado numa perspectiva de terceira pessoa. Os jogadores controlam o Agent 47, um assassino treinado, à medida que este percorre o mundo para matar os seus alvos. Hitman encoraja a criatividade, visto que é dado aos jogadores várias maneiras de completar os objectivos.[10] Por exemplo, podem ser utilizadas armas de longo alcance, como as espingardas de precisão (sniper), usar explosivos directamente nos alvos ou o uso de armas de corpo-a-corpo, como machados, facas ou katanas. Também se podem criar distracções, disfarçando o assassínio, fazendo crer que a morte foi acidental.[11] Uma vez imobilizados os inimigos, os jogadores podem se disfarçar, usando a sua roupa, podendo assim aceder mais facilmente a áreas restritas.[12] Dependendo do seu desempenho em cada missão, são dados bónus aos jogadores, como novas ferramentas.[13] Algumas missões têm limite de tempo e apenas aparecem uma vez; se os jogadores não as conseguirem completar dentro do tempo limite, já não têm uma segunda oportunidade.[14] As acções dos personagens não-jogáveis (NPC) têm impacto no jogo. Por exemplo, os jogadores podem obter mais informações sobre o alvo se ouvirem os noticiários locais.[1]

Os níveis têm uma estrutura similar a Hitman: Blood Money, em oposição ao desenho linear de Hitman: Absolution. Todos os níveis são um pequeno "mundo aberto", que pode ser explorado pelos jogadores. Também são maiores, visto que cada mapa é "seis a sete vezes maior que os maiores níveis de Absolution".[15] Cada um dos níveis tem mais de 300 NPC's, cada um com a sua própria rotina e reagindo de maneira diferente às acções do jogador. Por exemplo, se um dos NPC vir uma mina deixada pelo Agente 47, pode desarmá-la e levá-la para uma área segura. Ou se o jogador deixa uma arma no chão, se um civil a vir, pode fugir e avisar um guarda, este por sua vez apanha a arma e leva-a para outro lugar. Uma jogabilidade que não está predestinada e a que a IO Interactive chamou de "emergente".[12][16][17] O sistema de pontos de controlo (checkpoint) de Absolution também foi eliminado; os jogadores podem salvar o seu jogo em qualquer altura durante as missões.[18]

O modo Contracts regressa em Hitman. Os jogadores podem criar cenários e alvos para assassinar, que podem posteriormente serem partilhados com outros jogadores.[19] O modo Instinct, introduzido em Absolution, também está incluido, mas mais simplificado.[18]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Originalmente, o jogo era para ter sido produzido pelo novo estúdio da Square Enix, o Square Enix Montreal.[20] No entanto, devido a reduções de ordenado e despedimentos na IO Interactive, um representante da Square Enix disse que "o estúdio (IO Interactive) irá focar-se resolutamente na visão futura da série Hitman e está em pré-produção num novo projecto Hitman AAA. No entanto, temos tomado a difícil decisão de cancelar outros projectos e iniciativas no estúdio IO e reduzimos a força de trabalho em estúdio, o que terá um impacto em quase metade dos empregados actualmente na IO, fazendo ajustes internos para enfrentar os desafios do mercado de hoje."[21][22][23]

A Square Enix Montreal (que estava a trabalhar inicialmente num novo titulo Hitman) irá desenvolver versões para smartphone e tablet de vários jogos, incluindo os de Hitman.[24][25][26] A 6 de Janeiro de 2014, foi dito através da IGN que a Square Enix Montreal iria desenvolver jogos portáteis para smartphone e tablet de Hitman e que a IO Interactive iria focar-se no próximo titulo da série para PC e consolas de próxima geração.

