Théodore Chassériau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Théodore Chassériau
Nascimento 20 de setembro de 1819
Morte 8 de outubro de 1856 (37 anos)
Paris
Sepultamento Cemitério de Montmartre
Cidadania França
Progenitores Mãe:Marie Madeleine Chassériau
Pai:Benoît Chassériau
Irmão(s) Aline Chassériau, Adèle Chassériau, Frédéric Chassériau, Ernest Chassériau
Alma mater Escola Nacional Superior das Belas-Artes
Ocupação pintor
Prêmios Cavaleiro da Legião de Honra
Movimento estético romantismo

Théodore Chassériau (20 de setembro de 1819 - 8 de outubro de 1856) foi um pintor francês nascido em Santo Domingo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Théodore Chassériau estudou no estúdio de Jean-Auguste-Dominique Ingres, mas foi subsequentemente fortemente influenciado pelas obras de Paul Delaroche e de Eugène Delacroix, cuja escola seguiu.

Foi um bem conhecido retratista e pintor de cenas históricas e mitológicas. Uma das suas obras, o Tepidário de Pompeia (1853) está em exposição no Museu do Louvre.

As suas obras mais conhecidas são:

Quando faleceu, deixou diversas gravuras de temas das obras Otelo (15) e Hamlet (30) de William Shakespeare.

Othello e Desdémona em Veneza por Théodore Chassériau.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.