Khachatur Abovian

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Khachatur Abovian
Խաչատուր Աբովյան
Abovian em 1831.
Nascimento 15 de outubro de 1809
Erevã, Armênia
Morte 14 de abril de 1848 (38 anos)
Nacionalidade arménio

Khachatur Abovian (Խաչատուր Աբովյան; 15 de outubro de 180914 de abril de 1848) foi um escritor e figura histórica da Armênia do início do século XIX. Foi um educador, poeta e um defensor da modernização. Reputado como o pai da literatura moderna armênia, é lembrado por seu romance Wounds of Armenia escrito em 1841 e publicado postumamente em 1858; foi o primeiro romance publicado na língua armênia moderna utilizando o dialeto oriental ao invés do clássico.[1][2]

Nenhuma de suas obras foram publicadas enquanto vivo. Apenas depois do estabelecimento da Armênia Soviética seu trabalho foi divulgado e reconhecido. Abovian é considerado uma das mais importante figuras não só para a literatura armênia mas, também, para o legado do país em geral.[1]

Referências

  1. a b «ANN/Groong -- Writer and Patriot - Khachatur Abovyan». www.groong.org (em inglês). Consultado em 31 de dezembro de 2021 
  2. «Robert H. Hewsen». Wikipedia (em inglês). 18 de dezembro de 2020. Consultado em 31 de dezembro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.