A 16 de Janeiro de 2014, a IO Interactive colocou uma carta aberta aos fãs na página oficial de Hitman, partilhando vários detalhes do jogos. Foi dito que a IO "rectificou os erros de Absolution". O jogo "concentra-se na fantasia central de Hitman", terá um desenho "aberto, não-linear" e que o modo Contracts irá regressar.[27] A 18 de Março de 2015, a Square Enix registou a marca "World of Assassination", o que mais tarde se veio a comprovar ser o slogan para Hitman.[28] A 28 de Maio de 2015 foi mostrada a primeira arte conceptual.[29]

A 15 de Junho de 2015 foi formalmente revelado o jogo durante a conferencia de imprensa da Sony na E3. Durante a conferencia, a Sony chamou ao jogo "o mais ambicioso jogo Hitman de sempre."[30][31] Também foi mostrado um video durante a conferencia de imprensa da Square Enix.[32] A 16 de Junho, um dia depois do anuncio oficial, David Bateson confirmou via Twitter que será ele a dar a voz ao Agente 47.[33]

Em entrevista dado ao YouTuber Angry Joe, o produtor Hakan Abrak explicou que apesar de se chamar simplesmente Hitman, o jogo não se trata de um reinicio dado à série, mas sim porque acrescenta características favoritas dos fãs, criando uma experiência "pura", cimentando a fundação para os futuros jogos da série.[7]

Música[editar | editar código-fonte]

A banda sonora de Hitman foi composta pelo dinamarquês Niels Bye Nielsen, que já tinha trabalhado em videojogos, como alguns da série Ratchet & Clank, e compôs a banda sonora de PlayStation Move Heroes, Medieval Moves: Deadmund's Quest e Sports Champions 2. Hannes Seifert, da Io-Interactive, sobre o compositor: “Testamos várias gravações com alguns compositores, mas acabamos por decidir em favor de Niels Bye Nielsen, que vem de uma cena mais experimental, tal como Jesper Kyd. Ele é muito criativo e isso suporta muito bem o novo som do nosso jogo.“ Nielsen para além dos jogos, também já compôs para documentários de TV como American Gangster, Beyond the Glory ou NASCAR Drivers: 360.[2]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Conteúdo da Edição de Coleccionador.

Inicialmente previsto para dezembro de 2015,[30][12][18] Hitman será lançado digitalmente pela Square Enix a 11 de março de 2016 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.[4] A equipa de produção justificou o adiamento com a necessidade de terem mais tempo para incluir mais conteúdo na versão base do jogo.[34] A Sony criou uma parceria com a Square Enix oferecendo seis contratos (missões) adicionais, exclusivos para PS4. Com o nome “The Sarajevo Six”, os jogadores controlam o "Agente 47 em redor do mundo enquanto este persegue os seis ex-membros da unidade paramilitar CICADA".[3][30][35][36] Foi revelada uma beta para as versões Windows e PlayStation 4,[3][30] com inicio a 12 e 19 de Fevereiro de 2016, respectivamente.[35][36] A versão física será lançada em Janeiro de 2017.[6] A Square Enix anunciou a Edição de Coleccionador para Hitman, escolhida a partir dos votos da comunidade. Disponível para todas as plataformas, a edição inclui o jogo em formato digital (completo com todos os episódios), a caixa de coleccionador, um livro com a arte do jogo, a icónica gravata vermelha do personagem e uma estatueta do Agente 47.[37][38] Hannes Seifert, o chefe do estúdio IO Interactive, afirmou que Hitman não tem nenhum tipo de "Passe de Temporada" porque a companhia considera a adição de conteúdo pago como "abordagem errada".[39] Seifert também referiu que “será um grande lançamento no dia um. Terá horas e horas de jogo.”[18]

Originalmente para ser lançado por várias fases, o pacote inicial, que tinha o conteúdo base, podia ser adquirido aquando da data inicial e incluia três localizações (a vila fictícia de Sapienza em Itália,[40] Paris e Marrakesh), seis missões de história, três sandboxes, quarenta “mortes de assinatura”, o modo Contracts com 800 alvos diferentes e eventos semanais criados pela produtora. Novas missões e localizações na Tailândia, EUA e Japão seriam lançadas eventualmente em Abril, Maio e Junho, respectivamente.[4][41]

Em Janeiro de 2016 a Square Enix anunciou que Hitman seria em vez disso um jogo AAA dividido em episódios. Como dantes, a primeira parte do jogo (que inclui o prólogo e os níveis em Paris) está disponível a partir do dia 11 de Março. Posteriormente em Abril e Maio chegam os novos níveis (Itália e Marrocos, respectivamente). A partir dai o jogo receberá actualizações constantes todos os meses com eventos semanais e "conteúdo adicional", onde serão adicionados três locais: Tailândia, Estados Unidos e Japão. "Decidimos dar o salto e publicar Hitman como uma verdadeira experiência episódica," justificou Hanners Seifert, patrão da IO Interactive. "Parte desta decisão foi tomada para garantirmos que cada um dos locais que lançarmos tenha a qualidade de um jogo de Hitman. Mas a razão principal é que nos permitirá criar um jogo vivo que se vai expandir e evoluir com o tempo".[35]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Avaliação
Jogo GameRankings Metacritic
Episódio 1
"Intro Pack"
(PC) 80.00%[42]
(PS4) 77.50%[43]
(XONE) 78.33%[44]
(PC) 76/100[45]
(PS4) 76/100[46]
(XONE) 80/100[47]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Hussain, Tamoor (18 de junho de 2015). «Hitman Is Low-Calorie Stealth No Longer». GameSpot. Consultado em 18 de junho de 2015 
  2. a b André Mackowiak (11 de agosto de 2015). «GC 2015: Niels Bye Nielsen to compose next Hitman game soundtrack». Nova Crystallis. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  3. a b c Rob Crossley (15 de junho de 2015). «New Hitman Revealed at E3 2015, Comes with PS4-Exclusive Content». GameSpot. Consultado em 17 de junho de 2015 
  4. a b c IO-Interactive (29 de setembro de 2015). «"HITMAN Release Details"». Hitman Official Website. Consultado em 29 de setembro de 2015 
  5. Eddie Makuch (31 de março de 2016). «Hitman Episode 2 Release Date Revealed». GameSpot. Consultado em 7 de abril de 2016 
  6. a b Luís Alves (10 de março de 2016). «Versão física de Hitman chega apenas em 2017». Eurogamer. Consultado em 10 de março de 2016 
  7. a b Damian Seeto (27 de junho de 2015). «Why The New Hitman Game Is Simply Called "Hitman"». AttackOfTheFanboy.com. Consultado em 29 de junho de 2015 
  8. «Enter a World of Assassination with HITMAN™ for Linux | Feral News». www.feralinteractive.com (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2017 
  9. Giant Bomb Staff (30 de dezembro de 2016). «Giant Bomb's 2016 Game of the Year Awards: Day Five». Giant Bomb. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  10. Nunneley, Stephany (15 de junho de 2015). «E3 2015: Hitman invites players to step into a live world of assassination». VG 247. Consultado em 15 de junho de 2015 
  11. S. Good, Owen (16 de junho de 2015). «The new Hitman begins Dec. 8 with a digital release». Polygon. Consultado em 21 de junho de 2015 
  12. a b c Reeves, Ben (20 de junho de 2015). «Forget Assassin's Creed Hitman Is The Real Assassin Of E3 2015». Game Informer. Consultado em 21 de junho de 2015 
  13. Reed, Ashley (15 de junho de 2015). «Agent 47 is back in action in the next Hitman». GamesRadar. Consultado em 15 de junho de 2015 
  14. Savage, Phil (18 de junho de 2015). «Hitman's additional missions will be free». PC Gamer. Consultado em 21 de junho de 2015 
  15. Steven Ruygrok (7 de julho de 2015). «"IO Interactive: Hitman levels 'six or seven times bigger' than the previous game"». Examiner. Consultado em 29 de setembro de 2015 
  16. Scammell, David (18 de junho de 2015). «E3 2015: Hitman is the Blood Money sequel we've been waiting for». VideoGamer.com. Consultado em 21 de junho de 2015 
  17. Alexa Ray Corriea (10 de fevereiro de 2016). «Hitman Interview: Why We're Going Episodic». GameSpot. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  18. a b c d Hamilton, Kirk (20 de junho de 2015). «The New Hitman's Creative Director Is Saying All The Right Things». Kotaku. Consultado em 21 de junho de 2015 
  19. Pitcher, Jenna (16 de junho de 2015). «E3 2015: Hitman Release Date Announced». IGN. Consultado em 21 de junho de 2015 
  20. Lund, Karsten (25 de outubro de 2012). «The Future Hitman Game, on a Post-it: Square Enix Montréal». Gamasutra. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  21. Nath, Debabrata (17 de junho de 2013). «Hitman studio face lay-offs, nearly half of the staff lose jobs». VG247. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  22. Cowan, Danny (17 de junho de 2013). «Report: IO Interactive cancels projects, loses half of staff to layoffs». Joystiq. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  23. Matulef, Jeffrey (17 de junho de 2013). «IO Interactive cancels everything that isn't Hitman, including Kane & Lynch». Eurogamer. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  24. Usher, Anthony (21 de junho de 2013). «Square Enix Montréal working on smartphone and tablet versions of Hitman and 'other brands'». Pocket Gamer. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  25. Cocke, Taylor (21 de junho de 2013). «Square Enix Leadership Changes, Focus Shifts From AAA to Mobile». IGN. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  26. Sheridan, Connor (21 de junho de 2013). «Square Enix Montreal working on Hitman tablet games». GamesRadar. Consultado em 11 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 11 de agosto de 2013 
  27. «An open letter to all Hitman fans». IO Interactive. 16 de janeiro de 2014. Consultado em 20 de janeiro de 2014 
  28. Nunneley, Stephany (18 de março de 2015). «World of Assassination and Unravel trademarks from Square and EA outed». VG247. Consultado em 22 de junho de 2015 
  29. Devore, Jordan (28 de maio de 2015). «First concept art for IO Interactive's new Hitman». Destructoid. Consultado em 21 de junho de 2015 
  30. a b c d «Announcing HITMAN». Hitman.com. 15 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
  31. Albert, Brian (15 de junho de 2015). «E3 2015: Next Hitman Announced At Sony Conference». IGN. Consultado em 21 de junho de 2015 
  32. Skipper, Ben (16 de junho de 2015). «E3 2015: Hitman's series-changing gameplay explained at Square Enix press conference». International Business Times. Consultado em 21 de junho de 2015 
  33. «David Bateson status». Twitter. yo Mario - yes I am! I'm just relieved to be able to say it out loud. Can't wait 
  34. Jessica Conditt (22 de setembro de 2015). «Hitman delayed to March 2016». Engadget. Consultado em 28 de setembro de 2015 
  35. a b c «"HITMAN Now a Fully Episodic AAA Game"». Square-Enix.com. 14 de janeiro de 2016. Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  36. a b Jorge Loureiro (3 de fevereiro de 2016). «Hitman com 6 missões exclusivas na PS4». Eurogamer. Consultado em 3 de fevereiro de 2016 
  37. «"HITMAN Collector's Edition"». Hitman Official Website. 14 de janeiro de 2016. Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  38. «HITMAN COLLECTORS EDITION». Square Enix Online Store. Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  39. Crawley, Dan (18 de junho de 2015). «Hitman won't have a season pass: 'We think it's wrong'». VentureBeat. Consultado em 21 de junho de 2015 
  40. Jorge Loureiro (29 de outubro de 2015). «"Vídeo de Hitman revela um dos novos locais"». Eurogamer. Consultado em 29 de outubro de 2015 
  41. Futter, Mike (29 de setembro de 2015). «Hitman Is Now Coming At Two Different Price Points On March 11, 2016». Game Informer. Consultado em 29 de setembro de 2015 
  42. «Hitman - Intro Pack For PC». GameRankings. Consultado em 17 de março de 2016 
  43. «Hitman - Intro Pack For PlayStation 4». GameRankings. Consultado em 17 de março de 2016 
  44. «Hitman - Intro Pack For Xbox One». GameRankings. Consultado em 17 de março de 2016 
  45. «Hitman - Intro Pack For PC Reviews». Metacritic. Consultado em 17 de março de 2016 
  46. «Hitman - Intro Pack For PlayStation 4 Reviews». Metacritic. Consultado em 17 de março de 2016 
  47. «Hitman - Intro Pack For Xbox One Reviews». Metacritic. Consultado em 17 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]